Bolsonaro diz que não disse o que disse em manifestação de apoio à intervenção

Ele afirmou que é democracia, com tudo transparente e aberto. Questionado sobre sua presença na manifestação do dia anterior, Bolsonaro disse que era apenas apoio ao Exército.

Foto Antônio Cruz - Agência Brasil

Jornal GGN – Comprovando a prática do morde-e-assopra, Jair Bolsonaro, presidente, disse hoje que defende o Congresso e o Supremo Tribunal Federal abertos e operantes. O mandatário diz isso um dia depois de dar seu aval, comparecendo em uma manifestação que pedia intervenção nas duas instituições. Depois do fato de comparecer ao ato Bolsonaro foi criticado por parlamentares e ministros do STF.

Hoje, segunda, dia 20, um dia depois, na conversinha com a imprensa, que fica no cercadinho do Palácio da Alvorada, um seguidor pediu a Bolsonaro que fechasse o STF. Prontamente, o presidente disse que não concordava. E, ato contínuo, defendeu o fim do isolamento ainda esta semana.

Ele afirmou que é democracia, com tudo transparente e aberto. Questionado sobre sua presença na manifestação do dia anterior, Bolsonaro disse que era apenas apoio ao Exército. Disse que respeitava as instituições citadas e que nunca falou contra outro poder, ‘muito pelo contrário’.

Disse, ainda, respeitar a Constituição. E soltou: ‘O pessoal geralmente conspira para chegar ao poder. Eu já estou no poder. Falta um pouco de inteligência para quem me acusa de ser ditatorial. Eu sou realmente a Constituição’.

Depois, destituiu Deus do ‘acima de tudo’ e colocou, no seu lugar, a democracia e liberdade. A ver.

Com informações de O Globo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora