Esqueceram de avisar Macron que haveria reunião bilateral com Bolsonaro

Encontro bilateral com Emmanuel Macron seria um dos momentos altos da agenda de Jair Bolsonaro no G20. Mas, ao que indica a resposta do governo francês, só existiu no cronograma do governo brasileiro.

Foto O Globo

Jornal GGN – O Itamaraty e a Presidência da República avisaram que a reunião bilateral com o governo francês havia sido cancelada. Mas não informaram o motivo. Na outra ponta, os franceses informam que descobriram pela imprensa que Macron teria tal reunião com Jair. As informações são da BBC.

Encontro bilateral com Emmanuel Macron seria um dos momentos altos da agenda de Jair Bolsonaro no G20. Mas, ao que indica a resposta do governo francês, só existiu no cronograma do governo brasileiro.

À BBC News Brasil, integrantes da delegação da França disseram que só havia uma previsão de breve conversa informal com Bolsonaro, após almoço dos líderes. Mas, na agenda do presidente Jair, havia uma bilateral formal marcada para 14h25.

Hoje pela manhã, Itamaraty e Presidência informaram que a reunião bilateral havia sido cancelada, mas sem informar o motivo. A BBC conversou com integrantes da delegação francesa em Osaka, que mostraram a agenda de Macron e disseram que souberam pela imprensa que havia uma reunião bilateral. “Nunca houve essa previsão. O que há é uma conversa informal, após o almoço, num ambiente comum”, disseram.

O GGN ESTÁ EM CAMPANHA NO SITE “CATARSE” PARA LANÇAR UMA SÉRIE DE REPORTAGENS E UM DOCUMENTÁRIO INÉDITO SOBRE PREVIDÊNCIA, TOMANDO AS CONSEQUÊNCIAS DA CAPITALIZAÇÃO NO CHILE COMO EXEMPLO DO QUE O GOVERNO BOLSONARO DESENHA PRO BRASIL. PARA SABER MAIS E APOIAR ESSE PROJETO, ACESSE: www.catarse.me/oexemplodochile

Ainda à caça desta história, a BBC perguntou às assessorias de imprensa do Planalto e do Itamaraty se confirmavam a informação da França, mas recebeu somente que isso será esclarecido durante briefing com o porta-voz da Presidência.

Reuniões bilaterais ocorrem em sala reservada, com os líderes e membros da delegação que forem selecionados para participar. Comumente há espaço para a imprensa.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora