Queiroz ficará em casa, decide Gilmar Mendes

Com esta decisão, Gilmar anula aquela tomada pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que determinou que Queiroz voltasse para o regime fechado.

Jornal GGN – Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, ficará em casa. E isso é possível por habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A prisão domiciliar foi mantida. A informação é de Monica Bergamo, da Folha.

Gilmar usou como argumento que os fatos narrados para determinar a prisão não têm atualidade, são de 2018 e 2019, e não justificariam a permanência do ex-assessor de Flávio na prisão.

Com esta decisão, Gilmar anula aquela tomada pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que determinou que Queiroz voltasse para o regime fechado. O mandado de prisão emitido pelo Tribunal de Justiça do Rio perde a validade.

Gilmar estendeu a decisão à mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora