Evitar lockdown é a ordem, afirma Queiroga

"Evitar lockdown é a ordem, mas temos que fazer o dever de casa. Mas o dever de casa é de toda população", disse o ministro da Saúde

Foto: Divulgação

Jornal GGN – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, declarou neste sábado, 3 de abril, que a ordem do governo de Jair Bolsonaro é evitar o lockdown no país. Vale lembrar que a pandemia agravou nos últimos dias e o país chegou a registrar mais de 3.700 mortes pela doença em 24 horas na quinta-feira.

“Evitar lockdown é a ordem, mas temos que fazer o dever de casa. Mas o dever de casa é de toda população. Por mais que nós falemos todos os dias sobre isso, não vemos a população tendo adesão às medidas”, disse em entrevista coletiva, após reunião com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Não adianta fazer isso [lockdown] à medida da imposição. Não é a lei que vai fazer isso, as pessoas têm que acreditar no que estamos fazendo”, continuou o ministro. 

Queiroga ainda pediu que a população evite aglomerações. “O uso de máscara é fundamental e para tanto é necessário que haja a adesão da população, distanciamento regulamentar. Precisamos evitar aglomeração e ampliar a testagem”, afirmou. 

Nesta semana, na primeira reunião do novo comitê formado pelo governo e Congresso para discutir a pandemia, Bolsonaro já se mostrou contrário às ideias de Queiroga, do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em relação ao isolamento social. 

Também neste sábado, Bolsonaro voltou a criticar a medida e os governadores que adotaram essa postura. “Sou contra o fecha tudo”, declarou.

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora