Indústria automobilística e o desastre da experiência neoliberal, por Luis Nassif

É impressionante que um tema dessa gravidade não passe pelo binóculo de Paulo Guedes, cujo Ministério absorveu as funções do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

Os dados de licenciamento da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Autoveículos) é uma amostra do tamanho da crise brasileira.

No acumulado de 12 meses em setembro de 2021, em relação a setembro de 2020, a produção aumentou 8,55%. Mas está 27,55% abaixo de setembro de 2019 e 39,72% abaixo de setembro de 2014, pouco antes de começar o desmonte neoliberal do país..

Quando se analisa o mercado interno, através do Licenciamento Total de Veículos, há um aumento de meros 0,35% em relação a setembro de 2020, mas uma queda de 24,07% em relação a setembro de 2019 e de 39,72% em relação a setembro de 2014.

Apos a queda substancial da produção no ano passado, houve uma pequena recuperação, mas impedida pela ausência de peças. É impressionante que um tema dessa gravidade não passe pelo binóculo de Paulo Guedes, cujo Ministério absorveu as funções do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vladimir

- 2021-10-11 10:35:09

Mais uma promessa de campanha sendo cumprida: Voltar 30 anos !

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador