Secretários estaduais de SP são acusados de receber propina de cartel

Sugerido por Assis Ribeiro

Do Valor

 
O ex-diretor da Siemens, Everton Rheinheimer, afirmou em depoimento sigiloso à Polícia Federal ter ouvido de um diretor da CPTM que políticos ligados ao governo de São Paulo recebiam propina de empresas do cartel dos trens. 
 
Entre os citados, estão dois secretários de Estado do governo de Geraldo Alckmin (PSDB): Edson Aparecido (PSDB), chefe da Casa Civil e número dois do governo, e Rodrigo Garcia (DEM), secretário de Desenvolvimento Econômico. Rheinheimer afirma que o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS-SP) e o deputado estadual Campos Machado (PTB), também recebiam suborno do esquema. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

O depoimento com os nomes foi o segundo que o ex-diretor prestou à PF num acordo de delação premiada em troca de uma pena menor.
 
Por conta desses novos indícios, a Justiça Federal em São Paulo enviou a investigação para o Supremo Tribunal Federal (STF). Os parlamentares só podem ser investigados em inquérito conduzido pelo Supremo.
 
Rheinheimer também participou do esquema de pagamento de propina e temia ser punido por isso. O executivo disse, porém, não ter provas contra os políticos.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

10 comentários

  1. Quando é contra o PT, palavra

    Quando é contra o PT, palavra de doleiro tem o peso de prova material. Vamos ver se palavra de ex-diretor de multinacional vai ter o mesmo peso em se tratando de acusação contra demo-tucanos.

  2. Enquanto isso, eles

    Enquanto isso, eles permanecem nos seus respectivos cargos, até porque nada aconteceu ou foi provado. Assim se manifesta o Governador “Geraldo”  e o Senador Aécio acrescenta “se recebeu propina alguém do PSDB tem que ir preso”, numa afirmação categorica e com a certeza da IMPUNIDADE que assola esse seu partido. Os “coitados” dos fiscais do ISS já estão “culpando” as “moças” pagas pelos desvios realizados…………S.Paulo é o estado da piada PRONTA.  Cadê o Helicóptero e que são os TRAFICANTES?

  3. Tudo isto acontecendo e a

    Tudo isto acontecendo e a mídia até hoje investigando o dono do hotel e nem fala seu nome, insiste em dizer o amigo do Dirceu, e o bilhões desviados pelos tucanos não é notícia e o 450 kg de cocaína que estava no helicópetro do  Perrela, amigo do Aécio e que é da firma do filho do perrela, isto não é assunto também para nossa mídia.

  4. Tucano não é passaro de

    Tucano não é passaro de gaiola!

    Quem pode pode ..a mídia é deles…( por enquanto), mas o jogo começa a virar

    vai sobrar para a editora ..já ja.

  5. Alckimin não dispensou seus

    Alckimin não dispensou seus Secretários. Portanto, devemos concluir que ele está envolvido na patranha. Simples assim. 

  6. Perguntar não ofende. Por

    Perguntar não ofende. Por qual motivo o MP mandou o Alckmin reescrever aquele calhamaço que, eufemisticamente, ele chamou de “ação”?

    Muito papel, pouca palavra. É o trololó aplicado ao universo jurídico.

    Só por isso (dá pra perceber que sou legal, pois deixo “o resto” de lado?), já merece minha desconfiança.

     

  7. Paulista amam ser roubados, 20 anos de ROUBO.

    Paulista detesta o PT, mas adora ser roubado pelos do PSDB. Curte um engomadinho tucano passando a mão no seu dinheiro suado e vai no face gritar contra a Dilma.

     

    Pobre SP haja miséria!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome