Provas de ligação de Eduardo Bolsonaro com ataques das Fake News são levados por Frota à PF

Frota levou aos investigadores os números de IPs de computadores de Brasília e do Rio, identificados como os disseminadores de Fake News

Foto: Divulgação

Jornal GGN – Dados da CPMI das Fake News ligam Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) diretamente ao esquema de ataques virtuais da família e do gabinete do ódio do governo Bolsonaro contra opositores.

As informações foram dadas pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) à própria Polícia Federal (PF), na semana passada, segundo a coluna Painel, da Folha. Frota teria levado diretamente aos investigadores os números de IPs de computadores de Brasília e do Rio, que teriam sido identificados como os disseminadores de fake news.

E estes IPs estariam ligados diretamente a um email do filho do presidente, o “[email protected]”. Dois deles, inclusive, seriam de residências ou imóveis ligados a Eduardo Bolsonaro, um no Rio de Janeiro, e outro em Brasília. Os dados teriam sido obtidos pela CPMI das Fake News, que ainda tramita no Congresso.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora