Richa vira réu por suposto ilícito na Prefeitura de Curitiba

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – Beto Richa (PSDB) virou réu na 23ª Vara Federal de Curitiba por corrupção supostamente praticada na época em que ele era prefeito de Curitiba, entre novembo de 2006 e dezembro de 2008. Segunda a denúncia, houve emprego ilegal de verbas da saúde que somam R$ 100 mil.
 
Os recurso deveriam ter sido empregados na reforma e construção de unidades de saúde. Richa, por outro lado, afirma que não houve corrupção nem prejuízo ao erário, pois o dinheiro não aplicado na saúde teria sido devolvido ao programa de origem.
 
“Em sua decisão, o juiz Nivaldo Brunoni anotou que ‘a materialidade do delito e os indícios de autoria estão sinalizados em Procedimento Investigatório Criminal’. O magistrado mandou citar Beto Richa e deu 10 dias para a defesa do tucano apresentar resposta à acusação”, acrescentou o Estadão.
 
O ex-governador tucano abriu mão do mandato para disputar uma vaga no Senado. Sua defesa alega que esse processo é de competência da Justiça estadual.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. desvia…

    usa na campanha

    é eleito

    e desvia de outra área para devolver

    aí não é crime, é isso?

    se for isso é uma das melhores jogadas dos tucanos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome