Quem tem medo de Gilmar Mendes?, por Felipe Pena

gilmar_mendes_1.jpg

Jornal GGN – No blog Contra a corrente, do jornal Extra, o jornalista Felipe Pena afirma que escreveria sobre um ministro do Supremo Tribunal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral, mas que foi alertado por um colega de que ele sofreria um processo na Justiça.

O colunista, também avisado da ausência de críticas sobre a conduta do ministro na imprensa nacional, decidiu que não escreveria sobre um ministro que discute reforma política com delatados da Lava Jato, que relativiza o caixa 2, que comemorou o aniversário de um senador que pode ser réu no tribunal do qual faz parte, que participa de jantares na palácio do presidente que é réu no TSE, e que também não faria nenhuma linha um ministro que comenta casos que poderá julgar, antecipando votos e ferindo a lei da magistratura.

Leia mais abaixo:

Do blog Contra a Corrente

Quem tem medo de Gilmar Mendes?

por Felipe Pena

“Felipe, ele vai te processar e a tua vida vai virar um inferno” – disse um amigo, jornalista e editor, quando anunciei o título deste artigo.

Imediatamente, desisti de escrevê-lo.

Ontem, um ministro do STF abriu os salões de sua casa para comemorar o aniversário de um senador do PSDB que poderá ser réu em um tribunal do qual ele faz parte, mas não escreverei sobre isso.

Ontem, um ministro do STF, que também é presidente do TSE, discutiu a reforma política com delatados na lava-jato, mas não escreverei sobre isso.

Anteontem, o presidente da república nomeou o primo de um ministro do STF para o cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes, mas não escreverei sobre isso.

No dia anterior, um ministro do STF relativizou o crime de caixa dois e disse que o ato ilícito era uma opção das empresas, mas não escreverei sobre isso.

Há meses, um ministro do STF vem comentando casos que poderá julgar, quase antecipando votos, o que fere a lei da magistratura, mas não escreverei sobre isso.

Há meses, um ministro do STF, que também é presidente do TSE, participa de jantares no palácio de Michel Temer, que é réu no mesmo TSE e será julgado pelo tal ministro, mas não escreverei sobre isso.

Há anos, um ministro do STF busca os holofotes da mídia e age de forma partidária, mas não escreverei sobre isso.

Meu amigo, o jornalista, tem razão. Ele, que também é editor de um jornal concorrente, me alertou para a ausência de críticas sobre a conduta do ministro na imprensa nacional e recordou a frase de outro ministro, dita no Palácio Laranjeiras, em 13 de dezembro de 1968.

“Às favas com os escrúpulos!”

O amigo faz questão de lembrar que eram outros tempos. Naquele dia de 1968, estávamos assistindo ao golpe dentro do golpe.

Hoje, não. Hoje, vivemos numa democracia.

Por isso, não escreverei nada.

Às favas com o artigo!

Felipe Pena é jornalista, escritor e psicanalista. Doutor em literatura pela PUC-Rio, com pós-doutorado pela Sorbonne III, foi visiting scholar da NYU e é autor de 15 livros, entre eles o ensaio “No jornalismo não há fibrose”, finalista do prêmio Jabuti.

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora