Combate ao terrorismo será o foco da reunião do G20

Da Agência Brasil

Antália, na Turquia, é hoje o centro das decisões no combate ao terrorismo, na sequência dos atentados ocorridos na última sexta-feira, em Paris, que deixaram 129 mortos e 352 feridos.

O combate ao terrorismo já estava na pauta do encontro entre as 20 principais nações industrializadas e em desenvolvimento (G20), mas agora deve ganhar ainda mais força. 
 
O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse na sexta-feira que a União Europeia vai pedir que os líderes mundiais “respondam à ameaça terrorista extremista”.

 
O presidente francês, François Hollande, anunciou poucas horas depois dos atentados que não participaria da reunião de cúpula na Turquia. 
 
Os membros do G20 são: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Estados Unidos, França, Itália, Índia, Indonésia, Japão, México, República da Coreia (Coreia do Sul), Reino Unido, Rússia, Turquia e União Europeia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora