A Lava Jato e a face do mal, por Ciro Medeiros

moro_marcelo_camargo_agbr.jpg
 
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
 
 
Por Ciro Medeiros
 
 
O caos, na prática, significa que as pessoas se comportarão cada vez mais – com uma frequência cada vez maior – como se fossem psicopatas. Isto se trata de uma sociedade de traidores imprevisíveis e mentirosos compulsivos. Isto contaminará tudo na sociedade, inclusive as instituições que nós esperamos que garantam nossa segurança; nessas circunstâncias, interpretações irracionais da lei (para beneficiar a uma das partes) deixa de ser motivo de vergonha quando descoberta e passa a ser motivo de prazer, regado a sorrisos maliciosos – injustiçar alguém e assistir sua indignação e sofrimento é uma forma de experimentar o poder, assim como o é a experiência da desigualdade. Ambas entorpecem e viciam.   

 
Aparentemente, existem certos traços de personalidade que são incompatíveis com a vida civilizada – uma cultura que não reprime esses traços se coloca no caminho para a barbárie. No entanto, como seria possível reprimir esses traços em uma economia capitalista de viés neoliberal? Economia, cultural e traços de personalidade… eis os elementos do jogo. 
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

14 comentários

  1. Acho que o maior inimigo do

    Acho que o maior inimigo do país é a mídia brasileira. A grande maioria do povo se (des)informa pela mídia, que como se pode constatar tem lado. Assim, fica difícil as pessoas obterem informações críveis e que possam mostrar o quanto são manipuladas pela mídia de nosso país. É incrível o ódio destilado contra partidos progressistas que a mídia destila. Realmente fica difícil. Não existe imparcialidade. 

    • A Globo corrompe a consciência

      Elizabeth

      Penso exatamente como você. E não tenho receio de afirmar: a Globo é a maior inimiga do Brasil.

      O poder da Globo é incompatível com a Democracia. Todos os golpes no Brasil tiveram a participação da Globo.

       

  2. “Isto se trata de uma

    “Isto se trata de uma sociedade de traidores imprevisíveis e mentirosos compulsivos”:

    Canalhas em serie + trairas em serie + gigolas em serie?

    Onde foi que eu ja vi isso mesmo?

  3. Disse tudo!
    Outro dia ouvi de
    Disse tudo!
    Outro dia ouvi de um advogado como havia ganho $20 mil num processo de $35 mil!
    Sua cliente perguntou sobre a possibilidade de sucesso numa demanda, ele, sem convicção, disse que eram boas! Ela ‘vendeu’, para ele, o ‘risco’ por $15 mil… Ele tinha certeza da vitória, uma barbada, pagou $15 mil, recebeu $35 mil, embolsou $20 mil… Esse mesmo advogado bateu panelas contra a corrupção!!!
    Viva o Brasil!

    • Bem lembrado!

      Curiosamente, esses dias mesmo lembre das semelhanças entre o Caso Panair e esse desmantelamento das empresas brasileiras nesse lamentável momento de nossa história.

  4. Comentário ao post “Xadrez dos abusos no caso Eduardo Guimarães”

    Não vivi na Alemanha nazista, mas ancestrais de origem Italiana presenciaram o fascismo, e fazendo um paralelo com o TEXTO descrito (“Xadrez dos abusos no caso Eduardo Guimarães”) nos indicam semelhanças nas praticas de Entidades do Estado que deveriam proteger o Cidadão e não extorqui-lo dos seus direitos Civis conquistados na Historia da Humanidade … aonde estamos indo afinal com estas praticas no Brasil de hoje … isto cheira a volta a um passado descrito pela Historia como o evento mais catastrófico proporcinado do seculo XX … 

  5. O maior absurdo de todos é

    O maior absurdo de todos é Moro dar decisões em um caso de uma pessoa sobre a qual ele já fez uma representação, ou seja, uma pessoa sobre a qual ele está em litígio. 

    Isso é o cúmulo do absurdo. 

    Qualquer cidadão comum, ainda que bestializado, como a grande maioria está, vai entender que isso não pode jamais ocorrer. 

    Imagine só, a pessoa ser julgada por um Juiz e este mesmo juiz estar processando a mesma pessoa por outro motivo qualquer ?

    É preciso que isso seja espalhado aos quatro cantos, pois isso é um absurdo tão grande, mas tão grande que talvez alguem se aperceba que o Moro tem que ser punido por ter tomado tal atitude. E ainda, a decisão tomanda, no caso, foi arbitrária, de condução coercitiva. 

    Será que o Barroso acha normal um juiz julgar uma causa, estando processando o réu ? Será que quando ele era advogado já viu algum caso assim ?

  6. Porque?

    Porque nos sentinos violentados, torturados, ultrajados e enojados e os responsáveis pela constituição e pela democracia se calam e fingem nada ver, ouvir, ou ler? O que explica esta aberração?

    Não têm medo da história? 

    • Aparentemente não

      Alguns estão inibriados pelo poder e outros se borrando nas calças… Falo dos que participam.

      Já o povão, ou seja, 80% da população, está olhando para uma tela de LCD

  7. O efeito Globo/Mossack-Fonseca.

    Com frequência recebemos dos amigos atordoados pelo efeito Globo/Mossack-Fonseca aqueles vídeos falando do quanto se gasta com o Congresso, nas Assembléias Legisllativas e Camaras Municipais, com as verbas dos parlamentares e assessorias e tudo o mais. Insisto em contestar que essas despesas não devem ser a causa de preocupação, porque são casas que cumprem um papel importante e, se há alguns que não se prestam a isso nessas instituições, logo terão que prestar contas ao povo em eleições. O que deveria ocupar posição de destaque entre as preocupações dos amigos são as castas judiciárias corruptas e dominantes nas suas respectivas instituições. Essas, SIM, com papel de comparsas, em parceria com a Globo/Mossack-Fonseca são verdadeiros motivos de preocupação. Porque não podemos afastá-los por meios legais. São células cancerosas intangíveis entranhadas profundamente no tecido social brasileiro doente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome