Brasil continua líder em mortes diárias por Covid-19

O Brasil não é somente o segundo com maior número de contágios. É o país com maior mortes diárias e, ao contrário dos EUA, estes números não param de aumentar

Foto - VICTOR MORIYAMA/GETTY IMAGES

Jornal GGN – Ao se comparar o Brasil com o restante do mundo, o país é o que apresenta a segunda pior curva no avanço do coronavírus, ficando atrás somente dos Estados Unidos, e sem uma previsão de estabilidade na pandemia. Ainda, o Brasil superou os EUA no quantidade diária de mortos por Covid-19 que se manteve ao longo da pandemia. Estes números podem ser visualizados em estudo de pesquisadores do laboratório GDISPEN (Grupo de Dispersão de Poluentes & Engenharia Nuclear) da Universidade Federal de Pelotas.

Os investigadores cruzaram os dados do Brasil com os demais países, segundo os números divulgados pelo Ministério da Saúde do Brasil, a Universidade John Hopkins, a Organização Mundial de Saúde e o Worldometeres, consultados no último 5 de junho.

Ainda, ao serem cruzados, os dados mostram que se o Brasil está atrás dos Estados Unidos para o número acumulado de infectados pelo novo coronavírus, ultrapassa as proporções quando se analisa o crescimento diário, chegando a ser superior do país que lidera o ranking de contágios no mundo.

Desde que cada país atingiu o número de 100 contagiados, o Brasil superou os informes diários dos Estados Unidos a partir do dia 76, sofrendo uma baixa no dia 79 e voltando a ser o país com maior número de casos diários a partir do dia 82.

Conforme informaram os matemáticos do GDISPEN, “após o decréscimo do número de novos casos alguns dos países acompanhados por esta pesquisa estão aos poucos retornando ao seu cotidiano”, como vem ocorrendo na maioria dos países europeus. Mas esse retorno “gradual e controlado” constatado nos demais países não vem ocorrendo no Brasil.

“Vários dos países acompanhados por esta pesquisa têm apresentado gráfico com tendência descendente (diminuição contínua no número de novos óbitos). A China, epicentro da epidemia, praticamente zerou os óbitos por COVID-19, relatando apenas 31 óbitos desde o início de abril. Observa-se que Alemanha, França, Espanha, Itália, Bélgica, Irã, Turquia e Portugal têm apresentado menos de 100 novos casos diários, evidenciando que a epidemia está, a princípio, controlada. Reino Unido, Canadá e Estados Unidos apresentam mais de 100 óbitos diários.”

“Enquanto isso, no Brasil, Rússia, Peru, Índia, México e Chile o número de óbitos diários tem aumentado, o que é evidenciado pelas curvas de tendência”, concluiu.

 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora