Bolsonaro age como ‘cupim’ contra democracia, diz Mello Franco

Em artigo, jornalista afirma que presidente corrói instituições por dentro e já roeu parte dos pilares erguidos pelos constituintes

Foto: Marcelo Camargo (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – O jornalista Bernardo Mello Franco comparou o presidente Jair Bolsonaro com um ‘cupim’ ao falar sobre sua atuação na presidência ao corroer as instituições por dentro, colocando a democracia em risco.

Em artigo publicado no jornal O Globo, Mello Franco diz que ‘o cupim Bolsonaro’ já comprometeu parte dos pilares erguidos pelos constituintes ao aparelhar órgãos de controle e corromper a confiança no sistema eleitoral, por exemplo

“Em sua marcha autoritária, o capitão domesticou a Polícia Federal, a Receita e a Abin. Subjugou o Exército para proteger um general de estimação. Transformou o Ministério da Justiça numa usina de processos contra adversários políticos. Estimulou grupos extremistas a pregarem o golpe e o fechamento do Supremo”, afirma o jornalista, ressaltando ainda a organização de aparatos que sejam favoráveis ao presidente, como se reproduzisse a lógica das milícias.

Mello Franco lembra que, nos últimos dias, documentos encaminhados à CPI da Pandemia revelaram que o presidente agiu como lobista dos laboratórios que produzem cloroquina e, caso o caminho do dinheiro seja seguida, “a comissão pode virar um inseticida contra o cupim do Planalto”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome