TSE barra candidatura de Garotinho e proíbe campanha

 
Jornal GGN – O Tribunal Superior Eleitoral rejeitou por unanimidade, na quinta-feira (27), a candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao governo do Rio. Os ministros decidiram que a campanha deve ser suspensa imediatamente, sendo Garotinho proibido de continuar na disputa eleitoral, ainda que caibam recursos em outras instâncias. 
 
Ele foi barrado pela Lei da Ficha Limpa, por ter sido condenado, em maio, por improbidade administrativa.
 
A decisão do TSE confirma a do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, que no começo de setembro também indeferiu o registro de candidatura de Garotinho por unanimidade. 
 
O ministro Og Fernandes, relator do caso, havia concedido liminar para permitir Garotinho fazer campanha até que a ação fosse analisada pelo plenário do TSE, mas a decisão provisória foi suspensa com a abertura do julgamento no mérito.
 
Votaram contra Garotinho os ministros Admar Gonzaga, Tarcísio Vieira, Jorge Mussi, Alexandre de Moraes (que substituiu Luís Roberto Barroso), Edson Fachin e Rosa Weber.
 
Ao O Globo, Garotinho disse que vai recorrer no próprio TSE e no Supremo Tribunal Federal. Na visão do ex-governador, o tribunal foi induzido a erro. “O TSE tomou a decisão movido por decisões erradas do TRE-RJ, dominado por alguém que eu denunciei na notícia-crime da Lava Jato: sr. Luiz Zveiter [ex-presidente do Tribunal de Justiça]”, afirmou ele.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. Tem de dar exemplo

    Nassif: na verdade esse caso da menino de ouro só se complicou por conta do SapoBarbudo. Não fosse ele e esse dava um banho de votos nos caras. Mas se lascou, porque os do sul não podem limpar a barra dele e deixar como esta a de NoveDedos.

  2. Sempre alertei aqui que essa

    Sempre alertei aqui que essa lei tinha alvo certeiro: Lula. Dificil acreditar que foi ele mesmo quem sancionou a dita lei.

    A coisa mais facil do mundo é condenar uma politico por qq crime, principalmente se esse politico for de esquerdo, devido ao ativismo politico de grande parte do judiciario e do mp. Para mim é uma lei boba, não serve para nada, a não ser tirar grandes nomes da politica, como Lula e outros.

    Como pode um partido no governo se deixar enganar por falsas verdades e aprovar uma lei dessas. O PT é vitima de seus proprios erros. Onde estavam os pensadores do partido, os pragmaticos (se é que existem)?

    Outro erro foi o empoderamento absurdo do mp e da pf, sem falar nos homens de toga. No final, esses mesmos orgãos empoderados se voltaram contra quem os deu poder. Uma simples leitura nos classicos da literatura politica já resolveria isso.

  3. Ele foi barrado pela Lei da

    Ele foi barrado pela Lei da Ficha Limpa da Globo, por representar uma ameaça aos interesses da emissora. Além disso, Garotinho representaria a possibilidade de palanque para Haddad no RJ, no segundo turno.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome