Deputados querem derrubar hoje proposta de voto impresso de Bolsonaro para 2022

Objetivo é frear o sinal antecipado de golpe do presidente Jair Bolsonaro em 2022, que já questiona o resultado das urnas eletrônicas

Jornal GGN – Com o objetivo de frear o sinal antecipado de golpe do presidente Jair Bolsonaro em 2022 – questionando o resultado das urnas eletrônicas -, deputados articulam derrubar a proposta de voto impresso de bolsonaristas na Câmara dos Deputados.

De acordo com coluna de Malu Gaspar, em O Globo, nesta quinta (16), 20 membros da Comissão Especial da proposta de voto impresso aprovaram uma auto-convocação do colegiado contra a posição dos bolsonaristas para esta sexta (16).

Segundo a colunista, o objetivo é submeter à essa Comissão, formada por 34 membros, a derrubada da proposta apresentada pelo deputado Filipe Barros (PSL-PR), ainda antes do recesso parlamentar, que terá início amanhã. Após negar, por maioria, o texto, os parlamentares querem nomear outro relator, e produzir um novo texto que não dê chances de o voto impresso prosseguir.

A auto-convocação teria sido feita pelo deputado Hildo Rocha (MDB-MA), com a adesão de diversos partidos, PT, PSDB, PDT, Solidariedade, PC do B, PV, Republicanos, PSOL, DEM, PSD e até mesmo o Patriota, partido governista.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome