A volta de Ciro Gomes

Do Terra

Dilma: Ciro poderá desempenhar “o papel que quiser” na campanha

29 de julho de 2010 • 16h35 • atualizado às 17h23

Laryssa Borges Direto de Brasília

A candidata à presidência da República, Dilma Rousseff (PT), recebeu nessa quinta-feira (29) o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) e afirmou que o parlamentar poderá desempenhar em sua campanha na corrida pelo Palácio do Planalto “o papel que quiser”. Após almoço com o ex-ministro, a quem ela rendeu homenagens por ter ajudado o governo Lula a enfrentar o escândalo do mensalão, em 2005, a presidenciável disse acreditar que a presença de Ciro em seu projeto para atingir o posto máximo do Executivo federal será “intensa”, embora os detalhes dessa participação – se fará gravação para o programa de rádio e TV ou terá presença em palanques – ainda não estejam definidos.

A ex-ministra da Casa da Civil recebeu Ciro Gomes em seu escritório em Brasília pela primeira vez desde que o deputado, que desejava concorrer à presidência da República pelo PSB, teve em abril sua pré-candidatura retirada pelo seu próprio partido, que preferiu integrar a base de apoio na coligação dilmista.

“(O papel dele na campanha) é o que ele quiser. O que o Ciro quiser. Eu dei a ele a única coisa que eu posso dar como pessoa que tem ele em alta conta: absoluta liberdade para fazer o que quiser. Não exijo nada, não peço nada. Tenho uma relação forte com o Ciro Gomes. Se ele quiser participar da minha campanha ele vai participar, se ele quiser participar ativamente vai participar da forma que quiser. De qualquer jeito, tem certas pessoas que ao longo da vida você nunca deixa de encontrar, porque nós pensamos parecido e convivemos dois anos de forma muito intensa, todos os dias, vivendo situações difíceis. Percebi que tanto nas horas difíceis quanto nas boas o Ciro é uma pessoa que eu gostaria de ter perto de mim”, declarou a candidata.

“Não fizemos uma conversa concreta sobre itens, mas a impressão que eu tenho é que ele vai participar intensamente lá da campanha no Ceará, vai fazer a minha campanha e a do Cid Gomes, candidato à reeleição no governo. Tenho certeza de que sempre que eu precisar vou poder contar com ele”, resumiu a petista.

Mais cedo, depois do almoço de que participou, Ciro disse que seu papel na campanha ainda iria depender de seu “entusiasmo”. “Quanto ao entusiasmo e ao nível de engajamento, na medida em que minhas preocupações com o futuro do País forem se revelando, eu vou incrementando meu entusiasmo”, observou. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome