Como FHC ameaça a recuperação econômica

Até os anos 90, o PT foi um partido que, na oposição, jogava exclusivamente no negativismo. Foi contra assinar a Constituição, insurgiu-se contra o Plano Real, resistiu contra a desburocratização da economia e montou uma exercício continuado de disseminação de dossiês.

Naqueles tempos, o PSDB despontava como o lado racional, supostamente um partido de técnicos, intelectuais, com visão socialdemocrata, tão contra o dogmatismo que, quando Fernando Collor abriu as portas de seu governo, o então senador Fernando Henrique Cardoso e o deputado José Serra entraram em desabalada carreira porta a dentro. Foi preciso um safanão do então governador Mário Covas para conter seu ímpeto.

***

Quando o PT tornou-se poder, imaginou-se que finalmente o país caminharia para o aperfeiçoamento democrático. Como poder, o PT deixaria de lado o estilo carbonário. E, já tendo sido poder, o PSDB montaria uma oposição de peso, sem resvalar para a busca da desestabilização política – como ambos os partidos fizeram no impeachment de Collor.

***

O que se passa hoje no jogo político tucano – especialmente com FHC e Serra – é a reedição da irresponsabilidade petista. Com a diferença que o PT praticou o estilo carbonário na infância; e FHC e Serra exercitam na decrepitude.

Passada a guerra eleitoral, há um enorme desafio econômico pela frente, demandando bom senso, equipe econômica de peso, pacificação das guerras políticas no interesse de todos.

Em países maduros, o governo empreenderia as mudanças de rumo e a oposição permaneceria crítica, apontando erros e apresentando-se como alternativa. Depois do período da graça – que todo governo recebe – voltar-se-ia à carga, mas sem visar a desestabilização política econômica.

O governo sendo ou não bem sucedido, a partir do segundo ano a oposição já começaria a se preparar para a próxima campanha eleitoral, construindo candidaturas e propostas.

***

Não é esta a intenção de FHC e José Serra.

Ambos estão empenhadíssimos no “terceiro turno”, visando a qualquer custo manter o clima de guerra e desestabilizar politicamente o país.

Em seu artigo semanal para o Estadão, FHC insiste na tese da ilegitimidade do governo. É a mesma levantada em 1964 para justificar as ilegalidades dos Atos Institucionais.

A eleição de Dilma foi legal, mas não foi legítima, buzina o ex-príncipe dos sociólogos brasileiros. A legalidade não nos defende do bolchevismo, bradavam os generais que assinaram o Ato Institucional número 1. Se somos a parte legítima – pensam ambos – temos que nos sobrepor à parte legal.

***

É importante entender quem ganha ou quem perde com esse jogo.

Nem Serra nem FHC dependem do clima econômico para suas atividades. Portanto nada tem a perder com a desestruturação da economia, com a demora para a sua normalização. Pelo contrário, quanto mais desestabilizada a economia, mais fraco o governo, melhor para seus objetivos. 

Perderão as empresas como um todo, o mercado, o emprego, pagando o óbolo da ambição de dois políticos que, até pela idade, nada mais têm a ambicionar, que não a revanche, a vingança.

***

Há enorme dificuldade do cidadão comum em entender as implicações econômicas desses processos. Quando sobrevier o desemprego e a recessão, talvez caia a ficha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

181 comentários

  1. Que FHC e Serra agem como

    Que FHC e Serra agem como vírus oportunistas, não há a menor dúvida. Mas o maior responsável por essas duas fíguras minúsculas terem força é a própria Dilma = a maior imunidade que um governante pode ter no corpo de seu governo é a parte econômica. Os erros primários de Dilma abriram um flanco pelo qual os vírus oportunistas vão entrar. Agora ela foi obrigada a se valer de um antibiotico fortíssimo ( Levy ) para tentar evitar um desastre futuro. Se não der certo, aí o governo vai ter que ir para UTI. Gostaria que o artigo dissesse quem são as pessoas que não entendem as implicações econômicas desses processos. Se a resposta for os que querem pôr circo no fogo, claro que eles têm. A questão é que as consequencias do estouro da boiada – desemprego , recessão – não atinge nem eles e nem os seus. 

  2. corta o audio!

    essa gente fala besteiras através da mídia corporativa, oligopolizada por meia dúzia de ‘famiglias’, segundo altamiro borges, financiada com dinheiro público, qua abocanha 90% das verbas públicas de comunicação, seja institucional, seja das estatais públicas ou mistas.

    por que o governo dilma ainda não pôs um fim nessa bandalheira?

    será que a presidente ainda não percebeu que financiar essa imprensa reacionária está comprometendo o futuro do país?

    ela ainda não percebeu que seus eleitores são contra o financiamento público da mídia corporativa?

    até quando?

      • interessa o público

        o dinheiro dos grupos privados na mídia corporativa é problema deles; dos acionistas deles. já os recursos públicos, seja do estado, seja das estatais interessa a todos os cidadãos.

  3. Cair a ficha

    Ingenuidade sua achar que FHC ou Serra vao um dia “cair a ficha”. Eles sao como aqueles radicais do Hamas e suas contrapartes de Israel. Acham que estao certos (sem nenhum argumento) e que o outro lado sempre estará errado.

    São incapazes de verem seus passados (pais quebrado, aumento de divida pública mesmo com a venda do patrimônio nacional – telebras e vale) e agirem ao menos criticamente quanto ao futuro.

    Pelo menos Gilmar Dantas (segundo Noblat) é coerente. FHC e Serra, e agora Aécio, nem isso.

    • Onde é este país?

      Acho que vc vivi em outro país Bruno, falar que FHC quebrou o país, individado estava sim, mas foi ele que levou a nação a ser conhecida em todo mundo, que mudou a históra deste país, que estabilizou a moeda. Por que não reconhecer isso. Quanto a Dilma? Acabou com tudo o que foi conquistado, e agora querem até colocar uma culpinha em FHC e Serra.

      • Patricia

        só um dado pra vc e seu FFHHCC..ele assumiu com uma dívida de 60 bilhões de dólares, depois de entregar na bacia das almas 100bilhões de dólares de nosso parimônio deixou o governo com uma dívida de 800 bilhões de dólares..tá bom assim ou quer que desenhe? vc não viveu em outro país, viveu no mundo da Lua..

        • Corrigindo…

          FHC entregou o governo ao final de 2002 com uma dívida de U$ 245 bilhões, não 800.

          FHC gerou aos cofres públicos receita U$ 78 bilhões, não 100.

          O crescimento da dívida no ínicio do seu governo se deu nos Estados e Múnicipios, não na União. Pra isso foi implementada a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), grande herança de seu Governo ao País, que define os patamares de custo das UFs e aumenta o controle sobre os mesmos, no entanto a União precisou assumiu boa parte dessas dívidas. A dívida também cresceu para manter a estabilidade da moeda nos períodos de crise, aumentando juros e a reserva cambial. Essas ações permitiram que o país ganhasse cada vez mais a confiança dos mercados internacionais e fluxo positivo de investimentos estrangeiros. Cenário essencial para finalmente termos redistribuição de renda e implementar políticas sociais. Foi esse cenário que Lula pegou em 2003, e sabiamente o manteve de forma rigorosa, em todos os aspectos econômicos e fiscais. Só faltou agradecer…

          É por isso que acho ridículo quando ficam comparando números e indicadores FHC x Lula. Isso não é um videogame, no qual se começa do zero, um joga, perde, dá Game Over, o outro entra do zero novamente. Um governo é sequência do outro. Parte significativa dos resultados de um vem em consequência do outro, já que quase tudo foi mantido, quando muito, ampliado.

          Pra finalizar, vai a dívida pública do fim do ano passado, 2,03 TRILHÕES DE REAIS. A desse ano com certeza será maior. Alguém duvida?

           

        • Corrigindo…

          FHC entregou o governo ao final de 2002 com uma dívida de U$ 245 bilhões, não 800.

          FHC gerou aos cofres públicos receita U$ 78 bilhões, não 100.

          O crescimento da dívida no ínicio do seu governo se deu nos Estados e Múnicipios, não na União. Pra isso foi implementada a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal), grande herança de seu Governo ao País, que define os patamares de custo das UFs e aumenta o controle sobre os mesmos, no entanto a União precisou assumiu boa parte dessas dívidas. A dívida também cresceu para manter a estabilidade da moeda nos períodos de crise, aumentando juros e a reserva cambial. Essas ações permitiram que o país ganhasse cada vez mais a confiança dos mercados internacionais e fluxo positivo de investimentos estrangeiros. Cenário essencial para finalmente termos redistribuição de renda e implementar políticas sociais. Foi esse cenário que Lula pegou em 2003, e sabiamente o manteve de forma rigorosa, em todos os aspectos econômicos e fiscais. Só faltou agradecer…

          É por isso que acho ridículo quando ficam comparando números e indicadores FHC x Lula. Isso não é um videogame, no qual se começa do zero, um joga, perde, dá Game Over, o outro entra do zero novamente. Um governo é sequência do outro. Parte significativa dos resultados de um vem em consequência do outro, já que quase tudo foi mantido, quando muito, ampliado.

          Pra finalizar, vai a dívida pública do fim do ano passado, 2,03 TRILHÕES DE REAIS. A desse ano com certeza será maior. Alguém duvida?

           

  4. “Nem Serra nem FHC dependem

    “Nem Serra nem FHC dependem do clima econômico para suas atividades. Portanto nada tem a perder com a desestruturação da economia, com a demora para a sua normalização. Pelo contrário, quanto mais desestabilizada a economia, mais fraco o governo, melhor para seus objetivos.”

    Deveriam pensar menos em seus objetivos e mais no país, até porque, ambos tem familias com filhos e netos e quando sobrevier a recessão e o desemprego a violência aumentará e poderá atingir níveis insuportáveis fugindo ao controle do estado. A população hoje está mais informada, bem diferente das décadas em que o PSDB governou com o apoio da grande mídia que justificava a recessão e desemprego interno em função de crises econômicas em outros países. Reeditar o passado não é bom para o país e a criatura pode se voltar contra o criador.        

     

    • Me desculpe mas não tem nada

      Me desculpe mas não tem nada a perder mesmo. Filhos, netos e amantes ja estão garantidos para o resto da vida. Roubaram escandalosamente, vendendo nossas riquezas a preço de banana.

      Mas, a vida passa, o tempo passa…

    • Eles jogaram sempre contra o Brasil…leiam o este meu desabafo.
      Sou engenheiro, com mais de 30 anos na área da infra-estrutura e um apaixonado pela engenharia e pelo Brasil.Primeiro os tucanos bombardeiam o TAV, agora o TCU mostra sua cara.Um desabafo a um senador tucano:O que me chamou atenção foi novamente a insistência de seu partido o PSDB contra o empreendimento do trem bala, propondo o seu cancelamento e o direcionamento dos recursos para os Metrôs (coincide curiosamente com a fala dos ministros do TCU).Primeiro, como brasileiro e levemente conhecedor de como se dão estes investimentos no setor público, sei claramente que ao contrário do que o Sr posiciona, metrô e trem de alta velocidade (TAV, e não trem bala) não são investimentos excludentes e sim complementares, e quem ponderar ao contrário ou adota uma posição meramente política ou não tem conhecimento da interconectividade e complementaridade entre os diversos sistemas de transporte.Outro aspecto, já analisando o histórico das propostas do PSDB, desde o Governo de FHC, eu vejo uma timidez cruel, uma falta de ambição covarde, quase um complexo mesmo de Vira-lata, que predomina em todos. Acho que primeiro esquecem que o Brasil hoje é a 5a ou 6a economia do planeta e precisa e deve começar a agir como tal, sem as escolhas da mediocridade, sob pena de além de matarmos a autoestima de nosso povo, condená-lo ao segmento de nações de segunda classe, a reboque do conhecimento e da tecnologia dos países mais agressivos no conhecimento e desenvolvimento.No governo FHC, matamos a nossa pesquisa AEROESPACIAL (e nunca vi nenhum membro de seu partido objetar sobre este importante tema que vai definir as nações que no futuro estarão na ponta do conhecimento – se fosse de outra forma, o Brasil estaria hoje concorrendo no campo de veículos lançadores de satélites e se juntaria aos países que irão discutir o futuro uso estratégico e político do espaço).Da mesma forma, o TAV (Trem de Alta Velocidade) é a solução para o transporte a médias e curtas distâncias, uma alternativa concreta e viável à cara e cada dia mais complexa estrutura de transporte aeroviário (não há mais como aumentar a capacidade de transporte passageiros no Eixo Campinas – Rio de Janeiro e a ligação aérea é excludente para cidades como São José dos Campos, Rezende-Barra Mansa, entre outras).Assim o TAV no Brasil, além de solução concreta para o deslocamento e integração de uma região altamente adensada (maior eixo populacional, econômico e de conhecimento do hemisfério sul) e de complexas relações econômicas e sociais, é uma necessidade tecnológica para a engenharia brasileira (por favor não me venha com a conversa neo-liberal de comprar pronto na hora que quiser, não cola, e grandes nações não se constroem assim), falo de desenvolver a real transferência tecnologia ao longo de todo o empreendimento, aprender com o sofisticado projeto de fundações e traçado, aprender e capacitar nossa indústria na fabricação de materiais de alta resistência, concretos de alta resistência, sofisticados sistemas de controle de tráfego, enfim uma infinidade de ganhos para a engenharia brasileira que este empreendimento envolve.Se o pensamento tucano estivesse presente na primeira pista da Imigrantes, em SP, estaríamos hoje comprando e importando projetos chineses e coreanos para túneis e viadutos de grandes vãos em solos instáveis. Sem a Imigrantes não teríamos o conhecimento para traçar e executar o metrô por baixo dos prédios do centro de SP.Enfim senhor senador, porque o PSDB desacredita tanto na capacidade de realizar do Brasil? Porque, em nome de uma suposta eficiência de gestão, prefere comprar conhecimento de prateleira que criar tecnologia própria (não esqueci do sucateamento daquela que foi a 2a maior indústria naval do planeta, das plataformas que afundam, fabricadas em Singapura, como também não esqueci do quase fechamento das escolas técnicas federais).Porque senador, esta falta de crédito na capacidade do brasileiro promover e desfrutar de tecnologia de ponta, com conteúdo e conhecimento nacional? Será um pensamento neoliberal tão arraigado que os impede de pensar que o Brasil podee merece mais?Se a China fosse esperar resolver todas as suas mazelas de pobreza, ela nunca teria o protagonismo tecnológico que tem hoje. Ela não  encheria de orgulho seu povo ao colocar um astronauta em órbita com tecnologia própria e por isso é respeitada e ouvida e melhor ainda, justamente por ousar nestes investimentos, hoje, mais que nunca, tem os meios e o conhecimento para mais rapidamente tirar sua população da miséria, assim com está se propondo a Índia (que tem conhecimento de ponta em todas as áreas e lança a baixo custo todos os seus satélites além da renda na venda do serviço a outros “miseráveis” como o Brasil – um lembrete Senador: o Brasil está prestes a sofrer um apagão de comunicações se não repor seus satélites que estão em final de vida útil).Por isso, caro senador, me decepcionei com as diversas lideranças do PSDB, que carregam sempre nesta submissão de que não podemos, não temos capacidade, não temos recursos, impondo a escolha da mediocridade que nos levará sempre a ficar para trás das demais nações que ousam e realizam grandes projetos nacionais. 

      • Trens e Etc.

                Acreditar, sobretudo, neste Brasil é o primeiro passo, realmente o descrédito por pessoas que tem oportunidade  de estar na mídia, e por outro lado por uma mídia que propaga tudo, precisa ser revisitada sob a ótica da “patria amada idolatrada”, agora sobre  as possibilidades de  crescimento do  país , ao abrigo de argumento de que não temos tecnologia, sem fomentar a necessidade de adquiri-la, pois só se aprende fazendo e vivenciando num contato direto, realmente não serve a ninguém, ops, as vezes serve já ia me esquecendo, depende de quem os houve e lhes dá credulidade sem pestanejar. nesse vácuo prosperam os politicos de sempre, alviçareiros de pragmatismo de valor e verdade repassada como incontroversa, o que não é.

      • Wsobrinho PARABENS! Belissimo

        Wsobrinho PARABENS! Belissimo comentario, lucido, concordo em genero e numero, e inacreditavel, mas e evidente que sao incompetentes nao querem enfrentar e assumir responsabilidades (como nao queriam o projeto do rio sao francisco, meu Deus se ja fizeram o mesmo no rio nilo na antiquidade e pensar que estamos no seculo XXI)  PSDB e um partido imediatista, sao poiiticos profissionais no pior sentido, arrivistas.Wsobrinho, gostaria de ve-lo mais vezes, neste e outros jornais, que nao seja o pig pois sao seletivos.Bom ouvir um tecnico especialista competente! PARABENS!  

      • Parabens pelo Desabafo !

          Parabens pelo seu corajoso desabafo. Ele  e extremente educativo  Fico  esperancoso quando colegas engenheiros com consciência política e senso de patriotismo vem a publico se manifestar nestes espacos da mídia alternativa . Boa parte da nossa elite e juventude e ignorante politicamente e extremamente manipulada pela grande mídia . O verdadeiro  Patriotismo e sentimento de construcao de uma nação mais homogenica e solidaria  foram substituídos pelo oportunismo individualista selvagem e  um consumismo míope de importados . Esta dupla de senhores cuja parte da sua biografia  esta detalhadamente narrada nos livros A Privataria Tucana de Amaury Ribeiro Jr e o Príncipe da Privataria de Palmerio Dória ,  aparelharam  todos os órgãos dos três poderes e o Ministério Publico ,  incluindo o TCU , pois apesar de diversas denuncias , algumas nunca investigadas , muitas engavetadas ,  outras estão paradas  nos tribunais aguardando a prescrição .  Porque a CPI da Privataria Tucana de autoria do Delegado Protogenes  Queiroz não foi instalada ? Porque  o Ministerio Publico Federal não abriu uma investigação ?  Porque a PF não se manifesta  ?  Sobre a Petrobras estão ostensivamente denegrindo a sua imagem junto a opinião publica , visando torpedear o projeto de desenvolvimento industrial e econômico do pais , no qual ela e peca chave na exploração do Pre sal ,  para beneficiar as companhias estrangeiras de petróleo e fabricantes estrangeiros de equipamentos . Como contribuição ,  recomendo  a todos , tomar ciencia do importantíssimo relatório detalhado preparado pelo Eng Fernando Siqueira presidente da Associação de Engenheiros da Petrobras (AEPET ) das diversas ações nefastas e danosas perpetradas pelo FHC , ministros e auxiliares na Petrobras contra os interesses nacionais em beneficio de empresas estrangeiras de petróleo ao longo de vários anos desde que era ministro do governo Itamar e durante seus 8 anos de governo . No final temos uma serie de outros links que detalham outros assuntos relacionadas a Petrobras que desmentem varias matérias jornalísticas divulgadas pela grande mídia . Importantíssimo divulgar pois nossas reservas de petróleo do pre-sal estão valendo 20 trilhões de Dólares   . E uma mina de dinheiro que se empregados de forma responsável  consiste numa saída para fomentar o nosso desenvolvimento tecnológico e industrial,  além de ajudar a custear a nossa educação e saúde .       http://limpinhoecheiroso.com/?s=os+estragos+de+FHC++na+Petrobras+&submit=Pesquisa

      • Ótimo comentário,

        Ótimo comentário, Wsobrinho!

        Apenas para complementar seu comentário e mostrar como o Brasil está atrasado em transportes de massa, lembro que a cidade de Shangai em dez/2013 completou 480 km de metrô em contraste com São Paulo com 74Km, cujos governos do PSDB pouco fizeram para ampliar sua malha. Recentemente soubemos que o ex governador José Serra, declarado por ele, informou que boicotou a execução do TAV que além de trazer tecnologia para o nosso país resolveria em grande parte os problemas de transportes de massa em uma região densamente povoada. Observe que em qualquer grande cidade do mundo o transporte de massa é sobre trilhos em suas diversas modalidades como Metrô, TAV, VLT, Monotrilho, onde o transporte rodoviário atua como complemento. No noso país o sistema de transportes é inverso.  

          Assim como você sou um vibrador da engenharia e como engenheiro trabalhei por mais de 35 anos em infraestrutura, principalmente em ferrovias  onde me aposentei. Abs

  5. Traidores

    esses dois e mais alguns facilmente identificáveis jogam contra o país e contra a população brasileira. Apostam no quanto pior, melhor.

    Os politicamente analfabetos, que são muitos, ou mesmo os preguiçosos que não se informam, tornando-se robôs manipulados pelas emissoras de televisão, revistas e jornais também analfabetos se esbaldam com a “visão” destes senhores, desconhecendo suas reais intenções que são o retrocesso do país e a entrega desta nação aos interesses internacionais.

    São canalhas irresponsáveis, simplesmente isto.

  6. ERROS PRIMÁRIOS?? SÓ SE FOR NA COMUNICAÇÃO

    Gostaria de saber que “erros primários” foram esses que Dilma cometeu na economia,,, gostarai que Nassif explicasse. O que eu sei é que o país sofre ( com menor intensidade, diga-se) os efeitos de uma crise internacional que se alonga desde 2008.

    O maior erro de Dilma, do governo e do PT não foi na economia, mas na comunicação. “QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA” já dizia o Velho Guerreiro, Chacrinha.

    Tivesse usado pelo menos a prerrogativa de se manifestar no horário nobre da TV para falar ao povo, muita coisa teria sido evitada. O PT esqueceu da politização e conscientização do povo.

    Apanhou feito mulher de vagabundo.

    Taí o resultado.

     

  7. Esse movimento não ameaça apenas a recuperação econômica

    Esse movimento de deslegitimação das eleições respingará na própria deslegitimação da política, não ameaçando apenas a recuperação econômica como afetará o próprio equilíbrio democrático e criará maiores condições para que a interdependência de poderes seja desequilibrada, aumentando o protagonismo do judiciário no já conturbado momento de judicialização da política.

    Essa ação de busca de poder é diária, realizada de forma coordenada, e atende a alguns interesses, entre eles: 

    1) Legitimar-se como detentora da verdade;

    2) Tornar-se agente principal do jogo político;

    3) Direcionar as decisões dos governos;

    4) Influenciar para o desmonte da máquina pública;

    5) Enfraquecer os partidos;

    6) Submeter o governo

    A briga por poder entre executivo, legislativo e judiciário é histórica e mundial. Em democracias mais avançadas o sistema de pesos e contrapesos funciona para que um poder não amordace e sufoque as ações dos demais. Podemos passar por um difícil teste em nossa democracia ainda em formação.

    Muito se falou em judicialização e pode ser que de fato, com uma oposição partidária fraca que não conseguiu realizar a alternância e o legislativo preso aos interesses individualizados dos parlamentares e a maioria com problemas judiciais, entremos em um período de relevância maior do judiciário sobre os outros poderes.

  8. Contrários em coisas opostas…

    A maior diferença, quando você escreve “…PT foi um partido que, na oposição, jogava exclusivamente no negativismo. Foi contra assinar a Constituição, insurgiu-se contra o Plano Real, resistiu contra a desburocratização da economia e montou uma exercício continuado de disseminação de dossiês.”,

    é que o PT foi contra boas coisas, e o PSDB está contra coisas ruins, inversas como: uma “constituição de modus operandis desmoralizante”; como uma irresponsabilidade que colocou em risco a estabilização do Plano Real; como uma burocratização dos ditames econômicos que deixa os investidores inseguros, sem rumo; como ao invés de dossies, relatórios policiais parciais que assustam o mundo democrático, pelo magnitude de ação malfeitora.

  9. Será mesmo?

    Passamos quatro anos ouvindo alertas de todos os lados  de que a condução da economia estava errada, de que o governo gastava demais e gastava mal, alertas que Dilma preferiu ignorar, deu no que deu, agora se  não conseguir  consertar a lambança  a culpa será de FHC, não defendo FHC, mas Dilma levou o país a esta situação então sair  dela é responsabilidade exclusiva dela. 

    • Incrível como a redução da

      Incrível como a redução da carga tributária em 2014 e as dezenas de desonerações feitas pelo governo são solenemente ignoradas pelos coxinhas…

      A mídia os tornou uma massa de manobra, uma legião de estúpidos que já não consegue raciocinar.

      • Desonerações de um lado e

        Desonerações de um lado e aumento de despesas do outro, combinação explosiva,  que  levaria fatalmente  a economia para o caos. Manter as contas em ordem é elementar, até minha mãe sabe disto.

      • Eu acho que voce vive no

        Eu acho que voce vive no mundo da lua, redução de carga tributaria só serviu para os empresarios, o povo continua pagando a carga tributaria mais alta do mundo, de cada cem reais gastos, no minimo trinta e cinco reais são de impostos, veja os combustiveis, saem das refinarias a menos de um real (gasolina), e voce paga tres reais nos postos, va comprar medicamentos trinta e cinpor cento de impostos,  no supermercado a média de impostos é quase quarenta por cento, diminuiu o que, é a carga tributaria mais alta do mundo, voce trabalha quatro meses(se é que trabalha, pelo jeito vive de bolsa familia) só para pagar impostos, e não tem retorno, tudo vai para as mãos dos ladrões de plantão que o PTralha colocou no governo!!!

         

  10. É valorizar muito a atuação

    É valorizar muito a atuação de FHC e Serra… só falta dizer que o País está indo para o buraco por conta da atuação deles.  Que tal uma análise do que nos levou a isso? Seu artigo me lembra a história do camarada que encontra a esposa o traindo no sofá e decide trocar o sofá.  Tenha paciência!  O PT nunca teve oposição, se o País está em recessão, com inflação, etc… é por conta de uma política de gasto excessivo e total falta de controle da economia, o PT não possui quadro competente para governar o País.

  11. Quando Sarney foi empossado,

    Quando Sarney foi empossado, depois da morte de Tancredo, continuamos sob a tutela do mesmo poder que implantou a ditadura. Era como se fossemos índios tutelado pelo Estado. Revendo um documentário sobre os anos de chumbo e como os EUA através do seu embaixador Lincoln Gordon deu as cartas para os americanos controlar seu’ quintal’, sabemos o quanto  isso é verdade. Quando Collor foi o primeiro presidente eleito, pareceu que teríamos uma rainha da Inglaterra a ocupar a presidência. Ele foi o mais perfeito produto de marketing, com assessoria da Rede Globo, vivia viajando e dava seus recados ‘políticos’ pelas camisetas da moda. Parecia uma miss em missão internacional. Depois veio Itamar, o breve e, talvez, o mais independente, já que ninguém apostava nele. FHC conseguiu sua glória sem muito esforço, bastou ser um novo Calabar. Viajava tanto, que seus cômicos mais simpáticos a ele o elegeram’ Fernando, o viajandão’, claro que incluía ‘umazinha’ para a viagem ser completa. O acadêmico virou o youppie mais idoso da época. Veio Lula e foi uma festa, a mais bonita festa da democracia. Mas não contávamos com a experiência dos golpistas e dos novos adeptos do quanto pior melhor. Os acordos tiveram que ser mais acomodados para que ele chegasse ao fim do primeiro mandato. Teimosos e esperançosos a maioria dos brasileiros apostou nele mais uma vez. A guerra foi acirrada. Entrou Dilma, atravessou um deserto de idéias políticas sob a mira mais cruel da artilharia daquilo que chamam mídia corporativa. A mídia chegou a dizer por seus líderes que a oposição era muito ruim e ela mesma teria que fazer esse papel. O que mudou? Nada ou muito. Nada porque é a mesma batida desde Getúlio, desde Jucelino, Jango e agora, o PT. E o tudo? O muito é a resistência de parte do povo brasileiro que não aguenta mais essa tutela. Mas que ninguém se engane, os golpes de hoje são obrigatoriamente mais lentos, mais devastadores, porque não podem interferir tanto no mercado de capitais. Exemplos são os golpes de Honduras e do Paraguai,os ataques no Equador e na Venezuela,só na América Latina. A Argentina já está numa fase adiantada dos ataques, agora a via é por ações incentivadas pela justiça americana para os patrícios que perderam na Bolsa com ações que envolvam empresas latino-americanas ou o pagamento das dívidas públicas por parte dos países ‘cucaracha’ (ou dos inimigos de Tio Sam). Essa é a novissima estratégia, quebrar pela ‘justiça’, qualquer que seja o nível em que ela atua. Essa é a nova Doutrina. O resto do mundo já está na história. Ah, já sabemos que o FMI já estará no Brasil, se já não chegou. Estranho, não é?

  12. Atitudes

    Se a atitude do PT anos atrás já não era benefica para o País, imaginem a do FHC, um Doutor, um ex Presidente, como imaginar uma pessoa como ele, desejar tanto mal para o Brasil.

    Imaginem, nós simples Mortais, que só pensamos em um País melhor.

  13. me engane e eu gosto fhc

    O príncipe dos sociólogos e agora também candidato a presidente de alguma associação da quarta idade está com o juízo todo afetado. Os planos aventados pelo Nassif demandam tempo, esta matéria prima, tempo não está no estoque do fhc.

    Um post brilhante de ontem tenta desvendar os moventes destas pessoas ressentidas para recusar situações adversas aos seus desejos.

    Lendo Moliére no “Avarento” enxergo a mesma personagem apesar de objetivos aparentemente diferentes, o primeiro tem a riqueza material a escraviza-lo, não permite outro horizonte que não seja acumular bens.

    Fhc não é personagem menos obtuso, tal qual o avarento precisa alimentar diuturnamente a vaidade, o espelho de casa viciado responde sempre o mesmo do mesmo: você é o melhor. O espelho viciado e frágil luta com o ego e a consciência que teima em não silenciar, os fatos e a historia estão escritos sem possibilidades de revisões e o tempo poderá ser ainda mais impiedoso nos juízos do presente.

    Fhc a tua condenação é a mesma do Sísifo, relaxa e tenta se fazer esquecer, seria esta a tua melhor contribuição para este Brasil de acordo com o teu pedido em tempos recentes.

  14. Se a ficha caísse mesmo

    Se a ficha caísse mesmo talvez até valesse a pena enfrentar (novamente) um quadro recessivo e de desemprego. Pelo menos varreríamos boa parte dessa postura tacanha de grande parte da imprensa e do eleitorado, sobretudo o paulista. O duro é que o país irá passar por dificuldades e a conta recairá exclusivamente sobre os atuais governantes. A oposição golpista sai fortalecida.

  15. O que não faz sentido é a

    O que não faz sentido é a postura das “forças produtivas” (ou algo parecido que o prícipe aventou em uma de suas magníficas  matérias na mídia nativa), ficarem em cima do muro assistindo essa pataquada.

    Ou será que nos governos do príncipe as receitas não operacionais (rentismo) compensavam o fraco desempenho econômico do país?

    Quem cala, consente?

  16. FHC E SERRA

    NÃO SOU POLÍTICO PARTIDARIO. SOU UM ELEITOR QUE EXERÇO MEU DIREITO E DEVER DE CIDADÃO ATRAVÉS DO VOTO,  mas não entendo a lógica que levaria o FHC e Serra a serem responsabilizados, por insucesso de futuro e anteriores governos do PT. Ao seu tempo e em cargos ocupados por eles, até que se prove o contrario, houve bastante acerto na condução das Políticas de Estado. Assim, tivemos a estabilização da Economia, que propiciou a maior “transferência de renda” para as classes menos favorecidas além de se ter iniciado programs sociais de grande importância, para atender às pessoas que estavam na condição de miseráveis. Também foi relevante o que foi feito para diminuir o tamanho do “Estado”, possibilitando atingirmos a situação que temos hoje, especialmente na “telefonia”. Não fosse a coragem de privatizar, tomando como exemplo as empresas de telefonia, jamais atingiriamos a cobertura que temos hoje, além de que os preços desses serviços seriam muito maiores. Mas, este é um ponto, que os criticos não levam, em consideração, posto que não há como traçar paralelo, com aquela maldita estagnação de referido setor, que vivemos por longos anos. Daí só se criticar sem enxergar os beneficios sociais que a decisaão trouxa para os brasileiros, permitindo que pessoas com renda muito baixa, até os da bolsa família, tenham acesso ao “seu celular”. Bom, não vou me alongar, mas não posso deixar de registrar que outro benefício, que a mídia deixa de mostrar, quando trata dos governos do PSDB é que com as privatizações reduziu-se o tamanho do risco de termos mais casos como o da Petrobras, dos Correios, da Eletrobras,  BB, CEF, BNDES, etc. Pois, embora sendo setores estratégicos e que acredito devam permanecer geridos pelo ESTADO, nem assim ficaram imunes as ambições do grupo que se encontra no poder há 12 anos.

     

    • Situação na telefonia

      Será que o nobre colega se refere a uma das tarifas mais elevadas do mundo, decorrente das condições dos leilões da telefonia feitos no governo FHC? 
      http://www.educadora.am.br/noticia/telefonia-brasil-e-uma-das-mais-caras-mundo-aponta-estudo/

      Evidentemente que o acesso hoje se dá por conta da popularização da tecnologia. O fato se dá em todos os cantos do planeta. Do Mali à Dinamarca, da Bulgaria ao Canadá! Ou o nobre colega acha que a explosão dos celulares no mundo é consequência também da privataria no Brasil??? (Pausa para rir………………..)

      Se os números da economia em 2002 não provam que FHC deixou a economia como terra arrasada, nada mais prova. Inclusive o tal Superávit Primário em 2001 não foi cumprido, mesmo depois que o Congresso votou a favor da redução.

      • Meu caro,
         
        Lula destruiu as

        Meu caro,

         

        Lula destruiu as Agências Reguladoras que deviam fazer a fiscalização e zelar pela qualidade do serviço. Transferiu todo o poder para o Ministerio das Telecomunicações que virou um balcão de negocios , haja visto os escandalos com a Portugal Telecom , Oi e outros com envolvimento direto de Lula e Jose Dirceu . Lulinha filho recebeu milhoes por uma empresa de video game como propina ao papai. E a culpa é do FHC… por favor…

    • Prezado é melhor verificar os
      Prezado é melhor verificar os dados entre o governo Lula e FHC para evitar essas obs equivocadas.
      Só para lembra- lo no governo FHC o Brasil quebrou três vezes e quem afirma em todas as suas palestras é Delfin Neto que não é nenhum petista. A taxa desprego no governo FHC chegouacima de 10% e jamais a inflação ficou dentro da meta. E a proposito também alterou o supevat primário para baixo!!!!!

  17. E o que seria melhor ? deixar

    E o que seria melhor ? deixar o assunto de lado para o povo esquecer quem nos meteu nessa crise?Para o povo não se dar conta de quem os investidores tem medo ?Quando se fala em investidores os críticos da ” zelite ” só lembram e criticam os empresários……Mas e os milhares de empregos que são gerados ?????? Sem empresário e sem dinheiro de gente rica não tem emprego !!Vida longa a FHC !!!

  18. Excelente texto. Aponta as

    Excelente texto. Aponta as infantilidades dos dois principais partidos políticos do país e a evolução dos interesses de cada um. Não há santos nem demônios. Há pessoas ou pequenos grupos que alcançaram certo estatus e usam sua influência para objetivos particulares.

    Gostaria de ver um amadurecimento da nossa classe política. Onde o bem estar da população deveria ser colocado em primeiro plano. Não sou inocente em pensar que haverá dedicação integral à esse interesse, mas que o bem estar geral, de ricos, pobres, medios enfim toda a sociedade fosse atendida no básico de suas necessidades.

    Artigos como esse nos ajudam a enxergar a política mais próxima do real e definirmos nossas posições políticas. Dá trabalho, mas é dessa forma que podemos mudar a nossa perspectiva política.

    Obrigado ao sempre ponderado Luis Nassif

  19. Partido

    Sr. Nassif,

    Faltou dizer o nome do partido a que pertencem esses nefastos personagens:

    PIG Partido da Imprensa Golpista, partido que mais cresce no Brasil, engrossado além das figuras notórias, por uma pseudo elite e por um povo que, envenenado, atua contra os próprios interesses. 

    Se alguem disto duvida é só ler as manchetes dos jornais, as chamadas dos telejornis, frequentar a fila do banco ou do supermercado, abrir a caixa de email, ir na festa de um ano do sobrinho, etc.

  20. Um governo tão frágil a ponto

    Um governo tão frágil a ponto de ser abalado por um ex presidente septuagenário de pantufas há 12 anos longe do poder e um senador sem carisma…  A coisa deve estar pior do que imaginamos. E o Nassif publicando um nonsense desses. 

    Agora legal mesmo é o Levy falar uma coisa e na mesma semana o Doriana fazer outra. Mas, claro, a culpa deve ser do PSDB… Credibilidade é isso aí hehehe! Cadê a tal da Gerentona?

    Três lendas do folclore brasileiro: o Saci, o Negrinho do Pastoreio e a Dilma Super Gerente. Quem viu, jura que existe!

    • Mágica

      Renato,

      Não é possível que você seja desavisado a este ponto.

      Você realmente acredita que um pilantra octogenário, que pediu prá sair pela porta dos fundos, que ele sozinho seria capaz de produzir esta ópera bufa ? Se você se lembrar dele assnando TNP na versão de Washington, sem mudar uma vírgula, comece a raciocinar e logo compreenderá como é que a banda está tocando.

      Quem é poodle do Clinton, sempre será poodle do Clinton, meu amigo, não existe mágica.

      Quanto à Gerentona, a oposição não consegue esconder a dor de corno, afinal, quem daquela turba teria competência necessária prá fazrer a metade do que ela faz, o mineirim boa vida, zezinho da mooca, o desgovernador paulista, qual deles é a competência vestida dos tucanos ? Diga um, somente um nome. A cachorrada de quem você gosta só sabe fazer uma coisa, conspirar.

       

       

       

       

       

      • Concordo Alfredo: quebrar uma

        Concordo Alfredo: quebrar uma empresa de petróleo, só mesmo a Gerentona – nenhum daqueles que você citou teria como derrubar a ação da Petrobras de R$ 48,00 para R$ 11,50. Isso foi a Gerentona mesmo, com o auxílio luxuoso da Graça Foster, a Gracinha do Petróleo. 

        Pobres fundos de pensão! Pobres aposentados, que trabalharam uma vida toda, confiando na estatal fetiche do Brasil para garantir sua aposentadoria! A Gerentona derreteu as aposentadorias de muita gente honesta. 

        Quer meu palpite? A Petrobras pode vir ser a Enron brasileira… a esperar…

        (por favor, não diga que estou gorando – eu sou um probre diabo pagador de impostos, sem poder para nada. Se o que eu disse acima vier a acontecer, seja crescidinho e responsabilize as pessoas corretas. O conselho até valeria para o Nassif também, mas o artigo de hoje mostra que ele está além de qualquer auto crítica. Outra coisa: tucano pra mim, só no zoológico. Eu gosto e defendo é o meu dinheiro – é pouco, mas suo pra caramba pra ganhar – o meu não vem nem por decreto, nem por negociata).

         

        • FGTS & Petrobras

          Renato,

          Repito o que já escrevi em comentário adiante,

          Apenas no governo da Gerentona foram confirmadas as reservas de 20 bilhões de barris de petróleo, 1,2 trilhão de dólares brutos, fora o que vem pela frente.

          Sobre o valor das ações da Petrobras, você sabia que nos atuais R$11,50 todos os que utilizaram o FGTS ainda ganham prá xuxu ? De 2002 a 20012 o valor das açóes PP e PN obtiveram uma valorização superior a 1.000%, enquanto no FGTS, em torno de 80%, .pode pesquisar, porque a midiona jamais falará sobre isto. 

          Se você não é tucano, ok, mas pensa de acordo com a oposição tucana, e quanto a te responsabilizar ou a qualquer mortal por qualquer estrago que possa ocorrer mais adiante, fique sossegado.

          Petrobras-  Tem um post do José Carlos de Assis publicado hoje, no qual está descrito o roteiro de todo este movimento da meia dúzia que não ainda conseguiu aprender um dos beabá desta vida, saber perder. Bushinho ganhou a sua primeira eleição por diferença menor que 1.000 votos, e nem se cogitou em questionar o resultado, é ou não é uma enorme diferença ? E eu estou longe de ser um entusiasta do governo americano.

          Um abraço

  21. Corda e caçamba

    Nassif,

    Tanto FHC quanto zezinho da mooca não passam de dois safados que conseguiram quase tudo o que a vida lhes poderia dar, $$$$$ à vontade, são dois notórios pilantras que só conseguem se manter na espuma por causa da excepcional cobertura de aço que possuem da midiona.

    O caráter dos dois é nenhum, característica que sempre se confirma – os movimentos de lá prá cá e daqui prá lá, após a queda do avião no Guarujá, não deixa dúvida quanto ao padrão de traição que os dois são capazes de cometer.

    Quanto ao nível de compronisso com o país, este ficou bem nítido por ocasião da retirada da CPMF que eles mesmos criaram. Recemtemente, tivemos uma aula magna de zezinho da mooca a respeito da legitimidade da formação de cartéis – basta imaginar as manchetes de jornais, caso tivesse sido Lula a falar aquela animalidade.

    Só não entendo como alguém ainda presta atenção ao que estes dois patifes falam, como alguém consegue acreditar em qualquer frase dita pelos dois safadões corda e caçamba que, quando interessa, gostam de lembrar que foram exilados- tá certo. Agora é a vez dos dois selvagens subirem no bonde do trololó do impeachment, porque o objetivo dos dois depravados, cada um ao seu modo, é desestabilizar e, quem sabe, ajudar a destruir quilo que nenhum dos dois seria capaz de ter feito.

    Considero uma ofensa à inteligência de uma mosca qualquer menção favorável a esta dupla, uma das que melhor representam a encarnação do Mal.

     

    • Perai….

      Ate concordo com algumas coisas que voce disse ,mas nao vamos esquecer que durante 8 anos de governo FHC o Lula e sua corja fizeram de tudo para desestabilizar a economia ,inclusive falavam em acabar com o Plano Real caso conseguissem se eleger. Agora nao entendi quando disse que eles poderiam destruir aquilo que nao seriam capaz de ter feito. Mas o que esse governo fez que ainda pode ser destruido ? Ja acabaram com a economia,com a PETROBRAS ,com a credibilidade do país ,tem alguma coisa mais para ser destruido ?

      • De boca e de fato

        Marco,

        Obrigado pelo retorno.

        Lula e sua corja fizeram de tudo para desestabiliazar a economia, mas de boca, enquanto o lesa pátria mandou a CPMF pro ar de fato, nada menos que R$ 40 bi a menos anualmente, ao valor da época, entendeu a diferença ?

        Aquilo que não foram capazes de fazer- dar luz elétrica prá 16 milhões de brazucas ( você não se importa porque, assim como eu, sempre teve o conforto da energia elétrica em sua casa ), as dezenas de universidades que o governo pós-2002 conseguiu construir, mesmo sem ter os mais de 110 bilhõe de d´lares da privataria, grana que sumiu com o vento, e por aí segue alista quase infindável.

        Se você entende que o atual governo acabou com a Petrobras, também deve acreditar que Pasadena custou $42 bi e não sabe que, apenas neste governo, foram reconhecidos como reserva confirmada mais de 20 bilhões de barris de petróleo, ou seja, U$1,2  trilhões brutos.  Esta sua opinião é resultado direto do massacre diário que o JN produz nas mentes dos brazuca. Procure uma melhor informação, e logo entenderá a motivação para esta cantilena diária de Petrobras, pois uma mentira repetida por mil vezes…,  foi a tese inventada por Goebbles.

         Quanto à credibilidade do país, procure acompanhar o noticiário internacional com mais frequência, mas fora de Veja e Grobo, já ouviu falar no Manchetômetro ? É isto.

  22. Por quejornalistas dão tanto

    Por quejornalistas dão tanto espaço a este indivíduo que segundo o SUP foi a pessoa que mais prejudicou a PETROBRAS.

    E fica fazendo besteiras, FRASES DE EFEITO, para que as noticias contra ele e seu partido fiquem sem o devido destaque.

    Vocês, jornalistas, não achariam mais proveitoso informarem porque a P36 afundou eoutros casos obscuro que ocorreram no governo deste indivíduo e que foi denunciado pelo SUP?

  23. Muito bom. O melhor trecho

    Muito bom. O melhor trecho pra mim foi “Com a diferença que o PT praticou o estilo carbonário na infância; e FHC e Serra exercitam na decrepitude.”

    E essa decrepitude, digo eu, totalmente contaminada pela arrogância, pelo ressentimento e pela inveja. Uns caras de pau.

    • Luis Nassif Brilhante com sempre!

      Concordo totalmente com o Sr. Luís Nassif e este trecho é realmente o melhor e retrata a insensatez, arrogância e o pior a falta de comprometimento sincero com o Pais desses dois politicos “Falidos”: José Serra e Fernando Henrique Cardoso.  

  24. Fernando Henrique e José Serra

    Olá; segue o meu otimsmo a todos os Brasileiros, claro que ai não estão incluidos os dois acima citado. Engraçado, o ser humano sempre quer levar as coisas para a vingança, dois políticos aborrecidos, enjoados, e que levaram um não da população brasileira, Agora querem sangue! Ai eu pergunto, aonde fica o povo. Já não aquento mais política, estou de saco cheio.

  25. A crise não é culpa da oposição
    É no mínimo irresponsável aceitar que, em nome de uma suposta recuperação econômica do país, devemos permitir que o PT faça o que quiser e da maneira que quiser.
    Desculpe. mas o jornalista escreve como se a culpa do “desemprego e a recessão” fosse da oposição ou do povo que não deixou “a ficha cair”, e não de quem está no poder a 12 anos, governando o país de maneira medíocre, acabando com a economia progressivamente e que agora precisa de medidas extremas para salvar o país. Então todos devemos aplaudir e apoiar porque agora, depois de 12 anos, nossos ótimos governantes estão pensando no bem do país…
    Que inversão de valores!

  26. A verdade…

    É que este FHC (matusalém) deveria sumir do mapa. 

    Já saiu do Governo e vive querendo dar palpites. 

    Se palpite fosse bom, ele estaria trilionário.

    Vá se aposentar… curtir sua velhice!

     

     

  27. Pra variar, estão

    Pra variar, estão superdimensionando os poderes desses mequetrefes, fhc e serra. Já estão respirando por aparelhos, só falta a mídia velhaca e corrupta desligar o aparelho e os dois já eram. Os blogs sujos, tem que colocar, dia e noite, noite e dia, o “currículo” dessas coisas, pois é de envergonhar qualquer cidadão trabalhador desse país e que, esses blogs, pararem de repetir o que essas coisas falam, MOSTREM O CURR[ICULO DESSAS CRIATURAS, essa é a nossa rama contra eles.. Agora, se em pleno século xxi, deixarmos esses merdinhas da justiciaria, do psdb e da mídia efetuarem um golpe, é porque merecemos mesmos. Somos cidadãos mimimi, ou partimos para a luta de derrubar esses merdinhas que tem lobão bobão e joão bobão(aócio) e esses decréptos gm, fhc e serra como líderes? Se aceitarmos ser golpeados por essas merdas, somos piores que eles.

  28. É ISSO!

    Meu caro Nassife ! È isso mesmo que estamos assistindo. Não acho exagero nenhum do FHC. Este desgoverno esta atropelando conquisyas suadas da nossa história política para se manter de qualquer jeito no poder. Só os petistas como vc ou os que estão lucrando com isso é que se calam ou defendem isso ai. Quem enxerga um pouquinho esta vendo claramente os rumos que estamos seguindo. O exemplo do “governo” para todo o pais hoje é de descumprimento, dissimulação, mentiras, falcatruas e compra de conveniencias. A única vantagem hoje é que temos a chance de amadurecer a população no vindouro desmoronamento de um governo incoerente, corrúpto e ipócrita, como sempre acontece na história das civilizações. Sem pessimismos, nos sauve a realidade.

     

  29. Mediocridade

    FHC e Serra são dois miseráveis, no verdadeiro sentido do termo.

    A eles não interessa o futuro comum, só o presente imediato que os beneficie, antes de tudo. Hipócritas, defendem um golpe de Estado, às claras, sendo que só existem hoje porque se fizeram no ontem como vítimas de um golpe de Estado.

    Mas nada disso interessa aos dois golpistas em fim de carreira, nem a história nem o futuro. Oportunistas que são, fingem não aceitar a derrota e clamam pela reparação de imaginários direitos.

    O que caracteriza a maturidade de um indivíduo adulto é a capacidade de administrar a frustração. Até uma criança sabe que quem perde o campeonato, não leva a taça.

    Parte da oposição brasileira vive a infantilidade dos desejos, fomentada por suas lideranças oportunistas. Tais como os 2 velhinhos, FHC e Serra, agem como bebês de colo. Quando sentem fome, berram até que alguém lhes dê de mamar. Não controlam o próprio esfíncter. Outros que limpem o estrago que fizerem. Vivem num eterno hoje, sem lei, sem responsabilidade, sem futuro.

    Definitivamente, não representam o país.

    • Agradeça a FHC por poder

      Agradeça a FHC por poder colocar este post na internet. Não fosse por ele você estaria esperando por uma linha no Balcão da Internet.

    • Mediocridade

      Sr., entendo que o prezado não viveu na época em que o PT era oposição. Eram guerrilheiros contra qualquer governo que não fosse petista.

      Hoje os petistas estão provando o próprio veneno e que a oposição a esse desgoverno que desgoverna este país seja igual ou pior do que faziam quando eram oposição.

      Esses velhinhos que vc menciona são pessoas cultas e honestas, que democratizaram o país, que estabilizaram a economia (penso que o nobre escriba não viveu com inflação a 80% ao mês, sim 80% ao mês), pois foram eles que com a ajuda de uma equipe de alto gabarito que colocaram este país nos trilhos e os petistas, graças a corrupção estão lenvando a bancarrota.

      Onde anda o ex-presidente? Diante da crise instalada desapareceu, deve estar fumando charutos cubanos e saboreando uma cahaça da melhor qualidade, quando nem seu nome sabe escrever. Só teve sucesso porque foi esperto e deu continuidade a política econômica herdada do governo FHC, o que não aconteceu com a atual dona do poder, que de tanto enfeitar o olho do filho acabou furando.

      A crise, que os petistas dizem ser reflexo do que está acontecendo nas economias de outros países, são meras deculpas para justificar a incompetência e a corrupção que instalaram neste país.

      Se falta tudo ao povo, se teremos aumento de impostos devemos a incompetência, pois baixaram os juros para ganhar musculatura, o mesmo acontecendo com a energia. O que se vê? Aumento de juros, de energia e da carga tributária, pois para acomodar os pelegos precisam de mais e mais  arrecadação.

      Miserável é a situação da saúde, da educação, da segurança, das estradas, dos municípios, tudo em função do alto grau de corrupção praticada pelos governos petistas.

      Tivemos dinheiro para a copa, construimos estádios, tudo uma maravilha e quem está pagando a conta é vc e eu, que com toda razão somos os verdadeiros miseráveis, pois sustentamos esses corruptos.

      Seja feliz na sua miserabilidade.

      • Perfeito

        Perfeito o seu comentário.

        Parece que é difícil remover a trave do próprio olho e ainda de uma forma ou outra, colocar uma possível MAIOR desgraça em fantasmas do passado. Assumir a incompetência seria o primeiro ato nobre que este governo poderia fazer em anos para o povo brasileiro.

        • TODOS SOLTOS!

          Quando fala em competência baseia-se no gerenciamento da Sabesp, a escassez de água e o repasse bilionário de lucros a acionistas (a maioria laranjas do PSDB) da excelente administração tucana em SP?

          Digo, para citar um entre mil exemplos da corrupção bicuda…

          TODOS SOLTOS!

          Tartufos como os mentores, o lesa-pátria e o fabricador de dossiés…

    • Mas merece levar a taça quem

      Mas merece levar a taça quem ganhou com gol impedido e com a mão???. LULAs, DILMAs, ZEs, GENUINOs, todos os do PTs, FHCs, SERRAs, AECIOs, ALKMINs e todos do PSDBs, são farinha do mesmo saco, alias, todos os poderes da republica, não há bons, honestos. Mesmo aqueles que se arvoram, são coniventes. L I X O. 

  30. A grande verdade é que os

    A grande verdade é que os tucanos ainda não notaram que perderam o jogo presidencial e que seu Aecinho perdeu o poder em Minas, demonstrando a grande mentira que é a maneira de gerir tucana. Tudo uma mentira.

  31. Surfaram tranquilos na frágil economia

    A grande verdade é que o governo Lula surfou tranquilamente na estabilização da economia do plano real, gastando sem limites. O “Pac Man” sequer terminou obras de infraestruturas importantes e polêmicas como a transposição do Rio São Francisco e sequer prestou contas sobre o atraso, isso sem falar nos monstruosos estádios da Copa, construídos pelas mesmas empreiteiras que fizeram essa bagunça na Patrobras. Quem pagará pos esse elefantes brancos?  Se fosse outro governo eles pediriam o afastamento do presidente como fizeram com FHC. A economia cresceu às custas de um endividamento brutal da população, que hoje não tem mais crédito e portanto reduziu as compras. O país precisa de responsabilidade fiscal em todas as áreas, mas também de responsabilidade moral. Não adianta coagir a imprensa e “blogueiros” de plantão restringindo verbas publicitárias. Precisamos saber ouvir a verdade e isso server para qualquer partido. É fácil creditar os acertos ao PT e os erros dessa administração a governos de outro partido (PSDB) ou a oposição que aliás não criou uma oposição verdadeira, usa o mesmo expediente do PT quando fazia esse papel.

    Reduzir meta fiscal seria aceito se fosse outro partido qualquer?

    Para mim, PT e PSDB são duas cabeças de um mesmo monstro que destroi o Brasil.

  32. Uma verdadeira manada de

    Uma verdadeira manada de trolls neste post com o jogral da velha mídia.

    Pelo jeito, o “Sr. Nassif” está incomodando, e muito, o consórcio PSDB-Mídia-Gilmar.

  33. Interessannte a tese do

    Interessannte a tese do jornalista LN. As solucoes seriam : impor a censura (impraticavel); aprovar a lei de regulamentacao da midia com dispositivos restritivos (improvavel); governar corrigindo os excessos(improvavel pois demandaria o abandono do projeto de poder a qualquer custo).

  34. Petrolão

    Independentemente de FHC e de Serra, a ingovernabilidade do segundo mandato da presidente Dilma tem a ver com o Petrolão. Enquanto não ficar claro a responsabilidade dela ou não na nomeação dos corruptos para os cargos de Diretores, nenhum agente econômico vai tomar decisões de investimento.

  35. fhc e serra

    Não concordo com tal texto, assisti varios debates entre os candidatos dilma e aécio e tambem entre mantega e arminio fraga, o atual governo segue com enrroleixom na campanha disse que estava com a economia na mão mas agora se vê que esta perdido, investimento só com dinheiro do tesouro ou do fat via caixa economica estamos gastando o cheque especial do tesouro esta conta vai vir e o povo sempre é que paga quanto a oposição não faz mais do que o pt sempre fez com criação de dossies e governos paralelos e será que o dito salvador nunca antes na história deste pais não esta com uma situação de homem rico como ja constou na forbs.

  36. E o pior é que estes 2 

    E o pior é que estes 2  “respeitáveis ” senhores estão influenciando todo o modo de agir do partido, em todos os estados,  assembléias, prefeituras e câmaras municipais. Em minha cidade vê-se claramente isso, como aconteceu na última eleição. Para retirarem excelentes deputados Federais simpáticos ao PT, e evitar a vitoria de um candidato à deputado estadual, tudo fizeram (os donos da cidade) e acabamos s/ nenhum representante, tanto na esfera Federal, quanto na Estadual. Ainda bem que a reação dos mineiros foi dar o governo a um petista, já que descobriram a tempo as “qualidades” do sr. Aécio Cunha. Esse partido e seus seguidores mostram que não tem nenhum plano para melhorar realmente o país, mas única e exclusivamente o plano  do golpe e satisfazer assim  todo o rancor e inveja, armazenados em corações de pedra. Penso que vão conseguir  realizá-lo, não agora, como eles mesmo dizem, mas após 1 ano talvez e tb após terem levado a presidente eleita às cordas (caso não haja nenhuma reação) mesmo que à custa do povo e do país.

  37. O Serra dizer com orgulho que

    O Serra dizer com orgulho que travou uma obra do porte do trem bala, que ligaria às duas princiapais cidade do país, é de lascar, é de dá dó

    É uma total falta de pensamento no coletivo. O centro tem que ser EU.

    E o que é pior, tem paulista orgulhoso dessa atitude do Serra.

    Em relação ao FGAGAC, é mais do mesmo, sem nenhuma novidade. Vai morrer com raiva de um nordestino “burro”, pinguço, sem dedo, que fala errado, que não tem sequer formação inferior, mas que saiu de um governo com 85% de aprovação.

    Na boa, isso deve dá uma dor de corno da porra no velhinho.

  38. Mas acontece que a direita

    Mas acontece que a direita brasileira é e sempre foi golpista, Nassif. E hoje o PSDB é a direita. Representa a direita e fala por ela, seja através dos “jornalistas” do pig ou com suas próprias bocas.

    Não conseguem ver a luta política de outra forma, ou seja, na disputa de propostas que se resolve na disputa eleitoral. Assim combateram Getúlio, JK, Jango, Lula e assim combatem Dilma.

    A “naturalidade” com que eles exercem o golpismo é tanta, que FHC é capaz de discutir a legitimidade da presidenta, tendo ele próprio saído do seu governo com uma popularidade de menos de 20%. Sendo considerado em todas as pesquisas o pior cabo eleitoral e o pior presidente, só atrás do Collor. Tendo comprado a reeleição e agora nessa ultima Datafolha considerado o que menos combateu a corrupção.

    Porque ele se considera uma liderança política “legítima”? Porque sua “democracia” dispensa povo, quando este não está com ele, e se apoia numa imprensa cúmplice e corrupta e na parte reacionária das instituições do Estado

    • Sr. Juliano, seu comentário

      Sr. Juliano, seu comentário escancara o quão bisonho é o seu conhecimento de história e política. O Getulio a quem o sr. se refere como vítima de um golpe, foi na verdade, ditador por 15 anos. O tal Jango nem isso conseguiu. Lula é líder de cartel criminoso e Dilma não passa de uma anta que não consegue administrar nem a própria vida.

      Ademais, se FHC é mau cabo eleitoral como Collor, o que dizer da associação de Collor e Maluf à candidatura da presidanta? Os maiores corruptos ditos direitistas golpistas hoje fazem parte da base do governo de Dilma, como o sr explica essa excrescência?

  39. O jornalista Breno Altman,

    O jornalista Breno Altman, editor do Opera Mundi e colunista do 247, avalia que os tucanos decidiram “rasgar a fantasia”; em novo artigo, ele aponta que, embora o senador Aécio Neves e seus seguidores estejam sendo vistos como “se estivessem fora da casinha” ou como um “banco de loucos”, eles, na verdade, estão “animados pela forte polarização da campanha eleitoral” e por isso “estão disputando a sociedade com um discurso sem maquiagem”; “são as vias de renascimento da direita brasileira”, diz; “Agora está mudando a equação e movem-se em direção à velha direita, para construir um bloco neoconservador, radicalizando a vida política do país”, ressalta; leia a íntegra em seu blog no 247, aqui

  40. A democracia precisa do

    A democracia precisa do contraditório. E tomara que o PSDB o faça mesmo que de maneira burra. Pois é a única maneira que o eleitorado brasileiro entende.

    Saiu uma pesquisa em que cerca de 7 a cada 10 brasileiros acredita que a nossa presidente sabia da corrupção na Petrobras e mesmo assim ela foi reeleita. Logo é obvio deduzir que o brasileiro é burro ou adora um bandido.

    Este governo tem a mesma credibilidade do fim do governo militar. Ninguem acredita mais. Quando o Delfim avisa que a gasolina não ia subir, você corria para posto para encher o tanque.

    Caso a Brasil perca o grau de investimento, só vai restar uma maneira do governo se financear e será a inflação e pode ter certeza que eles irão usar.

  41. É claro que esse carbonarismo

    É claro que esse carbonarismo senil, mas também tardiamente juvenil no Aecio pode gerar instabilidade institucional e clima ruim para a economia. Mas tem um dado curioso que parece escapar aos crapulosos: o que salvou o governo Lula da mediociridade servil em relação ao mercado e ao alto clero fernandista foi a chacoalhada do mensalão, que despertou a militância a qual, por sua vez, forçou o governo a ir adiante nas ideias da família política que o elegeu.

    No momento, Dilma  & Lula parecem estar fazendo todo o possível para fazer o pessoal que a reelegeu enrolar a bandeira e ficar quietinho. Esses anúncios dos ministros tidos como mais próximos dos seus inimigos políticos de ontem e hoje não poderiam ser mais eficientes para produzir aquele efeito desfissurante. Mas a agitação dos peessedebistas obrigará o pessoal da direção do PT + Dilma & Lula a chamar o pessoal de volta às ruas e essa militância vai de novo cobrar o preço e empurrar Dilma II para frente.

    Enfim, esse cenário otimista é aquilo que a filosofia chama de “astúcia da razão”.

  42. O Pessoal…. Lembra do que

    O Pessoal…. Lembra do que Dilma disse pra Marina??? Tem que aguentar o tranco.

    Não pode pedir arrego pra oposição. A oposição demorou muito a acordar e a denunciar o que está acontecendo com o pais. O governo Dilma conseguiu muitas proezas:

    – desestabilizou as empresas de energia

    – Quebrou a Eletrobras que hj não tem nenhuma capacidade de investimento

    – Quebrou a Petrobrás que só saí nas paginas policiais

    – Tem o país com juros altos e inflação no teto da meta

    – Crescimento 0%

    – Desemprego só nao está crescendo porque as pessoas não estao procurando emprego ( Desemprego baixo com 50 milhoes dependendo de bolsa do governo)

    – perdeu totalmente a credibilidade e para recuperar está escalando um time de” adversários”  com pensamento totalmente contrário ao seu governo.

     

    Ohhh Nassif….. Imagina se o PT estivesse na oposição????????????? Já teriam colocado fogo no País a muito tempo ou então teriam feito como dizem seus lideres ” feito o Diabo”.

    • “A oposição demorou muito a


      “A oposição demorou muito a acordar e a denunciar o que está

      acontecendo com o país”

       

      Tá bom Carlos Batista.  Agora conte a do papagaio. rsrs

  43. Quem bate esquece, quem apanha, não

    Seu texto está exato, mas depende de uma só questão.

    A verdade x a mentira.

    o PT mentiu para se eleger. Dizendo que tudo está bem, que o PSDB se eleito trará de volta da recessão, medidas impopulares, etc..e tal.

    Resumindo: Se tudo estava tão bem no Brasil, como o PT fez questão de alardear a brados ventos…agora estão com medo, do que?[

    Se o PT assumir que mentiu e não disse a verdade e que a realidade do país é outra, tenho certeza que o PSDB deixará de ser uma oposição veroz. Simples assim.

  44. FHC E SERRA

     

    NÃO SOU POLÍTICO PARTIDARIO. SOU UM ELEITOR QUE EXERÇO MEU DIREITO E DEVER DE CIDADÃO ATRAVÉS DO VOTO,  mas não entendo a lógica que levaria o FHC e Serra a serem responsabilizados, por insucesso de futuro e anteriores governos do PT. Ao seu tempo e em cargos ocupados por eles, até que se prove o contrario, houve bastante acerto na condução das Políticas de Estado. Assim, tivemos a estabilização da Economia, que propiciou a maior “transferência de renda” para as classes menos favorecidas além de se ter iniciado programas sociais de grande importância, para atender às pessoas que estavam na condição de miseráveis. Também foi relevante o que foi feito para diminuir o tamanho do “Estado”, possibilitando atingirmos a situação que temos hoje, especialmente na “telefonia”. Não fosse a coragem de privatizar, tomando como exemplo as empresas de telefonia, jamais atingiríamos a cobertura que temos hoje, além de que os preços desses serviços seriam muito maiores. Mas, este é um ponto, que os críticos não levam, em consideração, posto que não há como traçar paralelo, com aquela maldita estagnação de referido setor, que vivemos por longos anos. Daí só se criticar sem enxergar os benefícios sociais que a decisão trouxa para os brasileiros, permitindo que pessoas com renda muito baixa, até os da bolsa família, tenham acesso ao “seu celular”. Bom, não vou me alongar, mas não posso deixar de registrar que outro benefício, que a mídia deixa de mostrar, quando trata dos governos do PSDB é que com as privatizações reduziu-se o tamanho do risco de termos mais casos como o da Petrobras, dos Correios, da Eletrobrás,  BB, CEF, BNDES, etc. Pois, embora sendo setores estratégicos e que acredito devam permanecer geridos pelo ESTADO, nem assim ficaram imunes as ambições do grupo que se encontra no poder há 12 anos.

  45. GOLPE DA DIREITA

    Dilma vencneu Aécio com uma diferença de 3.500.000 votos. Isso representa a população do Uruguai. Ainda assim, os tucanos, em especial Aécio, FHC e Serra acreditam que foram vencedores. Aliás, Aécio vibra feliz com a “vitória”. Se é assim, então, que fiquem os tucanos na oposição. Os petistas – para o bem e para o mal – estão bem satisfeitos no Poder Federal.

  46. O que ameça a economia é o próprio governo.

    A maior ameaça à economia do país é o próprio governo Nassif, que cortina de fumaça é essa que você pretende? Quem nunca desceu do palanque desde que subiu ao poder é o PT. Estamos a 12 anos ouvindo o discurso de que qualquer um que tenha qualquer crítica ao governo é “golpista” ou “não gosta de pobre”. Depois de tanto ouvir o discurso petista pela divisão do país, eis que agora ele realmente está dividido!!!! E querem colocar na oposição o discurso da divisão que o PT fomentou nos últimos 12 anos. Façam uma auto-crítica! Hugo Chavez governou a Venezuela sob o discurso da divisão e deu no que deu. É o PT quem precisa rever seu discurso maniqueísta e malandro.

    • Quem tem que fazer

      Quem tem que fazer auto-crítica é você. O PT somente resolveu governar, prioritariamente, para os desfavorecidos. E isso sem esquecer a burguesia, que nada de braçada há doze anos, gastando enormes somas de dinheiro fora do país e se refestalando no consumismo fácil que a economia proporcionou. Quem promove a divisão do país, desde sempre (e não há doze anos) é a nossa mídia comprometida. Ela ataca os governos petostas á doze anos. Muito antes de qualquer “divisionismo” do PT, Lula já levava bordoadas desta mídia. Apenas inocentes úteis são capazes de se contrapor a esta realidade, repetindo tal qual papagaios o discurso virulento e mentiroso vociferado pela direita brasileira. Quem foi que falou que ia “acabar com esta raça”? Discurso desonesto é o de vocês.

    • O que está em jogo é a

      O que está em jogo é a soberania do país. É a certeza que as riquezas que “os deuses” nos proporcionaram, sejam usadas em benefício do nosso povo. Já foi o bastante que as nossas melhores terras, tenham sido entregues a imigrantes europeus, que não satisfeitos, seus descendentes se especializaram em grilagem de terras devolutas, e indígenas – no Centro Oeste e Norte do país. Os oito anos do governo entreguista do PSDM e PFL, foi a descarada política de dilapidação do nosso patrimônio; a venda de estatais, por qualquer preço, e a qualquer custo, foi um escândalo, e deixou milionário, vários funcionários do alto escalão do governo.  A falta de escrúpulo dos governantes da década de 1990, levou ao extremo a sanha pela venda da Petrobras, ao ponto de sabotagem na empresa provocando mega-acidentes ambientais, quase que semanais, numa tentativa de desmoralizar a companhia, e afastar resistências contra a sua privatização. Em São Paulo o modus operandi tucano, foi implementado com os semanais incêndios em favelas da cidade, em favor de urbanização, e entrega das áreas ao mercado imobiliário. Por uma enorme coincidência: Tanto os mega-acidentes da Petrobras cessaram com a posse do Lula; como os incêndios nas favelas da capital paulista cessaram com a posse do Haddad. Além dos avanços na qualidade de vida dos excluídos – desde sempre, das riquezas do país, como petista, acho que o fundamental, é manter as garras dos vendilhões da pátria, longe do patrimônio público. Mais quatro anos – talvez oito, acho que já será o suficiente para consolidar o controle do Pré Sal pela Petrobras, seja irreversível a transposição do São Francisco, que as conquistas dos beneficiados pelo Bolsa Família, sejam suficientes para que um provável encerramento do programa não os prejudique tanto. Que tucano não gosta de pobre é uma verdade incontestável, eles mesmo provam isso no dia a dia. Que o país está dividido é verdade, e sempre esteve. Esse desespero demonstrado pelos “gatos pingados”, que hoje estão esperneando em São Paulo, é que eles achavam que a eleição estava ganha. Se deixaram enganar pela mídia amiga, e avaliaram mal o poder da militância – não só do PT, mas da esquerda em geral, que estava adormecida, e acordou quando viu que a direita tinha possibilidade de vencer, e levar o país de volta ao passado tenebroso dos anos 1990. Acorda Felipe Lopes, vocês perderam. É hora do toque de recolher, voltar aos quarteis, aglutinar e acumular forças, para perder de novo em 2018. O Lula está se preparando para a volta, para desespero de vocês.

      PS.: A economia do país vai melhorar. Já há sinais que o boicote promovido pelos empresários de S.P, está sendo revisto.

  47. comentário

    NASSIF, PERMITA-ME CHAMA-LO ASSIM, VOCÊ FALOU UM MONTE VERDADES, MAS QUE INFELISMENTE O POVINHO JAMAIS ENTENDERÁ, O QUE O POVO VÊ SÃO AQUELAS MANCHETES SENSACIONALISTAS, DA GLOBO, ONDE INVERTEM ATÉ O SENTIDO DA FRASE PARA DAR MAIOR CONOTAÇÃO POLÍTICA, NA REALIDADE ESTAMOS NUMA GUERA ENTRE A ESQUERDA, QUE TENTA LUTAR PELOS DIREITOS DO POVO, MAS NÃO MUITO ORTODOXIMENTE, E UMA DIREITA RADICAL, QUE QUER A TODO CUSTO DESESTABILIZAR O PAÍS, É AQUELE DITADO “QUANTO PIOR, MELHOR”, MAS O POVO JAMAIS CONSEGUIRÁ PERCEBER TAIS ARTIMANHAS, É UMA LOUCURA, QUASE TE DIRIA QUE A QUEDA DA BASTILHA, RECONHECENDO AS DIFERENÇAS DE CULTURA DE ÉPOCA, FORAM INICIADAS MAIS OU MENOS COM O MESMO PRINCÍPIO,  INVERTIDO É LÓGICO, OS PODEROSOS, NOSSA DIREITA RADICAL, PARA SUFOCAR O PÓVO OS FEZ REFÉNS DE SUAS AMBIÇÕES, A ESQUERDA, SE É QUE EXISTE ESQUERDA EM NOSSO BRASIL, SE SENTIU SUFOCADA E O POVO FOI AS RUAS. PETROBRÁS, É UM ESCÃNDALO DE PROPORÇÕES ASTRONOMICAS, É UMA CORRUPÇÃO INEXPLICÁVEL, MAS É APENAS UMA CORRUPÇÃO, EXISTEM CULPADOS, EXISTEM CORRUPTOS E CORRUPTORES E TODOS DEVEM SER PUNIDOS EXEMPLARMENTE, COLOCAR O GOVÊRNO NO MESMO BALAIO, É MAIS UMA JOGADA SUJA DA DIEITA. O BANCO DO VATICANO SOFREU UMA DURA PERDA, FOI CONSTATADO UM ATO DE CORRUPÇÃO QUE ENVOLVEU ALTOS VALORES E MUITA GENTE IMPORTANTE DA SANTA SÉ, SE NEM O VATICANO ESTÁ ISENTO DE CORRUPÇÃO, PORQUE O BRASIL, UMA REPÚBLICA DE BANANAS O ESTARIA. SÓ QUANDO A ASFIXIA DA DIREITA SE TORNAR PÚBLICA, O QUE É MUITO DIFICIL EM NOSSO BRASIL, O POVO ENTENDERÁ O VERDADEIRO SENTIDO, DESTES DICURSOS, DOENTIO E CAPCIOSOS DE FHC, SERRA, AÉCIO, E TODA ESTA DIREIRA RADICAL.

    • Caro, o governo atual é a

      Caro, o governo atual é a própria corrupção.

      O governo alimentou um esquema de compra de apoio político com loteamento de cargos (39 ministérios!!! duvido que Dilma saiba o nome de todos os seus ministros…) e aparelhamento do estado sem precedentes, sugando as estatais (digo “as” porque o caso da Petrobrás é só o início) para financiar seu projeto de perpetuação no poder.

      Querer dizer que “o governo tenta lutar pelos direitos do povo, mas não muito ortodoxamente” é um discurso de relativização moral que tenta justificar que os fins justificam os meios. E não justificam.

      Se quisermos melhorar o país, temos que chegar aos fins pela lei e pela justiça.

      E que aqueles que agem diferente, que sejam expurgados do poder, sejam quem forem. 

      E que os que assumam seu lugar se mostrem também bandidos, que tenham o mesmo destino, pelas mãos da educação, do esclarecimento e do voto consciente, sem cabrestos de faavorecimento.

  48. Procurando culpado

    Todos sabemos que a conta da imcompetência do (des)governo Dilma vai ser paga no segundo mandato dela. Os jornalistas “amiguinhos” do PT precisam encontrar culpados para justificar o desastre da má gestão da Dilma. Querer responsabilizar a oposição pela pajelança da Dilma é piada.

    • Inocente útil?

      Quais interesses FHC representa? Bancos, mercado dos abutres rentistas, petroleiras internacionais? os interesses americanos?

      Aliás, o genro dele, o Davizinho, depois da ANP, continua desempregado?

      Depois do falso dossié dos royalties das prefeituras a quatro mãos com Mainardi, contra o irmão de Franklin Martins, ele trabalha pra quem mesmo?

  49. Infelizmente não há nenhuma

    Infelizmente não há nenhuma novidade nisso tudo. O que vejo neste exato momento é o retrocesso de uma conquista extremamente sofrida da democracia. O que vem pela frente ainda não sabemos, mas seja o que for vamos sair perdendo (o povo).

  50. Infância Petista?

    Era na Infancia petista que eu acreditava!!  Hoje quem amadureceu fui eu!! Com um time de peso como este : Renan Calheiros, Sarney, Ciro Gomes….dizer que os desmandos do governo é culpa da oposição, é demais!!

  51. Responsabilisar os outros é admitir a própria incapacidade

    Se, como afirmado pelo próprio autor “Até os anos 90, o PT foi um partido que, na oposição, jogava exclusivamente no negativismo.” os partidos governistas conseguiram manter a ordem, a democracia, a RESPONSABILIDADE FISCAL, e instaurar o equilibrio economico.

    Atribuir culpa a 2 homens pelo desastre economico é admitir a Incompetencia, Ingerencia, Irresponsabilidade e INCAPACIDADE Administrativa, como “Nunca antes visto na história deste país”.

  52. quanto pior melhor

    Precisamos levantar o veu da verdade. A economia esta fraca. As finanças estão fora de controle e os numeros estão TODOS maquiados.

    O ultimo pilar que sustenta esta governo é este pseudo pleno emprego. Eliminanto o povo realizara o quão nefasto mfoi este governo e se voltara contra o proprio.

    Basta olha a saude a educação o transporte, a segurança publica. Veja quantos policiais foram ASSASSINADOS no Brasil em 2014. Esta tudo muito ruim e pessimo. Mascarado com a roupagem suave do emprego.

    O escandalo da petrobras choque o MUNDO todo pelos montantes envolvidos, justo em um momento crucial da economia. Com o barril do petroleo abaixo dos 60 usd o pre sal fica infiavel e com ele nosso “passaporte” para o futuro estara perdido, alias, como foi falado exaustivamente nestas eleições e o desgoverno do PT nos chamava de pessimistas.

    Não havera reconciliação com o governo do PT. Eles defendem regimes assassinos e ditadores crueis.

     

  53. Superestimar – um vício ou provocação?

    Caro Nassif,

    Não venho aqui defender a ou b, mas acho que você superestima o poder dessa dupla. Vários comentaristas já rebateram sua posição, alguns mais com o coroção, outros com lógica irrefutável.

    Para mim caberia levantar algumas perguntas que são feitas por diversas pessoas estudiosas do tema “caminhos para o Brasil”, mas vou fazer apenas uma, pelo simbolismo que ela carrega: Qual a lógica em nos comprometermos fazer um superavit primário, qualquer que seja o tamanho do dito cujo? A quem interessa isso? As maiores economias do mundo não o fazem, vide USA, China, Japão, etc., por que o Brasl? Esse tripé macroeconomico (superavit, metas e cambio flutuante)  todos sabem foi uma sugestão/imposição do FMI.  Apesar da burrice financeira, batemos no peito que pagamos nossa dívida para com o “maledetto”, então para quê seguir seu receituário? Por que a sra. presidente não diz claramente o que quer e pára de intervir todo dia na gestão? Como desoneram e a quem, sem avaliar com clareza suas implicações? Por que ninguém mostra claramente à madame que sua impertinência só faz alimentar o jogo dos epeculadores? 

    Nunca vi um prócer do PT defender, com uma mínima lógica, as razões da postura do governo frente às adversidades. Sempre desqualificam as críticas (marolinha) ou culpam terceiros (aos banqueiros, aos “reis da quebradeira”, e outros sempre com adjetivos pueris). Onde estão as boas cabeças do PT? Será que elas existem?

    Por quê ninguém fala claramente que não crescemos, nem cresceremos bem tão cedo, porque o consumo de energia atingiu seu teto, não há mais energia sobrando? As novas  hidrelétricas ainda não estão prontas, há um imenso atraso nas linhas de transmissão e ainda por cima as regras mudaram tanto, que os investidores se retrairam, isso é fato.

    Então, Nassif, esse seu post de “culpar”  FHC e Serra cuja postura nos últimos tempos poderia ser responsável por um eventual atraso na retomada da economia (cujo status de estar em ótima de saúde foi vendido durante toda campanha do PT)  soa meio ridículo e aquém de suas qualidades como comentarista isento.

  54. Os dois

    Os dois não dariam passos tão ousados carregados de traição à Pátria sem apoio externo. Só terão exito como apoio externo, portanto não citar os comparsas alienígenas o artigo fica lacônico.

  55. A melhor resposta a toda essa

    A melhor resposta a toda essa celêuma inútil está na seguinte chamada da Revista: 

    ISTOÉ: “O PT Tucanou”. Dilma adota receituário do PSDB, que tanto criticou na campanha, para tirar o País da recessão.

    Em síntese: Política Econômica Ortodoxa com Joaquim Levy na pasta da Fazenda, Nelson Barbosa na pasta do Planejamento, Kátia Abreu na pasta da  Agricultura. Fim das firulas populistas e política de arrocho são os diagnósticos e os respectivos medicamentos a serem ministrados para um país gravemente enfermo.

    Nassif. Por tudo o que foi dito, esqueça FHC, Serra e Aécio que não passam de águas passadas. Preocupe-se mais com a cúpula do PT e o MST. Esses sim, acabaram por destruir Dilma Rousseff.  

     

     

     

  56. Que decepção com Luis Nassif

    Caro Luis,

     

    É com enorme decepção que reencontro sua coluna depois de ter sido seu leitor fiel durante seu período na Folha. Ao que me parece o jornalismo patrocinado pelos governos de esquerda está para jornalistas em ocaso assim como igrejas evangélicas estão para artistas em ocaso. (Vide Xico Sá, Pedro Alexandre Sanches etc)… Mas como diz o ditado ao contrário, se não pode se unir a eles, tente vencê-los.

    Terceiro turno? Então você é adepto de uma sociedade de partido único, sem oposição. Afinal, vamos ao conteúdo, aos fatos…

    Você é inocente o suficiente para achar que foram alguns empresários junto com alguns funcionários corruptos que comandavam o esquema Petrobrás (e a grande maioria das demais estatais e contratos públicos). Lula e Dilma não sabiam da origem dos recursos? Quando os próprios envolvidos no processo falam que eles sabiam? 

    Isso tudo não é motivo para se for comprovado após julgamento justificar impeachment????????

    Por favor explique-se melhor, na sua visão o que seria um motivo para cassar um presidente? Ou não devemos cassar presidentes independente do motivo? Isso é terceiro turno? Anti-democrático?

    Atenciosamente,

    Joseph

  57. Nassif
     
    Voce está queimando

    Nassif

     

    Voce está queimando seu filme defendendo este governo incompetente. Este governo entrará para a história e não vai deixar saudades a ninguem, somente aos que se beneficiaram das benesses por serem amigos do rei ou da rainha.

    • Tartufos…

      Deixará mais saudades do que as viúvas tem da ditadura militar e do que os privatistas tem do entreguista FHC. A propósito, conheces Barjas Negri, Paulo Preto e Itagiba?

      • O Tony…. este pessoal que

        O Tony…. este pessoal que vc sitou são estagiarios perto da turma atual. Cafezinho pequeno….. antes os roubos chegavam a milhoes e hj já se falam em bilhoes e bilhoes e ainda são incompetentes e quebraram a maior empresa nacional. Esta vai ficar pra história…

        • milhões? Doi quando rio…

          milhões? Não é o caso, mas mesmo que fosse só uma tapioca… Vamos lá, relembre comigo:

          Banestado = 150 bilhões / Vale = 80 bilhões / Sivam = 1,2 bilhões / Metrô = 6 bilhões

          Sem falar nas telecomunicações… E é só uma ponta, posso ficar citando o dia inteiro: Detran, Cemig, Sabesp, Vistoria de carros, etc, etc.

          Sabe me dizer porque Serra, FHC e tucanos em geral viajam tanto para a Suiça?

    • O que você diz é sem fundamento, mas você está certo

       

      Carlos Batista (terça-feira, 09/12/2014 às 15:28),

      Suas críticas não propriamente ao Luis Nassif, mas ao governo de Dilma Rousseff são criticas genéricas, tais como o governo é incompetente ou o governo é corrupto (Da alma, do coração, de palavra?), que cabem a qualquer governo e mais revelam aqueles que fazem uso dessas críticas do que o que se critica. Só que essas críticas sem fundamentos preenchem perfeitamente o papel que cabe a oposição fazer e que é criticar o governo.

      Você enviou um comntário terça-feira, 09/12/2014 às 12:09, aqui para este post “Como FHC ameaça a recuperação econômica” de terça-feira, 09/12/2014 às 06:00, e que agora já está indo para a terceira página, que é só mais extenso do que este mais recente, mas é no mesmo estilo. Atualmente todo mundo pode chamar a presidenta Dilma Rousseff e sua atual equipe econômica anterior do que quiser, desde que o faça de modo genérico, que ninguém poderá provar que a acusação é falsa. Alias, de modo genérico, qualquer governo do mundo pode ser acusado ou elogiado que ninguém conseguirá demonstrar o contrário.

      Enviei para Ozzy ontem, segunda-feira 08/12/2014 às 16:47, junto ao comentário dele de segunda-feira, 08/12/2014 às 13:25, um comentário que está na segunda página do post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma” de segunda-feira, 08/12/2014 às 11:42, aqui no blog de Luis Nassif, em que menciono o artigo “Acusar o inimigo de imoral é arma política, instrumento para anular o ser político do adversário”, do filósofo de plumagem tucana José Arthur Giannotti e que foi publicado no jornal Folha de S. Paulo de quinta-feira, 17/05/2001.

      O endereço do post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, na segunda página onde estão os comentários que interessam é:

      https://jornalggn.com.br/noticia/fhc-serra-a-democracia-e-a-sindrome-de-macunaima?page=1

      E o endereço do artigo “Acusar o inimigo de imoral é arma política, instrumento para anular o ser político do adversário” é:

      http://www.cefetsp.br/edu/eso/filosofia/artigogiannottigerapolemica.html

      O artigo de José Arthur Giannotti justificava o comportamento do PT em acusar o governo de Fernando Henrique Cardoso de todo de ruim que acontecia no Brasil. É o que se denomina satiricamente de “jus esperneandi”. É um direito da oposição em qualquer lugar democrático do mundo e você o utilizou com acerto. É claro que este direito que surgiu no direito contemporâneo, mas quando o Latim já era língua morta, não precisa de ser apresentado com fundamentação nem haverá um juiz para fundamentar uma decisão, certamente de indeferimento do pedido.

      E o esperneio fica bom em um post cuja finalidade maior é dar vazão ao esperneio que deverá perdurar por uns seis meses se aparecer no horizonte alguma sinalização econômica mais favorável ao governo ou por mais tempo se o ajuste mundial diante da subida dos juros americanos tiver repercussão maior no Brasil.

      Lá no post post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, Luis Nassif fez um texto mais crítico a Fernando Henrique Cardoso e José Serra, mas trazendo para discussão os conceitos de legalidade e de legitimidade, dois conceitos que juntos dificilmente prestam ao esclarecimento. Por ser um texto crítico a Fernando Henrique Cardoso e José Serra e precisando ganhar ares de imparcialidade, Luis Nassif entremeou o texto dele com o seguinte parágrafo:

      “Nem se pense que apenas o PSDB se imbui dessas fantasias legitimadoras. Em 1994, com Lula à frente nas pesquisas, o sonho de José Dirceu era um pacto com as Forças Armadas para fechar o Congresso, resolver todos os problemas em três anos e reabri-lo, mas com o país já saneado”.

      Qual o objetivo de uma frase assim, que foi encontrar no sonho de um dos líderes do movimento que levou Lula ao poder uma justificativa para tornar todos os políticos iguais. Na verdade como José Dirceu é um réu condenado à prisão, quem foi rebaixado foi Fernando Henrique Cardoso e José Serra. Só que não foi com a intenção de rebaixar Fernando Henrique Cardoso e José Serra que Luis Nassif inseriu este parágrafo igualando os dois a José Dirceu.

      A discussão entre legalidade e legitimidade na qual centrou o texto do post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma” é muito amorfa e sem substância para conseguir realmente abrir espaço para um debate mais consistente. Na democracia a discussão que interessa é sobre legalidade. O princípio da legalidade é como se poderia dizer “erga omnes” enquanto o princípio da legalidade é “inter pares”. Um governo ilegal é um governo que infringe um ordenamento jurídico. Um governo ilegítimo, o é apenas “inter pares”, ou seja, ele é ilegítimo para os tucanos, ou é ilegítimo para os empresários do setor sucroalcooleiro, ou é ilegítimo para os militares, ou é ilegítimo para os blackblocs.

      Só que para incendiar a brasa, Luis Nassif considerou que o termo legitimidade usado por Fernando Henrique Cardoso tem o mesmo alcance que o mesmo termo sendo utilizado pelo setor militar, ou mesmo por intelectuais para ser aplicado ao golpe de 64, tomando assim uma posição muito crítica em relação a Fernando Henrique Cardoso. Só que o alcance é diferente porque o termo legitimidade ou ilegitimidade tem alcance “inter pares”. Empregado por Fernando Henrique Cardoso, o termo vale na comunidade tucana, e empregado pelos militares, o termo vale na comunidade militar.

      É claro que uma postura assim daria ao blog de Luis Nassif um viés de defesa da democracia e de repúdio a luminares do PSDB que passaria então a se constituir em um partido contrário à democracia. Se prosseguisse nesse diapasão rapidamente o blog de Luis Nassif se tornaria um blog de petistas.

      Na segunda página do post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, em comentário que ele enviou segunda-feira, 08/12/2014 às 12:55, em resposta ao comentário de Osvaldo Ferreira enviado segunda-feira, 08/12/2014 às 12:33, que dizia lamentar que o PT fosse colocado na roda para dar qualidade a argumentação, Luis Nassif diz textualmente que a razão para ele ter colocado o parágrafo era, nas palavras dele:

      “Para deixar claro que a defesa da democracia é um valor em si, e não uma bandeira partidária”.

      Enfim, estes textos que Luis Nassif vem publicando no blog dele tem uma boa causa: a defesa da democracia. Só que é um escarcéu no que diz respeito à defesa da democracia. Não é chamando de golpista quem quer que seja que se defende a democracia. Contra o golpista de arma que faz o golpe não há pregação que adianta. Contra o golpista de palavra não há necessidade de luta nem com armas nem com palavras. Quem cuida dessas pessoas é o Ministério Público.

      A bem da verdade nem a crítica ao PSDB nem a crítica ao PT tem fundamentação. Luis Nassif sabe disso. Ai ele faz esses posts em que ele se coloca como defensor da democracia e faz acusações a uns e outros de tal modo que todos possam ler o texto e ter razão para comentar.

      A frase de Luis Nassif sobre o que pensou José Dirceu é bem feita, pois Luis Nassif diz logo no início tratar-se de um sonho. Ele não adjetivou o sonho. Lá na segunda página do post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, a frase levou a uma discussão interessante entre Luis Nassif e o dono do blog Briguilino, o Joel Neto, que tomou a frase de Luis Nassif como se fosse a quinta essência da realidade e não um sonho de José Dirceu e cobrou de Luis Nassif a prova do sonho de José Dirceu.

      Na hora pensei em frase de Paulo Coelho da letra de Prelúdio musicada por Raul Seixas em que Paulo Coelho diz:

      “Sonho que se sonha só / É só um sonho que se sonha só / Mas sonho que se sonha junto é realidade”

      Sempre vi o Paulo Coelho depois que se tornou escritor como um plagiador, mas não havia reparado ainda que a sistemática do plágio aparecera desde a época das letras para as músicas de Raul Seixas. Assim só vim a descobrir agora que a letra de Prelúdio é idéia de Miguel de Cervantes Saavedra, como se pode ver no seguinte endereço:

      http://kdfrases.com/frase/160734

      O que Miguel de Cervantes Saavedra disse foi o seguinte:

      “Quando se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha juntos é o começo da realidade”.

      “E la nave va”. Há muito tempo se sabe que os blogs são redutos de determinadas crenças. E fica um blog muito isolado. E Luis Nassif quer viver do que o blog tem de bom e se livrar do que ele tem de ruim. Como para se chegar a esse momento era preciso que as pessoas se despojassem de crenças já falecidas e não há tempo para isso, sendo Luis Nassif muito pouco para fazer toda a educação de um povo, não resta a ele que jogar este material velho nas abas do blog dele. E os comentarista repercutem como nunca.

      Há uma semana, entre os posts mais lidos da semana, seis tratavam diretamente sobre o Impeachment, uma figura de linguagem que no momento atual está mais longe da realidade do que o sonho de José Dirceu esteve há vinte anos. Os tais posts sobre o impeachment foram todos substituídos e hoje, terça-feira, 09/12/2014, temos  uma nova leva e estando os seguintes entre os mais lidos da semana:

      “A ópera do impeachment perto do primeiro grand finale” de domingo, 07/12/2014 às 10:11, com 242 comentários;

      “Aécio tornou-se o João Grandão de FHC” de sábado, 06/12/2014 às 08:21, com 177 comentários;

      “Modelo sueco é bom desde que fique bem longe do Brasil”, de domingo, 07/12/2014 às 10:11, com 127 comentários;

      “O dia em que os santos protetores de Minas abandonaram Aécio”, de segunda-feira, 01/12/2014 às 12:04, com 132 comentários;

      “Como FHC ameaça a recuperação econômica” de terça-feira, 09/12/2014 às 11:42 com 127 comentários (aqui no post já existem 147 comentários);

      “A folha corrida do líder da invasão do Congresso”, de quinta-feira, 04/12/2014 às 07:21, com 35 comentários;

      “Eduardo Cunha, perfil de um campeão da mídia”, quinta-feira, 04/12/2014 às 06:00, com 57 comentários;

      E “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, de segunda-feira, 08/12/2014 às 11:42 com 112 comentários.

      É bem verdade que apenas o post “A ópera do impeachment perto do primeiro grand finale” esta diretamente vinculado à discussão que Luis Nassif alimenta sobre o impeachment, mas todos os outros, salvo o “Modelo sueco é bom desde que fique bem longe do Brasil”, com 127 comentários (Embora o post “Modelo sueco é bom desde que fique bem longe do Brasil” diz ao ao contrário do que implicitamente se diz neste post, isto é, o post “Modelo sueco é bom desde que fique bem longe do Brasil” mostra que a economia brasileira vai bem), dizem respeito, ainda que indiretamente, à discussão sobre o impeachment.

      E não é porque faltaram bons posts que as pessoas tem vindo ler estes mais lidos. Dou como exemplo de um post que é muito importante para entender o que ocorrerá no Brasil nos próximos quatro anos, o post “Tática fiscalista e estratégia social-desenvolvimentista, por Fernando N. da Costa” de quarta-feira, 03/12/2014 às 17:04, e de autoria de Fernando Nogueira da Costa. O post “Tática fiscalista e estratégia social-desenvolvimentista, por Fernando N. da Costa” pode ser visto no seguinte endereço:

      https://jornalggn.com.br/blog/brasil-debate/tatica-fiscalista-e-estrategia-social-desenvolvimentista-por-fernando-n-da-costa

      O post “Tática fiscalista e estratégia social-desenvolvimentista, por Fernando N. da Costa” é um post pró governo Dilma Rousseff e assim não traz muita polêmica e assim nele constam  21 comentários e assim mesmo porque eu fiz uns 7 comentários lá.

      O título deste post “Como FHC ameaça a recuperação econômica” é um absurdo. É só imaginarmos que Fernando Henrique Cardoso foi presidente do Brasil por 8 anos quando ele tinha muito mais capacidade de influir na economia brasileira e constatarmos que nos oito anos de governo dele o Brasil cresceu menos do que nos cinco anos de governo de José Sarney, para concluirmos que a força de Fernando Henrique Cardoso no resultado da economia é nula. E agora então nem se fala!

      Neste post “Como FHC ameaça a recuperação econômica”, Luis Nassif não trata diretamente do impeachment, mas apesar de ser voltado para a economia, ele dedicou-se mais a falar da tentativa de desestabilizar politicamente o governo de Dilma Rousseff. Não é de se estranhar que ele rapidamente ficou entre os posts mais lidos da semana.

      É claro que é um post mais direcionado contra Fernando Henrique Cardoso e ele nem precisou fazer o contraponto como o fez no post “FHC, Serra, a democracia e a síndrome de Macunaíma”, ao falar do sonho de José Dirceu. Aparentemente ele não falou. Só que ao dizer que Fernando Henrique Cardoso tem força para ameaçar a recuperação econômica ele dá a Fernando Henrique Cardoso muito mais força que milhares de Fernando Henrique Cardosos juntos não teriam. E ao mesmo tempo dá a economia conduzida pela atual equipe econômica uma fraqueza que nenhuma economia no mundo teve. Utilizando o argumento estrambólico do impeachment e deixando criticas explícitas ou implícitas ao PT e ao governo do PT, Luis Nassif pelo menos alcança o objetivo de atrair mais leitores. Em uma situação assim, comentários como o seu, tanto este como o anterior vão inundar o blog dele.

      Clever Mendes de Oliveira

      BH, 09/12/2014

  58. em momentos de crise, sim, podem ser relevantes indivíduos

    e… vivemos sempre em crises,e repetimos,pois “eles” tb repetem.O blogueiro jornalista não pretendeu um tratado,colocou pontos q,em circunstâncias,podem,sim,indivíduos terem papéis relevantes.Há críticas nos poucos comentários q li,mas q se complementam.Isso é o que o GGN faz,deve fazer (isto não é uma lição,mas um elogio ao questionamento provocado e provocador).Qq FHC sabe disso e faz o seu papel,não era de se esperar outra coisa,pra não cairmos de surpresa.Como diz o fado tropical,com ironia denunciante,é esse o jogo:fora exceções (um louco nazista na Noruega, p ex),cada lado tem boas e sinceras intenções,e acredita nos seus atos.É uma luta,viver é lutar – aspas e aspas em referências aos poetas que cito. Ai, essa terra ainda vai cumprir seu  ideal (s/ visão colonizada,tão impregnada,postei noutra seção,tb como complemento, assim espero,a um outro post-título).Ou achamos q é trollagem ou ingenuidade? Não é.

  59. Demorou, mas chegaram.

    O blog foi claramente invadido pelos trolls e coxinhas. Que fazer Nassif ?.

    Deixar essa tropa manifestar-se e abarrotar o blog de sandices? Seria uma medida de manter a “pluralidade”? A “liberdade de expressão” (as aspas são sim uma forma de relativizar os termos)

    Permitir apenas leitores cadastrados, onde todos poderiam comentar livremente? Que fazer?

    • Remédio amargo

      Estou me lixando para ao patrulhamento dos trolls. Se estão por aqui, é por que o post bateu no fígado, no ponto fraco.

      O melhor que temos a fazer é expressar nossos pontos de vista com assertividade. E contundência, se for o caso.

      Não dá para suportar em silêncio um FHC decadente, com um Nero reencarnado a incendiar a República, colocando a culpa nos nordestinos.

      • Loucos com sindrome de perseguiçao

        O que acontece quando alguém discorda da sua opiniao, você briga com a pessoa?

        Nao tem ninguem te vigiando, acompanho o Nassif desde a TV Cultura.

        Nao vi ninguém usando tantos adjetivos pejorativos quanto os que defendem um posicionamento politico, a questao aqui é o ponto de vista do autor.

        Espero realmente que tente com assertividade defender o ponto de vista do autor no presente post, porque ou faltou espaço ou argumentos.

        Se existem FHC + quem quer que haja de um lado, existem Zé Dirceu e seus amigos do outro, entendo que haja bastidores mas é de competência de quem está no comando passar através das dificuldades.

        Trolls, coxinhas nao sei o que sao, favor usar legenda.

         

  60. Luis Nassif

    Prezado Nassif …

     

    Concordo com as suas palavras…mas até quando vamos ficar brigando PT X PSDB … Os 2 são iguais em relação a corrupção … Chega de passado corrupto …chega de presente de enganação  … Chega de vergonha  …  eu sinto vergonha do que está acontecendo… chega de país dividido.. chega de que a culpa é do outro…   Tá na hora …e já passou …de FAZER

     

     

  61. Mediocridade

    FHC e Serra são dois velhos, miseráveis e indigentes de espírito. Não representam o povo brasileiro.

    Fomentam um novo golpe de Estado contra a decisão soberana das urnas, sendo que sofreram na pele, como ex-exilados políticos, o arbítrio e a violência do outro golpe, o militar.

    Caudilhos hipócritas! Querem rasgar a própria Constituição que ajudaram a construir!

    Os 2 são os grandes responsáveis pelo envenenamento que infesta o debate político no Brasil há pelo menos 10 anos. Não produziram NADA, absolutamente NADA de útil no período. Nenhuma obra, nenhuma ideia portadora de futuro. Nenhuma visão inspiradora capaz de direcionar a energia do povo a um futuro melhor.

    Quando abrem a boca em público é só esgoto e trevas. Não merecem outra chance.

    • Ops…

      Acho que você está falando do Lula. Se hoje existe “trevas” elas foram implantadas pelo Lula. Quem com ferro fere, com ferro será ferido. Ou agora você acha que o “remédio” era só bom para os outros? Tome o seu próprio veneno e julgue se ele lhe faz bem. Não adianta espenear, porque a metade pensante deste país não os aceita mais. 

      • Digno representante da Chuiça…

        Metade pensante? Qual? A que toma água com barro? A que sustenta um governo há 20 anos que constroi 3km de metro ao ano, deixa faltar água, não termina nunca o Rodoanel e arrecada 7 bilhões anualmente (valor de todos os estadios da Copa) com pedágios (pra onde vai esse dinheiro?).

        Senão fosse o governo federal vocês nem tinham um aeroporto decente…

    • Como FHC ameaça a recuperação econômica

             Luis Nassif admiro seu trabalho e sua opinião, mas discordo de você em relação a este artigo. Não simpatizo com FHC e muito menos com José Serra, porém, é necessário tomar posição no momento  histórico em que estamos vivendo, onde os corruptos do PT, PP, PMDB etc, não têm  se preocupado nem um pouco com a desestruturação da economia mas sim, em salvar a própria pele, depois de terem se beneficiado e enriquecido com recursos desviados da Petrobras entre outras. O povo foi roubado e a nação vilipendiada, desmoralizada perante o mundo. O que resta agora a ser feito? Arrancar estes “malditos petralhas ” do poder. Aí talvez alguém pergunte: “Mas, não perderão as empresas como um todo, o mercado, o emprego…?” A resposta é simples: Sim. No entanto, quem provocou isso foram muitos representantes destas empresas ( Camargo Correia, OAS, Mendes Junior etc), mercado e emprego (muitos que votaram e apoiaram financeiramente o bando que se reelegeu). Portanto, na minha singela opinião, o que vier pela frente (desemprego, recessão entre outras mazelas) será apenas efeito colateral do remédio que irá combater esta “doença” chamada: CORRUPÇÃO.

      • Geração Veja

        É impressinante o funcionamento do cérebro da geração “Veja/Globo”. Eles acreditam num cidadão que roubou a Petrobrás. Como são contraditórios. Falam mal de bandidos, mas acreditam nas palavras de bandidos. Nas palavras não: naquilo que a mídia corrupta publica. Não há qualquer indício até o momento de o PT ter roubado dinheiro da Petrobrás. Por que grande parte do nosso povo não utiliza o cérebro para analisar fatos políticos? Eles acreditam na imprensa tucana e reproduzem as ideais como se fossem deles. Se houvesse enriquecimento dos políticos do PT, a oposição já teria derrubado o governo a muito tempo. Prezados seguidores tucanos, parem de se lamentar e sugiro olhar os fundos sujos das calças dos tucanos antes de se preocuparem com os fundos dos petistas.

  62. A ameaça não vem da oposição,

    A ameaça não vem da oposição, o maior problema é o estado em si, o que esta aí. AS instituições falidas, as agencias reguladoras e fiscalizadoras não fiscalizam nada. O PT desestabilizou a maior conquista que nos temos, a moeda, o Real.

    A gastança desenfreada é o problema, não a oposição. Calam-se todos com dinheiro e cargos nesse governo, as privatizações que iniciaram no governo FHC deveriam continuar. Melhora o serviço, melhora a gestão, melhora o gerenciamento, dinminui o apadriamento, a distribuição dos cargos. Mas o povo desentendido ainda acredito que a Petrobras é nossa e o petroleo também. Tem nada meu não, se tivesse não estaria esse roubo.

    Sou apartidario, mas hoje estou na oposição, seja qual partido for. A descontinuação de um governo seria positiva para os brasileiros, desmontaria os jogos sujos que não vemos, trocariam-se nomeações, os escandalos estariam mais explicitos, mas….

    O Brasil com sua politica social de cabresto só nos faz, cada vez mais empobrecer, só que os mais carentes demoram a enxergar.

    Estamos perdendo a classe média, esmagada com a carga tributária e tendo que comprar serviços privados, pois os oferecidos pelo governo são de péssima qualidade (Escolas, saúde, …) .

    Estamos ouvindo rumores novamente da CPMF, então que dizer o seguinte: Meu vizinho pega dinheiro emprestado no banco, gasta como quer, não me beneficia em nada e depois manda a conta pro condominio pagar?

    Esse país aqui sabe quando vai ter jeito??? Nunca!

  63. Por que não o PiG não fala do apartamento de FHC em Paris ?

    Por que apartamento de Lula é notícia e o de Barbosa não?

    A má fé com que o Globo noticiou o apartamento de Lula.

    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-ma-fe-obtusa-com-que-o-globo-noticiou-o-apartamento-de-lula/

    Lula não é Mujica, sabemos todos.

    Mas quem é? Francisco, o papa. E vamos parando por aí.

    Isto posto, é absolutamente canalha o destaque dado pelo Globo à informação de que Lula tem um tríplex no Guarujá.

    É o tipo de coisa que, editada desonestamente, só serve para alimentar a ignorância estridente dos analfabetos políticos de direita.

    Vamos começar pelo seguinte: Lula tem condições para comprar um apartamento avaliado em 1,5 milhão de reais?

    Ora, Lula é um dos palestrantes mais bem remunerados do mundo. Palestras de estrelas do circuito mundial giram em torno de 100 mil dólares.

    Isso quer dizer o seguinte: com um punhado de palestras, não mais que isso, ele pode comprar um apartamento como o que o Globo, com a Veja na esteira, noticiou com alarde.

    Fora isso, Lula tem seus benefícios de ex-presidente. Finalmente: 67 anos é uma idade em que pessoas bem sucedidas como ele, ou muito menos que ele, podem já ter acumulado um respeitável patrimônio legítimo.

    Muito mais estranho, para ficar em imóveis e na Globo, foi a notícia de que a apresentadora Patrícia Poeta estava comprando, aos 38 anos, um apartamento 15 vezes mais caro na avenida Atlântica, no Rio.

    Ainda no campo imobiliário, por que o apartamento de Lula é notícia, para o Globo, e o de Joaquim Barbosa em Miami não?

    O valor é mais ou menos o mesmo, segundo se noticiou. Com o detalhe de que, para fazer a compra em Miami, Joaquim Barbosa inventou uma pessoa jurídica que lhe permitiu fugir de impostos americanos.

    Este tipo de comportamento – denúncia é contra aqueles de quem não gostamos – ajuda a entender a imensa rejeição que tantos brasileiros têm pelas grandes empresas jornalísticas.

    O Globo ludibria seus leitores ao não colocar a informação do apartamento sob o devido contexto.

    A Veja, ao reproduzir o Globo, faz o que sempre faz: panfletagem, em vez de jornalismo. E o resto, bem, é o resto. Na Jovem Pan — que vai se tornando reduto do que há de mais reacionário na mídia — Rachel Sheherazade falou sobre o “chiquérrimo” apartamento de Lula, e conseguiu citar seu irmão de alma Rodrigo Constantino.

    Constantino escreveu, segundo Sheherazade, que se Boulos, do MSTS, souber do triplex, pode ter a ideia de colocar lá várias famílias de sem teto. Bem, o tamanho do imóvel, segundo o Globo: 297 metros quadrados. A sala de Roberto Marinho, na sede da Globo, na qual estive mais de uma vez, tinha mais que isso.

    Lula é uma saudade para milhões de brasileiros e para a mídia, que não se conforma com isso, uma obsessão.

    A tal ponto chega tal obsessão que hoje no site da Folha Ronaldo ‘Quem?’ Caiado ficou por várias horas na primeira página.

    O que ele fez para merecer a honraria?

    Disse, do alto de sua clarividência, que Lula não tem “a menor chance” em 2018. O morto-vivo Caiado descobriu que para ser objeto dos holofotes basta falar mal de Lula.

    Fazer previsões sobre 2018 agora, quando Dilma sequer iniciou o segundo mandato, remete a uma frase clássica de Keynes. “A longo prazo estaremos todos mortos.”

    As grandes empresas de jornalismo, com sua obtusidade desonesta, provavelmente estarão mortas em prazo mais breve, para o bem da sociedade.

    Em tempo: além dos apartamentos adquiridos por Patrícia Poeta e Joaquim Barbosa, o Conversa Afiada sugere outra comparação.

    Por que não o PiG não fala do apartamento de FHC em Paris ?

    O Farol de Alexandria, que acha “razoável” aposentadoria de R$ 22 mil, tem um apê na Av. Foch, onde o metro quadrado custa mais de 12 mil Euros.

    • Vamos acordar gente ! Estamos mesmo barco. Enxerguemos os fatos.

      Esse posicionamento, me perdoe a colocação, é a amostragem da ignorância verificada no último pleito e o resultado do que temos representadoss no poder.

      Precisamos parar de proteger A ou B e exigir a nossa proteção que é isso que precisamos como Nação. Estamos descobertos de tudo, Educação, Segurança, Saúde, Infra-estrutura dentre outros. Esses elementos tomaram o País para eles e é para eles que governam.

      Dizer que Lula comprou esse apartamento com ganhos em palestras é querer se enganar. Precisamos romper com esse pensamento de defesa cega e observarmos a realidade dos fatos.

      Não creio que FHC tenha sido santo, jamais achei isso, porém para que chegou ao poder criticando tudo que o outro fazia, deveria ter sido um governo muito diferente, de fato pelo povo e para o povo. O que estamos vendo é uma ditadura disfarçada de democracia, onde protestos são agora crimes e daqui a pouco serão crimes hediondos porque vão contra a destruição das instituições que já eram fracas.

      Nada funciona nesse país no que diz respeito ao atendimento a população, exceto o bolsa família que ao meu ver teria que ser um projeto temporário para as famílias que a medida que fossem sendo qualificadas, educadas e empregadas, fossem saido desse assistencialismo que nada mais que do que uma compra de votos muito inteligente. O sujeito não quer trabalhar com medo de perder a bolsa. Se for comprovado isso, que perca. Por que não adotam algo assim ?

      Então meus caros amigos, defender São Luca, acusar São FHC, defender São FHC e acusar São Lula nos coloca em combate contra nós mesmos e é a eles que temos que combater. Eles que são nossos inimigos, eles que consomem grande parte dos nossos salários em impostos e não nos devolvem proporcionalmente em melhoria na qualidade de vida.

       

       

       

  64. Francamente, Nassif, creditar

    Francamente, Nassif, creditar a dois componentes da oposição (ainda que um deles seja ex-presidente) o clima do país é obviamente um exagero. O que acontece é pura culpa da presidente Dilma (que na melhor das hipóteses fechou os olhos) e de seu partido, que lotearam a Petrobras para assaltá-la, em benefício do PT e da “causa”. Ninguém em sã consciência pode achar que tudo foi mera corrupção com fins pecuniários dos próprios envolvidos, embora isso também tenha acontecido secundariamente . Acabou de vez a choradeira dos que tentavam dizer que não existiu o mensalão, que foi o Judiciário mancomunado o responsável pelas condenações. Ficou aparente que somos governados por uma quadrilha a assaltar o povo brasileiro.

  65. Antes tarde do que nunca.

    Se o PT no passado foi contra tudo que lhe contrariasse os interesses então demonstrou que nunca teve a intenção de tornar o Brasil um país democrático e não será hoje que isto iria se realizar. O PT já deu inúmeras demonstrações que nem preciso citar aqui, de que deseja a comunização do Brasil. Em carta recente publicada em seu site, disse claramente que seu projeto é tornar o Brasil uma sociedade hegemônica. Ora bolas. Um país com uma das mais complexas misturas raciais vai tornar-se hegemônico quando cara-pálida? Só através das armas, como no passado da ditadura militar, e mesmo assim a custa de muitas vidas. Agora quando o veneno que eles sempre despejaram nos outros se volta contra eles, então há uma gritaria desenfreada  de que está se lutando contra a estabilização do país e portanto contra o povo. AH, vá plantar batatas. Está se lutando é contra este projeto totalitário de governo. Um governo que comprou o congresso de forma vergonhosa, um verdadeiro estupro na democracia e ainda continuar com a ideia de implantar os conselhos populares regidos pela CUT, MST, MTST e ONGS duvidosas, demonstrando claramente que deseja impor seus projetos de comunização a ferro e fogo. FHC e Aécio estão lutando para que a democracia não seja vilipendiada e massacrada pelos vermelhos antes que uma revolução se espalhe e leve este país ao caos social, ou alguém acha que tudo não passa de “brincadeirinha de político”. O que está em jogo agora, mais do que nunca, é a continuidade da liberdade. Esta liberdade que o PT e seus partidos asseclas teimam em minar pouco a pouco com leis que levam o país a mordaça total. Não isto que FHC e Aécio estão fazendo é dar o GRITO de alerta, mesmo que tardio. Muitos outros já estavam alertando para o grande mal que o PT representa para a democracia do Brasil, como Jair Bolsonaro. Não haverá estabilidade de governo enquanto este governo se esconder atrás do povo inculto e faminto que eles mantém no cabresto das bolsas. Dilma fala em democracia como “bolacha em boca de velho”. Ela nunca acreditou nisto, muito menos Lula e Rui Falcão. Jamais haverá estabilidade enquanto as ideias do PT e das esquerdas viúvas de Berlim insistirem em implantar o comunismo travestido de bolivarianismo no Brasil. E isto, por Deus, jamais vai acontecer. Não sem luta. Pode ter absoluta certeza disto. Que FHC e Aécio continuem a fazer oposição dura e tenaz contra o PT. Antes tarde do que nunca.

  66. Com a crise da água, São Paulo chegou, literalmente, ao fundo do

    Com a crise, São Paulo ganha uma corrida insana pela água dos poços artesianos
    Publicado na BBC Brasil.
    http://www.diariodocentrodomundo.com.br/com-a-crise-sao-paulo-ganha-uma-corrida-insana-pela-agua-dos-pocos-artesianos/

    Para participar de nosso projeto de crowdfunding para investigar o papel da Sabesp e de Alckmin na crise hídrica, entre no Catarse.

    Com a crise da água, São Paulo chegou, literalmente, ao fundo do poço. Ou melhor, dos poços. A avidez por encontrar fontes hídricas alternativas tem multiplicado a perfuração de poços artesianos – a maioria deles, clandestinos, segundo especialistas.

    Quem sofre com a escassez acusa os órgãos gestores do Estado de excesso de burocracia, que alimenta as obras ilegais.

    Indústrias e comércio foram os primeiros interessados em investir em perfurações. Recentemente, condomínios de prédios e casas também saíram em busca de água subterrânea. Até a prefeitura da capital abriu licitação para contratar empresas especializadas em poços semiartesianos que deverão abastecer as 32 subprefeituras em caso de falta d’água.

    Em meio à corrida pela água, chovem críticas sobre o órgão estadual gestor de recursos hídricos, o Departamente de Água e Energia Elétrica (DAEE).

    “O que estamos vendo aqui em São Paulo é que todos estão saindo de uma forma predatória à procura de água. E falta um Estado presente que faça o disciplinamento do uso dessa água subterrânea”, disse à BBC Brasil o diretor do Centro de Pesquisa de Águas Subterrâneas (Cepas) da USP, Reginaldo Bertolo.

    O resultado é a clandestinidade: de acordo com a Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (Abas), cerca de 80% dos poços artesianos existentes na região metropolitana de São Paulo são irregulares.

    “A gente fez um confronto de dados, perguntou para as empresas que participam da associação e temos denunciado a incompetência pública na gestão do recurso hídrico. Se a estimativa é de 80% de clandestinidade, você está gerindo o quê?”, dispara Carlos Giampá, geólogo, ex-presidente da Abas e atual conselheiro vitalício da associação.

    A BBC Brasil consultou o DAEE, que afirmou em nota “fiscalizar rotineiramente perfurações e captações irregulares”.
    Contra o relógio

    O problema, dizem especialistas, é alimentado pelo tempo que leva para perfurar um poço artesiano em São Paulo – meses ou até um ano.

    O primeiro passo é pedir um projeto para uma empresa perfuradora, que levará todos os detalhes dele ao DAEE. O departamento analisa e libera ou rejeita a perfuração. Esse processo normalmente demora cerca de 45 dias – mas já chegou a demorar oito meses em alguns casos, relata Giampá, que também é sócio-diretor da DH Perfuração de Poços, uma das principais empresas do ramo.

    Depois disso, vem a perfuração e instalação do poço, que demora mais um mês, e a coleta da água para a análise de potabilidade pelo DAEE – mais 20 dias. Se a água for aprovada, é preciso requerer a outorga, uma espécie de autorização para utilizar aquela água por cinco anos; e, em caso de consumo humano, a inclusão em um cadastro de soluções alternativas de água potável.

    Para não ter de esperar todo esse processo, o que muita gente faz é optar pela irregularidade. “Nós descobrimos que dá pra fazer um poço aqui no condomínio e vamos fazer. Mas a outorga demora muito, a gente está sem água. Chamei a empresa e eles vão vir aqui fazer”, disse à BBC um morador de um condomínio de prédios em Itu que não quis se identificar.

    Lá a falta de água é generalizada e o condomínio não recebe água do abastecimento oficial da cidade há meses. Por isso, uma das soluções encontradas foi o poço artesiano – só que na clandestinidade.
    Sustentabilidade

    Os especialistas alertam que a ‘febre’ dos poços artesianos no Estado de São Paulo pode ter graves consequências para as reservas subterrâneas da região. Apesar da abundância de poços artesianos e da grande quantidade de água que eles oferecem, o recurso deles também é finito – ou seja, se mal explorado, também pode acabar.

    Em Recife, no fim da década de 1990, a cidade enfrentou uma seca ainda maior que a que vive hoje o Estado de São Paulo e também recorreu a todos os tipos de alternativa – inclusive a perfuração desenfreada de poços. Como consequência disso, alguns reservatórios subterrâneos secaram.

    “Fazendo da forma irregular, corre esse risco de secar. Lá em Recife, todos os prédios de Boa Viagem fizeram poço, isso mostra uma coisa que pode acontecer, porque fazer poço do lado do outro é uma superexploração da água subterrânea”, explicou Carlos Giampá.

    Outro problema que pode ocorrer é a contaminação da água subterrânea. “O DAEE tem inúmeros testes e faz o controle de qualidade da água. Mas quando é irregular, não se sabe se essa água é potável. Às vezes o poço é feito em áreas de contaminação, principalmente por causa de posto de gasolina.”

    “A gente precisa conhecer qual que é o volume que está dentro desse reservatório, quanto de água da chuva que entra dentro desse reservatório para repor e o quanto que a gente pode tirar também através de poços”, diz Bertolo.

    O DAEE respondeu que “o Governo do Estado vem lançando mão de projetos mais sustentáveis para aumentar a oferta desse bem, que não a abertura de poços artesianos em residências”.

    Segundo o órgão, um dos exemplos significativos é o reúso da água, em andamento, entre outros já anunciados”.
    Gestão

    Segundo o DAEE, a cidade de São Paulo tem 2.071 poços artesianos outorgados pelo departamento, mas as estimativas de um levantamento da Abas indicam a existência de pelo menos 8 mil poços contando a região metropolitana da cidade – mais de 5 mil irregulares.

    O DAEE não quis dar entrevista para falar sobre o assunto, mas informou por meio de nota que não tem estimativas sobre o número de poços irregulares “uma vez que eles são irregulares”, mas advertiu que “a utilização da água sem a devida outorga sujeita o infrator às penas previstas na lei de uso dos recursos hídricos e de responsabilização administrativa, civil e penal”.

    Para Bertolo, do Cepas, “na prática, não tem fiscalização”.

    “Não há vontade política pra que o Estado se reestruture pra dar vazão pra essa demanda”, afirma. Ele considera que o DAEE precisa de técnicos mais capacitados para mapear os poços existentes em São Paulo.

    “Estamos falando de um volume de água estimado em 16 metros cúbicos por segundo de todos os poços na região metropolitana, o que é praticamente o volume oferecido pelo segundo manancial que abastece São Paulo, a represa de Guarapiranga”, disse.

  67. Corvos… PSDB, FHC Serra et Caterva

    Corvos… Para derrubar o Governo, não hesitam em derrubar o Brasil.
    http://tijolaco.com.br/blog/?p=23616

    Quando reiniciei este blog, a pessoa que formatou-o para a internet pediu-me uma frase para colocar abaixo do nome e saiu, na mesma hora, uma que eu jamais havia ouvido ou pronunciado.

    A política, sem polêmica, é a arma das elites.

    É exatamente este hoje, infelizmente, o retrato da política brasileira.

    Não há debate, não há contraditório, não há enfrentamento.

    Parece que querem reeditar os malditos tempos do “pensamento único” que, quase 20 anos atrás, repetia aquela história de que tudo o que precisávamos era “fazer o dever de casa”.

    Dever de casa, bem entendido, era arrochar salários, demitir funcionários, vender patrimônio e cortar investimentos públicos.

    Feito o dever, o Brasil foi levado ao desastre que não é preciso descrever e que o país recusou quando elegeu Lula.

    Agora, é outro o bordão, o da “moralidade”.

    Com ele, o país se paralisa diante dos problemas econômicos e, paralisado, eles se agravam.

    Porque, Youssefs e Paulo Roberto Costa à parte, o comando do golpismo – que não está no asfalto da Avenida Paulista, mas muitos metros acima dali – sabem que “é a economia, estúpido” que tem poder para desgastar um governo ao ponto de levá-lo à queda.

    Para derrubá-lo, é preciso derrubar o país, na percepção pública.

    A inflação “estoura” a meta, mesmo que seja por 0,06%.

    O governo tem “rombo”, porque está investindo em obras.

    Os desvios morais não são de indivíduos, mas de “uma organização”, muito embora os agentes da ladroagem tenham sido demitidos faz tempo, muito tempo.

    Não importa, porque a paralisia faz com que o governo, mesmo com o novo aval das eleições de há 40 dias atrás, recolheu-se a um autismo total.

    Acha que a tempestade política se desfará, quando se desfizer a econômica.

    Esquece que a tempestade política só alimenta a econômica.

    Porta-se como se seu recolhimento, como o de uma tartaruga, o preservará para quando o perigo tiver passado.

    Mas o perigo não passa se a dança demoníaca toma conta do salão sem enfrentamento.

    Há Lacerdas em profusão, mas ninguém para chamá-lo de corvo.

    Porque as forças de esquerda, quase todas, acoelharam-se e fogem do debate político.

    Não há polêmica.

    E sem ela, é só à direita que serve a política.

  68. “Lula é sem dúvida uma das minhas maiores inspirações”

    Novo premiê sueco: “Lula é sem dúvida uma das minhas maiores inspirações”

    Postado em 9 de dezembro de 2014 às 10:17 am

    Da Época Negócios:

    O funcionário de uma metalúrgica que se torna sindicalista, vira líder de uma das principais centrais trabalhistas, ingressa na política e chega ao poder máximo do Executivo. O episódio aconteceu no Brasil, certo? Errado. Na gelada Suécia, Stefan Löfven, um soldador de 57 anos, passou por todas essas etapas para se tornar no final de setembro o primeiro-ministro do país pelo partido Social-Democrata – a esquerda local -, pondo fim a um período de preponderância de governos conservadores. Tanta história em comum faz com que Löfven seja normalmente apelidado de “Lula do Norte” na imprensa europeia. Alcunha, aliás, endossada por ele próprio: após várias visitas a São Bernardo do Campo (SP), berço do movimento sindical brasileiro, ele se transformou em admirador do ex-presidente brasileiro.

    Os laços entre o Brasil e o país nórdico se estreitaram ainda mais em outubro, com a assinatura de um contrato da Força Aérea Brasileira (FAB) para a compra de 36 jatos de combate Gripen NG, fabricados pela sueca Saab. Com previsão de entrega a partir de 2019, pela bagatela de US$ 5,4 bilhões – sem contar a possibilidade de novos lotes serem encomendados –, é um dos maiores contratos fechado na área de defesa este ano em todo o mundo.  Löfven recebeu um grupo de jornalistas brasileiros de passagem pela capital Estocolmo para conhecer a fábrica da Saab na cidade de Linköping, de onde sairão os novos caças da FAB. Em seu escritório, para onde vai a pé todo dia – sua casa fica a poucas quadras de distância do prédio de onde despacha – o político falou sobre a proximidade com Lula, as negociações envolvendo o Gripen, as relações econÇomicas entre o Brasil e a Suécia e o reconhecimento histórico feito pelo governo local de que a Palestina é um país.

    O senhor ligou para a presidente Dilma logo após a confirmação de que ela havia sido reeleita. Como foi a conversa?
    Em primeiro lugar a cumprimentei pela vitória, claro. Como eu também fui eleito recentemente, acabei recebendo também os parabéns dela (risos). Eu nunca conheci Dilma Rousseff, mas me encontrei com o ex-presidente Lula várias vezes. Eu sugeri a ela que tivéssemos um encontro diplomático assim que fosse possível, como uma forma de trabalharmos para manter a boa relação que temos hoje.

    Como o senhor viu o acordo entre o Brasil e a Saab para a compra dos caças?
    Acho que foi um bom negócio para ambos os países. O Brasil tomou sua decisão soberana de nos procurar e dizer que precisava desse avião, que é muito bom, por sinal. Mas o acordo vai muito além das aeronaves. Ele inicia uma cooperação maior entre nossos países em ciência, em tecnologia, em educação e em comércio. Nós estamos nos aproximando desde 2009, quando o presidente Lula esteve aqui na Suécia e assinou uma série de acordos de cooperação conosco, inclusive na área de biocombustíveis. Então nós já temos muito em comum, e a parceria dos caças vai nos aproximar ainda mais.

    De que forma o senhor vê um país como o Brasil, com muitos problemas sociais, investindo na compra de armamentos?
    Em primeiro lugar cabe dizer que o Brasil é um país democrático e que cabe a ele tomar suas próprias decisões sobre em que área ele deve investir. No entanto, de forma geral posso dizer que o ideal seria que não tivéssemos que ter nenhum tipo de forças armadas. Infelizmente a realidade não funciona assim. Nós mesmos estamos aumentando nossos gastos militares nos últimos anos por causa dos desdobramentos políticos que ocorrem Rússia, que é um país próximo ao nosso. Cabe ao Brasil decidir se ele também precisa fazer isso. No nosso acordo específico, vale a pena lembrar que há muito mais envolvido do que apenas a compra dos caças. Temos tecnologia, inovação e comércio que vão gerar novos empregos e novos produtos que irão parar no mercado civil em diferentes áreas.

    Mas a União Europeia está contestando na Organização Mundial do Comércio alguns tipos de subsídios que o Brasil usa em suas transações. Isso pode interferir no negócio?  Não muda nada em nosso acordo. O espírito é diferente nessas duas situações e o que temos aqui é um acordo direto entre os países. As relações entre Brasil e Suécia não serão afetadas em nada por isso.

    O acordo implica numa aproximação política entre Brasil e Suécia. Seu governo irá apoiar a reivindicação brasileira por um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU?
    Nós ainda não decidimos formalmente o que fazer sobre esse ponto específico, mas acreditamos que é hora de uma mudança para novas regras mais transparentes na ONU e no Conselho de Segurança. Nós consideramos muito válida a reivindicação de países importantes como o Brasil e somos a favor de ampliar o diálogo sobre essa possibilidade. Vamos ver como isso se desenvolve daqui para a frente.

    No Brasil o senhor é conhecido como o Lula do Norte. Como vê essa analogia?
    Sou um grande admirador do presidente Lula e posso dizer que fico lisonjeado com essa comparação. Nós temos trajetórias parecidas: ambos viemos do movimento sindical e depois entramos para a política. Isso fica claro quando nós nos encontramos. Nós conseguimos nos entender perfeitamente, mesmo sem que eu fale português e com o Lula tendo deixado claro que não queria aprender sueco (risos). Mas a forma e o estilo de se comunicar é bem parecido, percebemos mesmos através dos intérpretes.

    Eu lembro que uma vez disse ao Lula quando ele era presidente: “deve ser um trabalho difícil liderar um dos maiores países do mundo”. Ele me respondeu que “é sim, mas vou fazer isso direito porque ninguém vai poder dizer que um trabalhador não pode fazer isso”. Isso me marcou. Hoje digo para mim mesmo nos dias difíceis que “eu também posso fazer isso”. Lula é sem dúvida uma das minhas maiores inspirações.

    Como o senhor analisa o momento atual da economia brasileira? Ele gera algum impacto na economia sueca?
    De comum acho que ambos os nossos países não conseguiram crescer tanto quanto gostaríamos. O Brasil é um país imenso e com um peso muito grande para a América Latina, mas aqui na Suécia somos mais sensíveis aos resultados da economia dos países europeus, especialmente a Alemanha. Como quase metade do nosso PIB vem de exportações, o que acontece na Europa nos influencia muito. A lentidão da economia europeia é uma das nossas principais preocupações no momento. Mas hoje em dia a economia está tão interconectada que o que acontece na América Latina e na Ásia acaba nos influenciando.

    A Suécia recentemente se tornou pioneira ao reconhecer a Palestina como um país. Não é uma decisão arriscada? Quais foram as razões disso?
    O risco é que tenha sido até tarde demais. O que nós vimos na região no último ano não deixou margem para muita esperança. Nós seguimos a crise hora a hora e vimos que não haveria saída se continuássemos no mesmo caminho. Não havia chance de paz porque não havia conversas, não havia negociações, além de decisões unilaterais sobre ainda mais assentamentos israelenses na região.

    O que precisa ficar claro é que não estamos apoiando nenhum dos lados. Nós estamos do lado da paz. Nós temos uma atitude amistosa mas firme tanto em relação à Israel quanto à Palestina. O que nós queremos é ganhar momentum para sair desse impasse. Nós tínhamos duas instituições em patamares completamente diferentes e com o reconhecimento temos agora dois Estados. Ainda é pouco, mas é um passo no sentido de nivelar os dois países.

    Como foi a reação dentro da Suécia?
    Dentro do Parlamento foi o esperado: a base governista foi favorável e a oposição foi contra. (Suspiro) Esse conflito é tão antigo e tão profundo que se tornou vital olhar apenas para a frente. Se ficarmos olhando para o passado não iremos a lugar nenhum.  Temos que pensar o que podemos fazer para ajudar aquelas crianças que vimos andando no meio das ruínas. Esperamos que a partir de agora vários outros países se mobilizem para também reconhecer a Palestina.

  69. Não entendo muito, mas com

    Não entendo muito, mas com certeza os benefícios sociais só foram possíveis com organização e cumprindo objetivos, coisa que não são feitas a pelo menos 4 anos e se foram antes é porque se começou da maneira correta

  70. A VERDADEIRA VERDADE

    Nassif, então quer dizer que para não reivindicar uma mudança drástica deste calamitoso governo petista, se insurgir contra seria um ato de “terceiro turno”? Acorda homem! o que se quer é que tudo seja lavado em pratos limpos. Essa sujeirada toda que aí está não pode continuar sob o perigo da instauração de um estado de exceção. E o PT, se assim continuar, debochando da Justiça e das pessoas cultas e de bem, fatalmente produzirá uma situação insustentável no seio da sociedade brasileira. 

  71. FHC

    Pelo que eu tenho observado o mercado não está sensível às maracutaias do PSDB.

    A mídia ainda insiste com essa estória de dólar e bolsa.

    Quanto à bolsa, isso não nos afeta. Nossa economia é baseada nas empresas familiares e de capital fechado. Bolsa é para especuladores.

    A alta do dólar poderia ser influenciada pela bolsa, mas nota-se que o fator que eleva o dólar é o efeito da recuperação norte americana, que está atraindo de volta os capitais ciganos, esees que estavam dispersos em investimentos internacionais. Isto sim deve encarecer a compra de matérias primas importadas e de manufaturados, principalmnete de tecnologia eletrônica.

    Mas para contrabalançar este efeito temos a queda do preço do petróleo. Isto é importante, principalmente para a indústria química, notadamente na área do plástico, fertilizantes, e produtos químicos em geral.

    Depois de malfadado ano de procrastinação as indústrias precisam trabalhar, o comércio está ávido por resutados e o setor de serviços vai a reboque. A decisão de aumentar as taxas de juros foi infeliz, mas deve ser invertida pois não há motivo para elevar os juros. Os preços já estão inflacionados e os salários defasados. Não há assim tanto poder de compra, independentemente do crédito.

    Não existe no ar comentários recessivos por parte da população e nem por parte do empresariado. Aqui e acolá alguem mente, ameaça com demissões, mas não executa porque no fundo sabe que não precisa.

    A automobilística sofre muito mais em função da crise Argentina do que por problemas externos.

    O único problema que precisa ser resolvido é o alarmismo e a parcialidade política na mídia. Essa estória de 3o turno já passou da medida. E toda hora aparece algum franco atirador para dizer que “está pegando fogo no mato, salve-se quem puder”. A população já percebeu. Falta agora os midiáticos recordarem a fábula de Pedro e o Lobo.

    Que ninguem se engane, muitos já estão ridicularizados, outros perderam credibilidade. Esta será sua herança.

    Por fim, uma dúvida… como alguém ainda consegue acreditar no que diz FHC ?  Declaradamente um falastrão, um embrulhão, um centurião de causas próprias. Como possível ainda perder tempo com suas semânticas, com seus sofismas?  Isso não entendo.

     

     

  72. Pelo jeito, metade dos

    Pelo jeito, metade dos comentaristas não entenderam nada do que o Nassif escreveu. E desta metade, metade é troll. Fazia tempo que não vinha aqui no Nassif … fiquei decepcionado com metade dos comentários. Aliás o Brasil está assim mesmo ..  Pouca gente disposta a pensar com calma e clareza. A oposição, como disse o Nassif, está querendo ver o circo pegar fogo, para que ela saia ganhando (fo..-se o Brasil).

    Aliás, até hoje tem gente botando a culpa no Governo Federal dos problemas de segurança pública e educação. Quando vão entender que a maior parte da responsabilidade deste assuntos são dos estados e dos municípios ??

    • Pois é…


      Uma grande maioria do povo é totalmente desinformada quanto às atibuições municipais, estaduais e federais. E vive a bradar seus anseios e culpando a Presidenta, que nada tem a ver com suas queixas. E, são esses que foram literalmente sujeitos à lavagem cerebral patrocinada pela mídia, mais enfaticamnete, nos últimos dois anos. Lobotomizaram nosso povo.  

      • que

        Amigos, só em parte vocês estão certos…esquecem da natureza quântica do mundo…É verdade que a segurança e a educação são de estados e municípios (mesmo que parcela fique com a esfera federal). Porém, a faca e o queijo ficam sempre nas mãos da PR, e os legisladores (infelizmente criminosos, em sua maioria, já o disse o Lula quando lá fazia escola, não 40 como na ficção árabe, mas 400!!!). Não estou criticando o Lula, só, mas responsabilizo todo esse nefasto sistema eleitoral que só faz permitir as famílias se perpetuarem na profissão de políticos, passando sempre o cargo ao suplente, que é seu parente ou laranja, ou outro do partido que o eleitor nem sabia o nome ou currículo…MUDA DEMOCRACIA, PELO AMOR DE DEUS! DÁ PRA MELHORAR MUITO, POR EXEMPLO PROIBINDO TODA E QQER REELEIÇÃO – mesmo para os deputados e senadores!!!!! Não adianta só lei da ficha limpa, pois os eleitores reelegem aqueles que roubaram, vide Paulo Maluf em Sampa, Arruda, que mesmo condenado, ia vencendo a eleição pro governo do DF, etc…). A LEI DOS ROYALTIES do petrossal foi votada pela esquerda do congresso, que pôde ajudar a EDUCAÇÃO E SAÚDE nos estados, mas o que fizeram? Jogaram a vinda dos recursos para só daqui a 15 anos, quando nosso crescimento populacional será só vegetativo e praticamente não precisaremos mais construir escolas no país…LEGAL, PT E CIA…vcs fazem tudo de bom para a NAÇÃO BRASILEIRA (desculpe, ‘nosso hino’ é o da Internacional Comunista…CONTINUEM ASSIM e REVIVERÃO A HISTÓRIA TRAUMÁTICA DOS TEMPOS EM QUE ROUBAVAM BANCOS E SEQUESTRAVAM EMBAIXADORES…beleza pura vocês…gente boa, se vê, de seu passado e presente maracutaioso…). TODOS FARINHA DO MESMO SACO, TODOS MERECENDO PAREDÃO, PELAS MORTES QUE CAUSAM NOS HOSPITAIS, DECORRENTES DOS ROUBOS BILIONÁRIOS QUE SEUS PARTIDOS PROVOCAM, PT, PMDB, DEM, PSDB, TODOS ATÉ OS PARTIDOS NANICOS DE ALUQUEL…

      • que

        Amigos, só em parte vocês estão certos…esquecem da natureza quântica do mundo…É verdade que a segurança e a educação são de estados e municípios (mesmo que parcela fique com a esfera federal). Porém, a faca e o queijo ficam sempre nas mãos da PR, e os legisladores (infelizmente criminosos, em sua maioria, já o disse o Lula quando lá fazia escola, não 40 como na ficção árabe, mas 400!!!). Não estou criticando o Lula, só, mas responsabilizo todo esse nefasto sistema eleitoral que só faz permitir as famílias se perpetuarem na profissão de políticos, passando sempre o cargo ao suplente, que é seu parente ou laranja, ou outro do partido que o eleitor nem sabia o nome ou currículo…MUDA DEMOCRACIA, PELO AMOR DE DEUS! DÁ PRA MELHORAR MUITO, POR EXEMPLO PROIBINDO TODA E QQER REELEIÇÃO – mesmo para os deputados e senadores!!!!! Não adianta só lei da ficha limpa, pois os eleitores reelegem aqueles que roubaram, vide Paulo Maluf em Sampa, Arruda, que mesmo condenado, ia vencendo a eleição pro governo do DF, etc…). A LEI DOS ROYALTIES do petrossal foi votada pela esquerda do congresso, que pôde ajudar a EDUCAÇÃO E SAÚDE nos estados, mas o que fizeram? Jogaram a vinda dos recursos para só daqui a 15 anos, quando nosso crescimento populacional será só vegetativo e praticamente não precisaremos mais construir escolas no país…LEGAL, PT E CIA…vcs fazem tudo de bom para a NAÇÃO BRASILEIRA (desculpe, ‘nosso hino’ é o da Internacional Comunista…CONTINUEM ASSIM e REVIVERÃO A HISTÓRIA TRAUMÁTICA DOS TEMPOS EM QUE ROUBAVAM BANCOS E SEQUESTRAVAM EMBAIXADORES…beleza pura vocês…gente boa, se vê, de seu passado e presente maracutaioso…). TODOS FARINHA DO MESMO SACO, TODOS MERECENDO PAREDÃO, PELAS MORTES QUE CAUSAM NOS HOSPITAIS, DECORRENTES DOS ROUBOS BILIONÁRIOS QUE SEUS PARTIDOS PROVOCAM, PT, PMDB, DEM, PSDB, TODOS ATÉ OS PARTIDOS NANICOS DE ALUQUEL…

        • O que seria melhor?

          Se é assim, o que vocês propõe? Que a política seja estabilizada na base da formação? Em que somente aqueles formados nas ciências humanas ou econômicas tem o direito de representar a população?

          Pois isso seria algo bom, pois eu prefiro que no legislativo esteja alguém competente formado em direito, conhecedor das leis a que um analfabeto que mal sabe escrever seu próprio nome.

          Quanto às ciências econômicas, pois são eles que podem de facto estabilizar a economia do país, pois eles estudaram para isso. E quem estudou  independente de qual área, sabe muito bem que segurança pública tem muito mais a ver com o Governo Municipal e Estadual do que o próprio Governo Federal.

          Essa é nossa sociedade que não mais tem a capacidade de abrir a mente para entender o que realmente acontece à sua volta.

          Quanto ao FHC, ele foi um ótimo presidente, sim, se falarmos de classe média-alta e classe alta, pois essa foi a verdadeira classe que teve prestígio, enquanto a classe baixa se afundava cada vez mais, sem poder cursar uma faculdade por exemplo, sem ter acesso a uma casa própria…

          O governo do PT abriu muitas portas para a classe baixa, e por mais que ela tenha sido mantida e vocês reclamem o quanto for, nunca houve tanta comida na mesa do pobre quanto no governo do PT, por mais que ele tenha sido corrupto ele deu ao menos um pouco de visão para a classe média-baixa e classe baixa, então por favor, não tentem encontrar um único culpado para a corrupção que assola esse país, pois isso existe desde a Era Colonial, já que fomos colonizados por um dos países mais corruptos da Europa até então, essa tradição foi passada adiante, e hoje vemos um país com uma economia defasada, embora milagrosamente estejamos entre as dez maiores potências do globo.

           

  73. O psdb é o herdeiro político da ditadura.

    fhc, aécio e serra assumiram.

    saíram do armário. 

    A verdade é que tomaram de 4. 

    E estão devastados com as seguidas derrotas.

     

     

  74. FHC não ameaça nem a recuperação de Higienópolis

     

    Luis Nassif,

    É preciso tomar cuidado com o que se escreve ou pelo menos tomar cuidado com o título que você dá a seus posts.

    Já é sem tamanho você ficar valorizando a imprensa dizendo que ela cria otimismo ou pessimismo na economia quando nunca houve exemplo de a imprensa ter levado a economia para um ou outro caminho e agora você atribui a Fernando Henrique a capacidade de ameaçar a recuperação brasileira. E o pior que você nem circunscreveu esse poder de Fernando Henrique Cardoso ao Brasil e um maluco qualquer pode pensar que você está falando da recuperação global. Aliás, nem em Higienópolis em conseguiria tal feito.

    Ainda mais Fernando Henrique Cardoso que ainda mais novo durante 8 anos não conseguiu dar crescimento econômico ao Brasil igual ao que José Sarney conseguiu em 5 anos.

    Será que você ainda está precisando de posts com esses vieses para atrair leitores? É melhor mudar o enfoque para que o blog não descambe para a brincadeira.

    Clever Mendes de Oliveira

    BH, 09/12/20174

  75. PT e PSDB são os dois lados

    PT e PSDB são os dois lados da mesma moeda. Portanto não é de se admirar as atitudes dos tucanos neste momento de fragilidade do governo do PT e que também não se nutra a ilusão que o PT, uma vez que volte a ser oposição, vá agir de maneira diferente apenas pelo fato de ter sido já governo.

    A ferocidade com que atuam em outras instâncias de poder, quando são oposição, demonstra que continuam na mesma linha do quando pior melhor.

    O Nassif tem razão quando afirma que o cidadão comum tem dificuldade em entender as implicações econômicas desse processo. Caso tivesse, jamais teria eleito o Lula em 2002. 

    • Imagina!

      E deixar de comprar carro novo, o pleno emprego, acesso ao estudo, viagens ao exterior, o maior poder de consumo e renda dos últimos 50 anos. Imagina!

      Poxa Lula, o cidadão comum do Alex Sotto não merece isso tudo…

  76. Primeiro: não há desespero,
    Primeiro: não há desespero, nem recessão nem desemprego no Brasil do PT. Acabamos de sair de uma campanha eleitoral em que a presidente mostrou claramente que essas coisas são devaneios dos pessimistas. Segunda: os ganidos dos pessedebistas são de natureza política e não econômica.

  77. Começo a entender pq não conseguimos nos tornar uma grande

    Começo a entender pq não conseguimos nos tornar uma grande nação. É isso, uma elite prá lá de corrupta e ignorante, tendo atrás de si um séquito de marionetes a repetir seu discurso. Assim conseguem interromper a estabilidade democrática que nunca chega a barreira dos 30 anos. Como será que esse pais pode se tornar uma grande nação desta forma? Impossivel.

  78. A eventual culpa da recessão
    A eventual culpa da recessão será então devotada da conta dos vermes FHC e Serra?

    Acorda, Nassif.

    Eles estão onde sempre estiveram. O que está fora do lugar são os incompetente da esquerda.

    Tenho a impressão que por motivo de orgulho intelectual você sequer considera uma grave avaliação do que se passou nos últimos 12 anos.

    Veria que a ultima grande oportunidade que tivemos de transformar jogaram no lixo, que aquela sua tão decantada teoria da governabilidade é uma bomba estourada no colo da Dilma, que nao passamos por nenhuma reforma na estrutura do pais e até a social é, através do bolsa família, apenas um grande paliativo.

    Que – acima de tudo – aquele que vc incensou com todas as formas como o Estadista genial nao passa de um politico um pouco acima dessa media ordinária que pulula.

    A proposito: onde está o cara do cara agora que mais “precisamos” do magnânimo?

    Sumiu. É o general que nao planeja e nao comanda.

        • Não tenha vergonha pela internet, tenha-a dentro de si

           

          Chico Pedro (quarta-feira, 10/12/2014 às 05:25),

          A sua incompetência é específica: para postar comentário. Não há porque dela se envergonhar. Se você não for médico você não tem a competência específica para trabalhar como médico, ou se você não for engenheiro, você não tem a competência específica para trabalhar como engenheiro.

          Não há, portanto, porque se envergonhar de não ter competência para postar comentário. Trata-se de uma competência específica que é mais própria das pessoas mais novas que que cresceram adquirindo habilidades no acesso a internet e assim conhecem bem e sabem como enfrentar todas as dificuldades que surgem na rede de internet e que para uma pessoa que iniciou com mais idade é uma dificuldade a toda prova.

          Ontem mesmo eu enviei um comentário aqui para o post e vejo que ele não saiu. Posso ter mandado o comentário para outro post ou posso ter pensado que enviei mas efetivamente no enviei ou pode ter ocorrido outro problema qualquer. O importante é que eu tenho que reconhecer que eu sou um incompetente para enviar um comentáriao, só que não vejo nenhuma razão para disso me envergonhar.

          O que eu considero que você deveria se envergonhar é proceder-se como criança. Dizer que um governante é incompetente é afirmação que pode ser feita por qualquer criança. E nenhum adulto terá como mostrar que a criança estar certa ou errado. Então o que você deveria envergonhar era chamar o governo da Dilma Rousseff e do PT de incompetente, pois é frase que cabe melhor em uma criança e assim não fica bem um adulto com comportamento semelhante.

          Você pode questionar porque só você vai-se se envergonhar se está todo mundo dizendo que o governo da presidenta Dilma Rousseff e do PT é incompetente. Você teria um pouco de razão, mas você há de reconhecer que esta é uma escusa infantil.

          E você pode ainda buscar refúgio na autoridade. Na segunda-feira, 08/12/2014 às 06:56, saiu publicado aqui no blog de Luis Nassif o post “Petrobras: o dedo da história na ferida do PT, por Aldo Fornazieri” contendo um texto de Aldo Fornazieri que se inicia assim:

          “A presidente Dilma tem, em seu segundo mandato, o difícil desafio – e diria o difícil dever – de resgatar a Petrobras”.

          E um pouco à frente, assim se expressa Aldo Fornazieri sobre a razão da crise na Petrobras:

          “A crise da Petrobras é o resultado da confluência de três grandes problemas: 1) seu aparelhamento para financiamento de campanhas de vários partidos governistas e da oposição, envolvendo outras empresas a exemplo das construtoras. Resulta daí sua gestão desastrada e as obras superfaturadas; 2) Sua utilização para fins políticos por uma equipe econômica incompetente que lançou mão da manipulação do preço da gasolina para combater a inflação. Isto é: comprava-se gasolina a um preço lá fora e vendia-se e um preço mais barato dentro do país; 3) Queda internacional do preço do barril do petróleo”.

          O endereço do post “Petrobras: o dedo da história na ferida do PT, por Aldo Fornazieri” é:

          http://horia.com.br/noticia/petrobras-o-dedo-da-historia-na-ferida-do-pt-por-aldo-fornazieri

          Antes de mais nada deve-se lembrar que Aldo Fornazieri é um doutor. Então, para o doutor Aldo Fornazieri a Petrobras teve uma gestão desastrada. Não sei se ele considera uma gestão desastrada melhor ou pior do que uma gestão incompetente, mas há uma especificidade da acusação do doutor Aldo Fornazieri, pois ele circunscreve o desastre à gestão. Ainda assim é de se perguntar se Aldo Fornazieri é perito, que é bem da verdade menos do que doutor, para atestar a competência em gestão? Eu creio que não.

          No parágrafo que transcrevi, o doutor, embora não perito em gestão, Aldo Fornazieri, não se resume a desqualificar a gestão da Petrobras considerando-a como um desastre. Diz ele ainda que a Petrobras foi utilizada “para fins políticos por uma equipe econômica incompetente que lançou mão da manipulação do preço da gasolina para combater a inflação”. Em princípio ele está expressando um fato, embora no fato ele tenha conseguido encaixar o termo incompetente. Vamos, entretanto, transcrever o mesmo fato de outra forma.

          “Analisando o preço de combustíveis e os seus efeitos na inflação, em especial no preço do álcool e o consequente efeito que o aumento do preço do álcool tem na atratividade da exploração da cana de açúcar que pode levar a mais uso de terra de melhor qualidade para plantio de cana de açúcar e a expulsão para terras piores da produção agrícola alimentar e na sequência ao aumento do desmatamento na Amazônia e considerando os preços de combustíveis constituem importante item de custos de empresas brasileiras e portanto, importante item da competitividade de empresas no plano internacional e considerando que a Petrobras ainda mantem margem de lucro expressiva e que quando fizer o seu próprio refino, a Petrobras poderá adotar para o seu combustível preços menores do que o do mercado internacional e considerando também que no futuro a redução do preço de combustíveis embora atinja diretamente o índice de inflação não leva a redução dos outros preços em que o combustíveis representa custos, fenômeno que é reconhecido como “rigidez de preços para baixo”, a equipe econômica resolveu elevar em menor proporção o preço dos combustíveis derivados do petróleo”.

          É o mesmo fato, é a mesma equipe econômica e eu pergunto a você, embora eu não seja economista, quem descreveu o fato de modo mais competente. Por competência aqui se entenda a capacidade de compreender e abarcar os fatores envolvidos no estabelecimento do preço dos combustíveis derivados de petróleo.

          Lembrei que o Aldo Fornazieri é doutor, mas de certo modo, eu disse que ele deveria se envergonhar de dizer coisas mais próprias de crianças. Não quero com isso dizer que eu endosso o ótimo comentário de Diogo Costa enviado segunda-feira, 08/12/2014 às 10:46, na parte em que ele chama o doutor Aldo Fornazieri de imbecil. Uma crítica, assim, mais enfraquece os bons argumentos de Diogo Costa e desmoraliza a qualidade das nossas universidades onde o Aldo Fornazieri adquiriu o título de doutor. O que talvez se possa dizer é que o Aldo Fornazieri quando fala sobre o que ele não entende tem manifestações infantis.

          São essas manifestações que envergonham que as produz. É ruim a pessoa saber o que está falando, mas não tem o conhecimento para fundamentar o que diz. Se servir de elogio compará-lo a um doutor, diria que você e o doutor Aldo Fornazieri se assemelham bastantes.

          Clever Mendes de Oliveira

          BH, 10/12/2014

    • Caro Chico, entendo muito bem

      Caro Chico, entendo muito bem o seu ponto. Voce fala de mudanças que na verdade se parecem mais com revolução do que reforma. Se temos politicos de mediano para baixo e um povo que fica fascinado com os “milagres” do capitalismo, voce acredita realmente que nestes 12 anos o PT, ou a esquerdda, teria feito algo que mudasse completamente este estado de coisas? Se ele tivesse ousado, estariamos na ditadura de esquerda, tão ruim quanto esta. O processo de evolução social é lento e neste processo DEVEMOS estar cientes que somos apenas mais um. A republica, as leis e o respeito a dignidade humana devem ser farois e não o objetivo, tal qual a paz é o meio e não o fim.  Abraço

  79. FHC.

    FHC tem a mídia, essa sempre o defendeu e tentaram e tentam até hoje recriar a realidade, colocando o tucano como grande estadista, coisa que nunca foi nem de longe. Na eleição de 2014, Dilma espõe FHC de forma clara, ela fala de seus escãndalos não investigados. Mesmo entre os eleitores do Aécio, se ouvia “o PSDB é sim corrupto”, mas temos que tirar o PT do poder. Vejamos taxaram o PT de pai da corrupção, agora todos falam também do PSDB e FHC está sendo conhecido pela massa. O que sobrou para o sociólogo? Saiu do governo mau avaliado pela população, seus escãndalos escondidos pela mídia estão vindo a tona, não consegue enganar mais ninguém.  Lula é reconhecido e admirado por todos, teve um governo exitoso em todas as frentes, principalmente entre os mais pobres. Entende o ódio de FHC! Dilma o deixou nu, ele não aceita isso, conforme o tempo passa a democracia pela liberdade que cria, está mostrando a verdade e isso FHC não aceita. Serra vai no mesmo caminho, afinal o que resta a ele nesse momento?

  80. Nassipetista

    Não entendo o Nassif. No mandato do lula, a oposição ficou ão quieta que pensei que tudo fosse governo e deu no que deu. Tem que ter oposição, sim. É fácil governar sem ter quem tente tomar o poder e, nesse caso, governos tendem a ser o pior de sí. Ruim para o povo brasileiro porque, pacífico, esperam sentados um salvador da pátria e só encontram seus algozes. 

  81. Deixe-me ver se

    Deixe-me ver se entendi…

    Agora a culpa da desestabilização econômica é do FHC e Serra???

    Esse texto reflete uma inocência e flerta com o tendenciosísmo ao mesmo tempo, é evidente, leigos que possam ler isso, irão automaticamente colocar os Culpados na cama quente e confortável e aquele que sim, estabilizou a economia Brasileira no tronco.

    Essa inversão dos valores éticos está no limite do absurdo!

    Entendo o como isso pode “atrapalhar” mas o texto remete que no final das contas, se tudo der errado, ai sim a Culpa é de FHC e Serra??

    Pelo amor de Deus né?!

    O Governo Petista o que mais fez foi gastar, gastar o que não tínhamos, colocou um mágico como Ministro da Fazenda e enquanto a maior economia do mundo estava em crise, o País dizia estar bem.

    Enquanto a crise econômica do mundo desabava, estávamos abismados com um dos maiores escândalos de corrupção do país, o mensalão de Lula. (Cujo esta na ativa até hoje)

    Víamos nas mídias (Internet e TV) rios de dinheiro publico no lixo, ou melhor no bolso de muitos (Vide filho de lula e Dilma e centenas de aliados do Governo)
    Outros governos roubaram, FHC, Collor e etc…
    Mas esse… Esse fez o País ter fama mundial de Otários, submissos, ridículos e CALOTEIROS!

    Me perdoe o autor do texto, mas discordo completamente, alertar os riscos é uma coisa, agora deixar a entender que se a economia Brasileira afundar mais será culpa de duas pessoas que não estão mais no poder…
    É no mínimo tendencioso…

  82. Nassif,
    A ideia central do

    Nassif,

    A ideia central do post até pode ser correta, mas vale ressaltar que o PT não fez uso de dossiês como prática política. Isso é e sempre foi especialidade de Serra.

    Pra dizer a verdade, o PT ainda hoje se mostra absolutamente amador em alguns aspectos, e não creio que nos tempos em que fooi oposição tenha tido qualificação suficiente para produzir dossiês.

  83. Decrepitudes

    Urge parar de dar importância aos decrépitos(fhcerra) em sua senectude. Deixar também aos moribundos exemplos da mídia decadente a reverberação de suas idéias comprovadamente nefastas, entreguistas, derrotistas e antinacionais. A história anda e encarregar-se-á do crepuscular oblívio dessas personagens.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome