Avaliações sobre o debate – 2

No final quem ganhou mesmo foi a Globo, que tirou a audiência do debate da Band ao mudar o dia do jogo de quarta para quinta. O jogo teve 36 pontos e o debate 6…

No debate em si, achei que o Plínio foi muito bem, a Maria ficou em segundo, a Dilma, nervosa no primeiro bloco, em terceiro, e o Serra em quarto. Tentou ser piegas no comentário final mas não colou.

Numa nota técnica, a Dilma precisa melhorar a desenvoltura da articulação discursiva. Ela gagueja muito e comete muitos erros de concordância. No entanto, está com a faca e o queijo na mão. Deve insistir nas comparações da era FHC com a era Lula. Esse é o caminho.

Serra é bem articulado e esperto. Mas seu discurso distancia-se muito de sua prática política e administrativa e, por isso, pode ter seus argumentos debelados com certa facilidade, caso o algoz ou a algoz esteja fria e calma. Mas foi apenas o primeiro debate.

Marina é bem articulada e sucinta nas argumentações. Foi muito contemporizadora e não atacou ninguem. Esta pode ser uma estratégia de sucesso, mas o “spin” da velha mídia já a declara como perdedora, pois não atacou. Resta saber quem está certo:  seu estrategema ou o discurso “beligerante” da velha mídia.

Plínio, a meu ver, saiu-se melhor não pelo simples fato de ter atacado seus adversários, mas por ter explicitado de maneira objetiva e clara as desigualdades do processo político eleitoral brasileiro. Foi o franco atirador e a todo momento chamou atenção para estas desigualdades. Mostrou a cara de maneira competente e venceu este debate (além do mais, deu umas alfinetadas no Serra ao classificá-lo como defensor do latifundio, hipocondríaco que só sabe falar em saúde e ao minimizaros multirões propostos pelo candidato tucano).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome