Torquato Jardim diz que TSE tem que se preparar para golpe de Bolsonaro em 2022

Bolsonaro "coloca em dúvida a segurança da votação eletrônica, numa demonstração de que não aceitará o resultado das eleições, caso seja derrotado"

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Torquato Jardim disse nesta quinta-feira (24) que a corte eleitoral precisa se preparar para uma tentativa de “golpe institucional” que será dada por Jair Bolsonaro na eleição de 2022.

“O TSE não tem que se preocupar com as fake news, que sempre existiram, mas com a ameaça de golpe institucional feita pelo presidente Bolsonaro, que coloca em dúvida a segurança da votação eletrônica, numa demonstração de que não aceitará o resultado das eleições, caso seja derrotado”, alertou Jardim, que é membro da Comissão de Direito Eleitoral do IAB (Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

A declaração ocorreu durante um seminário virtual sobre propaganda eleitoral na internet promovido pelo IAB.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Todo candidato derrotado, especialmente por margem estreita de votos, tem direito a pedir auditoria ou recontagem de votos em qualquer lugar do mundo. Esse e um pilar de uma eleicao democratica e confiavel.

    No Brasil isso nao e possivel porque nao ha o que contar nem recontar, a nao ser a palavra do TSE que as urnas que ele mesmo projeta, fabrica, transporta e opera sao infaliveis!

    Nenhuma democracia do mundo – e nem as ditaduras – copiaram, adotaram ou compraram as urnas brasileiras em 26 anos! A Diebold americana tentou e desistiu antes de ir a falencia.

    Voce ja viu a justica brasileira falhar alguma vez? Por que as urnas que ela fabrica e julga seriam infaliveis?

    Bolsonaro nao esta com medo de perder. Ele tem certeza de que vai ganhar. Nao se espantem nem esperneiem se ele conseguir, porque ele vai dizer que ganhou apesar das urnas, e nao por causa delas.

    Afinal, segundo Jobim, Rosa, Torquato e cia., so reclama quem perde, nao e verdade?

    Quem ganha nunca reclama!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome