Polícia Federal vai investigar vazamentos à imprensa sobre Petrobras

Jornal GGN – A Polícia Federal comunicou, na noite de segunda (8), que instaurou um inquérito policial em Curitiba, no final de semana, para apurar o vazamento à imprensa de informações protegidas por segredo de justiça e contidas em depoimentos prestados por Paulo Roberto da Costa no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com a corporação, as apurações referentes ao caso prosseguem na Superintendência do Órgão na capital paranaense.

No mesmo dia, a Petrobras, alvo de denúncias na mídia, emitiu uma nota informando que não é devido comentar sobre conteúdos não oficiais publicados nos meios de comunicação, da mesma forma que não cabe comentar sobre investigações em curso.

A estatal ainda informou que “requereu ao Juiz responsável pela Operação Lava Jato acesso às informações relativas à Petrobras que o Sr. Paulo Roberto Costa já forneceu no âmbito da delação premiada, bem como enviou cartas às empresas citadas nos veículos de comunicação, solicitando informações sobre a existência de seus contratos com empresas ligadas ao Sr. Alberto Youssef e sobre qualquer envolvimento com as atividades objeto desta investigação. Tais informações subsidiarão as Comissões Internas de Apuração já instaladas.”

Por fim, a empresa de petróleo também disse que vem cumprindo o papel que lhe cabe, que é prestar todas as informações solicitadas pela PF, pelo Tribubal de Contas da União, Controladoria Geral da União e Ministério Público. A Petrobras  ainda lembrou que vem prestando esclarecimentos e fornecendo informações sobre seus negócios no portal www.petrobras.com.br.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

19 comentários

  1. O que querem é desgastar

    O que querem é desgastar ainda mais o governo, isso vai demorar muito até ser concluido; pelo visto tem pesquisas em que a Dilma encostou na marina, mas alguns acham que ela tem que melhorar o desempenho em sp; coragem presidente, uma parte do povo já demonstrou que vota até na mula sem cabeça contra o pt, a hora é de promessas concretas, é hora de dar um passo adiante, filosofar não vai mudar a cabeça do povo e sim melhorias reais, falar que vai mudar o ministro chaga a ser risivel, ninguem que saber disso, quer é dinheiro no bolso e segundo o nosso amigo ministeriavel, ser feliz.

  2. Ao final da eleição Petrobrás sairá das manchetes como o aborto
    Assim como aconteceu na eleição passada, o assunto Petrobrás perderá importância na velha mídia como aconteceu com o aborto. A atual investigação acontece neste momento apenas pelo interesse eleitoral, isso é claro. A Justiça e a velha mídia se calaram em relação aos aeroportos clandestinos de Aécio Neves, e também ao Mensalão Mineiro, Propinoduto em São Paulo e caso Banestado, onde Youssef ajudou os tucanos a desviarem cerca de R$60 bilhões dos cofres públicos. A Justiça no Brasil perdeu a credibilidade.

  3. Vamos ver se desta vez a PF

    Vamos ver se desta vez a PF descobre alguma coisa. Geralmente só descobre coisas contra a presidente e o PT, o que acho correto, porém e os outros?

  4. Boa Notícia

    Finalmente, uma boa notícia. Espero que seja para valer, que se identifique o “vazador” e que sua punição seja a mais rigorosa possível. É absolutamente imprescindível dar um basta definitivo no concluio de membros das Polícias e dos Ministérios Públicos com a mídia, sempre com motivações político-partidárias.

  5. essa atitude do governo


    essa atitude do governo finalmente pode ser considerada um verdadeiro libelo em favor das instiuições.

    ou elas existem para defender o processo democrático dito de direito

    ou naufragam no caos institucional.

    ou esses vazamentos (forjados geralmente pela grande mídia

    ancorada no tal direito de manutenção do sigilo – segredo -)

    são estancados ou continuaremos a viver num eterno medo de golpes contra o chamado impérioda lei.

    só os bandidos e seus arapongas de veja  teriam o direito de violar o direito –

    dia desses são capazes de criar um ministério, o ministério da arapongagen e da mentira

    ou coisa semelhante…..

  6. Reitero uma indagação já

    Reitero uma indagação já feito por um comentarista “aí embaixo”. Aliás, já toquei nesse assunto várias vezes, qual seja, para que serve o Gabinete de Segurança Institucional, do qual a ABIN é subordinada? 

    Das duas uma: ou não serve para nada, dado que é inaceitável  não ter colhido informações acerca desse suposto esquema na Petrobrás, bem como a gênese de vazamento, OU ENTÃO, a presidente Dilma está dando uma de inocente. Faz apenas jogo de cena ao recorrer ao MP, e se não atendida, ao STF. 

    Uma das coisas que mais deploro nos governos do PT é fazer pouco uso do Princípio da Autoridade legitimado pela Constituição e previsto nas estruturas organizacionais. Tem nada a ver presidente da República, Chefe de Governo e de Estado, Comandante-em-Chefe das Forças Armadas, Chefe da Administração Federal, representante do país junto ao conjunto das nações, eleito por milhões de patrícios, FICAR PEDINDO AO MINISTRO DA JUSTIÇA QUE MENDIGUE Á POLÍCIA FEDERAL OU AO MINISTÉRIO PÚBLICO informações acerca de um ato criminoso(vazamento de processo sigiloso perpretado por um órgão de imprensa) para imputar delitos a governadores de estado, ministros de Estado e Chefes de Poderes da República(caso dos presidentes do Senado e da Câmara). 

    Só a criminalização da política, que tem por consequência o desprestígio de seus agentes, pode explicar essa timidez frente às demais instâncias de Poder, no caso o Ministério Público(hoje um “poder” ad hoc) e o Judiciário.

    Como se admitir que esse sigilo, por cuja guarda responde, inclusive, uma instância subordinada ao Poder Executivo, no caso o DPF, referente a um processo no qual estão envolvidos por delação de um indiciado, um ministro de Estado, o presidente da Câmara e do Senado, inclua a Chefe da Nação e do Estado. Um processo, ressalte-se, também envolvendo uma empresa estatal cuja responsabilidade final é também do presidente da República. 

    Isso é de um absurdo total.

     

    • Medo de quê?

      Muito bem colocado, JB. Ha muito tempo que eu também me pergunto para que serve o Ministro de Justiça e seu ministério? Estão invisiveis ao lado do tal Gabinete de Segurança Institucional. Quem tem poder, tem horas que tem que colocar as cartas na mesa e dizer quem é que manda, ainda que respeitando os demais poderes, como sempre, mas peitando, sem medo.  

  7. Uma ótima oportunidade para o

    Uma ótima oportunidade para o Departamento de Polícia Federal,  vinculado ao Ministério da Justiça, e portanto SUBORDINADO ao ministro dessa Pasta, que por sua vez é SUBORDINADO à excelentíssima senhora presidente da República Federativa do Brasil, Chefe de Governo e de Estado, ir FUNDO nessas recorrentes denúncias relativas a vazamentos de inquéritos(ou o que for) sob sua responsabilidade. 

    Uma dos pilares da Administração pública é a arquitetura insitucional com base nas ligações/ interações funcionais, mas, e principalmente, hierárquicas. Tenho dúvidas se outros governos seriam tão compassivos com relação a esse sempre aludido partidarismo no DPF. Hoje dividido em “alas”, segundo boatos que há tempos rolam por aí.

    De minha parte prefiro acreditar que talvez existam, sim, bolsões de indisciplinados, mas como minoria. O corpo da instituição deve se devotar à seu mister e respeitar a disciplina e hierarquia preconizada e exigida pela Lei. 

  8. Legal. Tem uma outra coisinha

    Legal. Tem uma outra coisinha que a PF e o Ministério Público deveriam investigar também: as contribuições de campanha que Marina Silva está recebendo do Itaú e da Natura, duas empresas que juntas devem quase 1 bilhão de reais ao fisco.

    O caixa de campanha de Marina Silva será penhorado?

    • Sim e já temos até morto

      Sim e já temos até morto fazendo doações… Como morto não doa nada, roubaram o falecido! Tudo, cai na conta do Eduardo Campos, é avião sem dono, é arrecadação… Todos os partidos deveriam fazer a mesma coisa… Ah, isso aí? Não sei de nada, não; foi o Eduardo Campos que agitou pra gente…

  9. PRA QUE SERVE O MINISTRO?

    Pra que serve o Ministro da Justiça? Antes servia para alguma coisa. Hoje, principalmente o atual, não serve para nada! Pq Dilma insiste com ele,  não sei …

  10. Terrível Estadão!

    Editorial do Estadão: “É ainda muito pouco – e incerto – o que acaba de vir a público do esquema de corrupção na Petrobrás, a partir das informações que o ex-diretor de abastecimento da empresa Paulo Roberto Costa teria repassado ao Ministério Público e à Polícia Federal desde que começou a contar o que saberia sobre o pré-sal de lama na petroleira.”   Então quer dizer é muito pouco, e mais ainda, incerto (enfatizado) que as denúncias da Veja ….. mesmo assim há um pré-sal de lama (e não um mar de lama para não repetir Lacerda, queridinho dos Mesquita). Que horror! Como entrar em tamanha baixaria em apenas um parágrafo, e descaradamente se desmentir!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome