Brasil registra marca de 400 mil mortes pela Covid

O cenário trágico é marcado pela inércia do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a crise sanitária

Poder360

Jornal GGN – São 400.021 vidas brasileiras perdidas para a Covid-19.  A marca devastadora foi registrada por volta das 12h40 desta quinta-feira, 29 de abril, pelo consórcio da grande mídia, que contabiliza os índices a partir dos dados das secretarias estaduais de Saúde.

O índice é registrado 14 meses após a detecção da doença no país e apenas 37 dias depois de registrar 300 mil mortes. O número fica atrás apenas dos Estados Unidos (574 mil).

Desde março do ano passado, uma em cada cinco mortes notificadas no país é decorrente da doença, uma média de 21,7%,  segundo informações da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), entidade que representa todos os cartórios do país.

O cenário trágico é marcado pela inércia do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a crise sanitária, responsável pela falta de vacina e contra as medidas de proteção para conter a disseminação do vírus.  A postura do Executivo, no entanto, agora será investigada pela CPI da Covid, instalada no Senado Federal.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora