Bolsonaro diz que “não está previsto” mudar ministros, mas não nega

Por outro lado, disse que o ministro da Educação não sairá em nenhuma hipótese: "Weintraub, você não sai mais daí"

Foto: Marcos Corrêa/PR

Jornal GGN – Após correr pelos bastidores do governo que haverá em 2020 uma mudança ministerial pelo presidente Jair Bolsonaro, o mandatário disse na manhã desta segunda (16) que “não está prevista” modificação de gabinete. Entretanto, não negou por completo a possibilidade.

“Não está previsto mudar. É como perguntar se está previsto eu me separar da minha mulher, não está previsto”, foi a resposta de Bolsonaro, ao sair do Palácio da Alvorada, pela manhã.

Neste final de semana, os jornais trouxeram destaque para a possibilidade de que Bolsonaro retire os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Abraham Weintraub, da Educação, e Bento Albuquerque, de Minas e Energia, e que isso ocorreria até fevereiro deste ano.

Por outro lado, apesar de negar que seja um de seus planos a mudança de gabinete, Bolsonaro disse que o ministro da Educação não sairia em nenhuma hipótese: “De acordo com as críticas que ele sofre, por exemplo, o Weintraub, de acordo com os jornalistas que o criticaram, eu disse: ‘Weintraub, você não sai mais daí’”, disse.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador