Reajuste do minério de ferro

Rio Tinto baixa preço do ferro em 33%

A mineradora europeia Rio Tinto disse, na terça-feira, que tinha chegado a um acordo com siderúrgicas japonesas para um corte de 33% nos preços do minério de ferro para 2009-10, em um negócio que poderia salvar o sistema de negociações anuais dos preços de referência, mas que abre a porta para uma batalha com a China. O acordo com as siderúrgicas Nippon Steel, JFE Steel e outras fábricas japonesas menores chega no momento em que as negociações entre as siderúrgicas chinesas e as mineradoras Vale, do Brasil, Rio e BHP Billiton (Europa), permanecem em impasse, e que se estenderam para além do prazo tradicional de 1 de abril. A China, maior importadora de minério de ferro, está exigindo um corte de 40% a 50% no preço, e seus principais negociadores têm advertido que não aceitam um ajuste menor do que o de “referência”, independentemente do que japoneses, sul-coreanos, taiwaneses e outros europeus tenham acertado. As grandes mineradoras ameaçam ajustar seus preços no mercado spot.

Clique aqui


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora