Policiais militares puxam mobilização pró-Bolsonaro em 07 de setembro

Oficiais da ativa e da reserva de pelo menos seis estados convocam para manifestações contra STF e autoridades

Foto: Wandemberg Belém/SVM

Jornal GGN – Governadores tem mostrado preocupação com a recente mobilização de policiais militares nas redes sociais: oficiais tanto da ativa como da reserva têm procurado mobilizar seus seguidores e colegas de categoria para as manifestações em 07 de setembro, com sucessivas postagens criticando STF, autoridades e a favor do presidente Jair Bolsonaro.

Levantamento do jornal O Estado de S.Paulo revela que essa postura tem se espalhado por pelo menos seis Estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Espírito Santo, Ceará e Paraíba).

Quer apoiar o jornalismo independente do GGN? Clique aqui e saiba mais

A convocação aos atos pró-Bolsonaro parte de militares das mais diversas patentes e, na Internet, o movimento conta com o apoio dos deputados-policiais, que tem as tropas como base de apoio.

Em resposta, o governador de São Paulo João Doria (PSDB) afastou o chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 da Polícia Militar de São Paulo, coronel Aleksander Lacerda, que usou as redes sociais para afirmar que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), é “covarde”, que Doria é uma “cepa indiana” e que Rodrigo Maia (RJ), nomeado secretário de Projetos e Ações Estratégicas de São Paulo, é beneficiário de esquema “mafioso”.

Leia Também

Policiais militares seguirão o Exército em caso de “ruptura institucional”

7 de setembro pode ser sim o dia do golpe que nos levará ao verdadeiro fundo do poço, por Rogério Maestri

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora