TRF-4 recebe pedido para que Lula entregue o passaporte, evitando suposto exílio

Foto: Ricardo Stuckert
 
 
Jornal GGN – O Estadão publicou nesta quinta (25) que fois advogados, Carlos Alexandre Klomfahs e Rafael Costa Monteiro, entraram no TRF-4 com dois pedidos separados, mas com o mesmo objetivo: obrigar Lula a entregar o passaporte e barrar a viagem rumo à África. O argumento? Risco de que o ex-presidente peça “asilo político” na Etiópia.
 
“Esses são os fatos gravíssimos que nos levam a representar a esta Egrégia Turma, a provocação processual para que, de ofício, decrete a entrega do passaporte ao juízo de 1.º grau, como medida preventiva, em face das circunstâncias e peculiaridades do caso e das condições pessoais do condenado em segunda instância de ter sido presidente da República e de ter grande probabilidade de articulação com personagens e políticos esquerdistas de outros países, para a concessão de asilo político, escapando assim e frustrando toda a aplicação da Lei Penal e Processual Penal aos crimes confirmado em segunda instância”, requereu Klomfahs.
 
Se o TRF-4 não quiser pedir o passaporte, a sugestão foi que destacasse uma equipe da Polícia Federal para monitorar as saídas de Lula do País.
 
O advogado Rafael Costa Monteiro também afirma, em sua petição, que atua “em nome da sociedade brasileira.”
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora