Queiroz ficará em casa, decide Gilmar Mendes

Com esta decisão, Gilmar anula aquela tomada pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que determinou que Queiroz voltasse para o regime fechado.

Jornal GGN – Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, ficará em casa. E isso é possível por habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A prisão domiciliar foi mantida. A informação é de Monica Bergamo, da Folha.

Gilmar usou como argumento que os fatos narrados para determinar a prisão não têm atualidade, são de 2018 e 2019, e não justificariam a permanência do ex-assessor de Flávio na prisão.

Com esta decisão, Gilmar anula aquela tomada pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça, que determinou que Queiroz voltasse para o regime fechado. O mandado de prisão emitido pelo Tribunal de Justiça do Rio perde a validade.

Gilmar estendeu a decisão à mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Zé Sérgio

- 2020-08-15 16:11:19

A rapidez com que o Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista tem em defender a Bandidolatria. Tamanha rapidez é a realidade do Poder Judiciário Fascista, que mantém a Estrutura da NecroPolítica, nestes 40 anos de Redemocracia? Ou tamanha celeridade é apenas para se protegerem da Sociedade Brasileira, que ainda crê que está sob o manto de uma pseudo Constituição Cidadã? Como vemos com Queiroz, alguns são mais Cidadãos que os outros. E as outras dezenas de Deputados e suas Movimentações Financeiras e 'Rachadinhas Milionárias' apenas no Parlamento Fluminense? Onde está seu apego e censo de justiça, Chefe dos Jagunços? Pobre país rico. Bandido defendendo Bandido, enquanto fazem o Brasileiro assistir ao Circo de Horrores. Mas de muito fácil explicação.

peregrino

- 2020-08-15 15:57:40

Realmente na atualidade não há evidente existência de crimes que justifique o regime fechado... justo, portanto, concluir que a prisão domiciliar já traz uma restrição de liberdade suficiente no popular: problema principal é que prenderam a pessoa errada Ou certa, com a finalidade de dificultar cada vez mais que se chegue ao patrão..............já cruzaram até com anjos e demônios, e nunca chegam. Este sim, já impregnado até a alma de vidente existência de crimes Se liga gente, porque das 3 manobras possíveis, até agora usaram apenas uma que por si só já poderia ter levado a um flagrante erro judiciário.

Helena

- 2020-08-15 12:59:49

Está tudo dominado no judiciário. Infelizmente, quando pensamos que Gilmar Mendes esta evoluindo, ele dá 2 passos para trás. Enquanto isso o caso do Lula e da suspeição do Sejumoro vai esquentando a gaveta. E os bolsominions estão comemorando o "grande feito" do Gilmau Mendes.

Vladimir

- 2020-08-15 11:39:09

Muito coerente está decisão para quem impediu a nomeação do presidente Lula para o ministério da presidenta Dilma. Com o supremo,com tudo.

fel

- 2020-08-15 10:42:11

Já que deixou o qeiroz em casa, porque o Gilmar não suspende o moro da vida do Lula?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador