A dura reconstrução da oposição

Por Jorge

Sou pessimista quanto à situação da oposição num futuro próximo. Enquanto os atuais caciques do PSDB não cederem lugar para novas lideranças, o PT vai “nadar de braçada” no cenário político. Exemplo é que não falta. Dos atuais líderes tucanos mais relevantes, apenas o Aécio compreendeu que não adiantava fazer a política do “nada presta” em relação ao governo Lula. Que isso era suicídio num momento em que, pesquisa após pesquisa, a popularidade do presidente só aumentava. Que precisavam fazer um discurso para o “além Lula”.

Essa estratégia na voz de um Aécio fazia sentido, pois era verdadeira e ele acreditava nela; além de ser coerente com a sua postura durante o governo Lula. O Serra até que tentou usar essa estratégia, mas evidentemente não iria colar, pois era artificial, ele não acreditava no discurso que fazia e não combinava com seu passado e de seus apoiadores diretos.

Assim, o PSDB perdeu uma excelente chance de ser competitivo na eleição: com Aécio Neves que possuía características agregadoras que faltam no Serra e que poderia coerentemente fazer o discurso da “continuidade” do que estava bom e do avanço no que faltava. E ainda de quebra podia se colocar como o melhor candidato para isso: não fez oposição ferrenha ao governo Lula e ainda tinha experiência como governador.

Miopia da oposição, melhor para a Dilma e o PT. Os tucanos ficaram olhando pesquisa de opinião para lançar o candidato “mais viável”, como se recall eleitoral ganhasse jogo! Se o Lula fizesse isso também, jamais teria lançado a Dilma. Mas ele é muito mais esperto e inteligente que a turma do PSDB todinha junta.

A incapacidade dos caciques tucanos, homens experimentados na política, de fazerem uma leitura correta do quadro atual foi patética. E o pior é que parece que não vão aprender nada com a lição.

Não se sabe da capacidade de o Aécio (ou outro líder que compreenda os novos tempos) aglutinar o partido em torno dele e de suas idéias. Não se sabe também se restará na oposição massa crítica suficiente para isso. Mas o fato é que enquanto o PSDB for tocado por FHC, Serra, Guerras, Virgílios e Álvaros, a coisa vai continuar muito fácil para o PT. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora