Eduardo Bolsonaro ajudou presidente com discurso na ONU

Roteiro inicial foi elaborado pelo chanceler Carlos França, mas filho do presidente selecionou trechos disparados nas redes bolsonaristas

Jornal GGN – O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral da ONU foi diretamente influenciado pelo filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), que ajudou o presidente a chegar ao texto final, e selecionou os trechos específicos que foram disparados nas redes bolsonaristas.

Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo mostra que o chanceler Carlos França e o almirante Flávio Rocha, da Secretaria de Assuntos Estratégicos, elaboraram o roteiro inicial do discurso, mas até a véspera Eduardo ajudou com as mudanças do script.

Clique aqui e veja como colaborar com o jornalismo independente do GGN

Ao contrário do choque em 2019, o discurso de Bolsonaro neste ano chamou menos a atenção não por ter repetido muito do discurso adotado nos últimos dois anos, mas pelo fato do presidente brasileiro ser o único mandatário a não ter se vacinado contra a covid-19 e ser um risco a outras delegações – inclusive ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Bolsonaro também ficou isolado politicamente: os únicos encontros que realizou com outras autoridades foram com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e com o líder de extrema-direita da Polônia, Andrzej Duda. Em 2019, nenhuma reunião nesse sentido foi realizada.

Leia Também

Após Queiroga testar positivo, Anvisa recomenda isolamento à comitiva presidencial

Ministro da Saúde testa positivo para Covid-19 e fará quarentena em Nova York

Nota do Cimi sobre o pronunciamento de Jair Bolsonaro na ONU

“O Brasil de Bolsonaro não existe”, afirma Anistia Internacional

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome