Bolsonaro recorre no STJ para não divulgar resultados de Covid-19

Nesta quarta (06), o desembargador André Nabarrete, do TRF-3, manteve a obrigação. "A sociedade tem que se certificar que o Sr. Presidente está ou não acometido da doença"

Jornal GGN – Após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinar que Jair Bolsonaro apresente todos os resultados de exames de Covid-19, a Advocacia-Geral da União entrou com recurso e insiste em não entregar tais resultados.

O pedido foi protocolado pelo jornal Estado de S.Paulo, e as duas primeiras instâncias – Justiça Federal de São Paulo e Tribunal Regional Federal da 3a. Região – garantiram o direito de acesso à informação sobre o estado de saúde do presidente da República.

Nesta quarta (06), o desembargador André Nabarrete, do TRF-3, manteve a obrigação. “A sociedade tem que se certificar que o Sr. Presidente está ou não acometido da doença”, disse o desembargador.

Entretanto, no STJ o caso está sob a relatoria do ministro João Otávio de Noronha, que já adiantou ao jornal JOTA que “não é republicano” exigir a divulgação dos exames. “Não é porque o cidadão se elege presidente que não tem direito a um míniko de privacidade”, afirmou.

SERGIO MORO É A PAUTA DO NOVO PROJETO JORNALÍSTICO DO GGN.
CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora