Alcolumbre não deve colocar MP do emprego em pauta

Apesar do otimismo de Bolsonaro, presidente do Senado não deve pautar votação na próxima segunda-feira – e proposta irá perder validade

Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado Federal. Foto: Marcos Brandão/Senado Federal (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP) não deve colocar em pauta a MP do emprego Verde e Amarelo nesta segunda-feira (20/04), o que deve fazer com que a proposta do Executivo perca sua validade.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, a medida vai contra os interesses do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a declarar aos seus apoiadores neste sábado (18/04) que os senadores votariam a medida na próxima semana, chegando a se referir a Alcolumbre como seu “chapa”.

A medida provisória foi aprovada pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira, em votação que não teve consenso entre os parlamentares. O texto principal teve 322 votos a favor e 153 votos contra.

A votação da MP, que reduz impostos às empresas na contratação de jovens de 18 a 29 anos e pessoas acima de 55 anos, foi retirada da pauta do Senado na última sexta, quando deveria ter sido votada. Além disso, a retirada aconteceu após as críticas de Bolsonaro ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 

Leia Também
Senado Federal não vai votar MP do Emprego Verde e Amarelo
Pandemia deve seguir conduzida por Estados, Congresso e STF, dizem analistas
Corte de salário e de jornada de trabalho serão definidos individualmente

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora