Os desdobramentos da decisão do TSE

Por sergior

Veja deve recorrer ao STF, arguindo a liberdade de imprensa. E lá pode ser mais complicado, haja vista que dois ministros votaram contra o direito de resposta (Carmén Lúcia e Marco Aurélio Mello) e só o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, a favor. O trecho mostrado do voto de Carmén Lúcia é cômico, pelo malabarismo praticado. Carmén Lúcia é muito ligada a Itamar Franco. Mas a decisão do TSE abre um precedente forte, já demonstrada na decisão anterior quanto ao jornal Estado de Minas. Caso essa decisão prevaleça, a principal via da tática eleitoral de Serra (a criação de micro escândalos diários) terá de ser alterada. Além disso, seu candidato a vice perderá qualquer utilidade, se é que teve alguma. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome