Temer pede separação das contas de Dilma em alegações finais ao TSE

 
dilma_e_temer_3.jpg
 
Jornal GGN – A defesa de Michel Temer entregou ao Tribunal Superior Eleitoral as alegações finais referentes ao processo movido pelo PSDB que pede a cassação da chapa eleita em 2014. A peça, com 55 páginas, pede, entre outras coisas, a separação das contas de Temer e Dilma.
“(…) reitera-se a apreciação das condutas individualmente, por não haver rigorosamente nenhum apontamento em relação ao Presidente MICHEL TEMER, devendo a demanda ser julgada improcedente no que toca ao REPRESENTADO e mantido o seu mandato na Presidência da República.”
 
Além da separação, Temer pede que as delações da Odebrecht usadas no processo sejam anuladas por pelo menos dois motivos: primeiro, porque foram requisitados pelo relator, ministro Herman Benjamin, motivado por reportagens de jornais, e não a pedido do Ministério Público. Segundo, porque as delações foram vazadas à imprensa.
 
O terceiro pedido de Temer é que as demandas do PSDB sejam julgadas improcedentes e que o peemedebista mantenha-se no cargo.
 
É possível ler o documento na íntegra aqui.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome