Comissão especial da Câmara aprova texto-base da reforma administrativa

A última versão do relatório de Arthur Maia (DEM-BA), em que foram retidos artigos que agradavam a oposição, foi aprovada com 28 votos favoráveis, contra 18

Deputado Arthur Maia (DEM-BA), relator da PEC da reforma administrativa na comissão especial da Câmara. | Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

Jornal GGN – A comissão especial da Câmara dos Deputados, criada para analisar a proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa, aprovou nesta quinta-feira, 23, o texto-base de autoria do relator Arthur Maia (DEM-BA). 

A reforma administrativa do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) foi enviada ao Congresso em setembro passado. O texto pretende alterar as regras do funcionalismo, que devem afetar os futuros servidores públicos. 

:: A PARTIR DE R$ 10 VOCÊ PODE AJUDAR A MANTER O JORNALISMO INDEPENDENTE DO GGN. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS ::

A última versão do relatório de Arthur Maia (DEM-BA), em que foram retidos artigos que agradavam a oposição, foi aprovada com 28 votos favoráveis, contra 18. Os deputados, no entanto, ainda irão analisar os destaques da matéria. 

Logo após, a PEC será votada pelo plenário em dois turnos, com necessidade de 308 votos para aprovação. Caso passe pela Câmara, o texto será encaminhado ao Senado Federal.

Leia também:

A incrível incapacidade de construir a terceira via, por Luis Nassif

Derrotar a PEC 32, por Paulo Kliass

Fora Bolsonaro para derrotar a Reforma Administrativa, por Thiago Duarte Gonçalves

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome