Evo Morales é reeleito presidente da Bolívia em primeiro turno

Esta é a sua terceira reeleição e o atual presidente obteve 46,78% dos votos, contra 36,72% de Carlos Mesa.

Manuel Claure/Reuters

Jornal GGN – Evo Morales conseguiu novamente e terá um quarto mandato na Bolívia. Esta é a sua terceira reeleição e o atual presidente obteve 46,78% dos votos, contra 36,72% de Carlos Mesa. Pelas regras eleitorais do país, é preciso obter 50% dos votos válidos ou mais de 40% e 10% mais que o segundo colocado.

Evo acreditava em uma vitória ainda no primeiro turno. E a pesquisa em boca de urna indicava o mesmo, com vantagem de 8 a 9% para Evo. Os votos nas províncias majoritariamente indígenas, no oeste do país, significavam uma boa diferença a ser considerada por Evo.

“Todos os dias começamos a trabalhar antes das cinco da manhã e terminamos depois da meia-noite. Entregamos trabalhos em três e até cinco departamentos todos os dias. Não quero ser o melhor presidente da história da Bolívia, quero ser o presidente da melhor Bolívia da história “, disse recentemente o presidente indígena sobre uma eventual reeleição.

Morales aspira a manter o país como líder do crescimento econômico na América Latina e referência na distribuição de riqueza.

Os votos no exterior também deram uma grande vantagem para Morales. Entre os expatriados, o atual mandatário possui 60,35% dos votos, contra 26,73% do principal adversário. Dentre os votantes no Brasil, 70, 58% chancelaram a reeleição do presidente boliviano.

Com informações da RBA

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora