Filhos de Bolsonaro mudam postura após nota de recuo

Enquanto Flávio pede para que apoiadores ‘confiem no capitão’, Carlos adota silêncio e Eduardo deixa resposta no ar

Reprodução

Jornal GGN – Os filhos do presidente Jair Bolsonaro, que sempre tiveram uma postura ativa nas redes sociais, adotaram a tática do silêncio após a nota de recuo publicada pelo pai após as declarações golpistas no 07 de Setembro.

Em nota publicada nesta quinta-feira, Jair disse que nunca teve “a intenção de agredir quaisquer Poderes”, e que suas “palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum”.

Enquanto o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) silenciou e não falou nada a respeito do assunto, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) deixou apenas uma resposta no ar, enquanto o senador Flávio Bolsonaro pediu para que “confiem no capitão” em mensagem publicada em lista de transmissão do Telegram.

Clique aqui e veja como colaborar com o jornalismo independente do GGN

Nas redes sociais, Carlos continuou a fazer postagens atacando a esquerda, o ex-presidente Lula e a imprensa, e postando imagens das manifestações antidemocráticas, enquanto Eduardo repercutiu os atos de 07 de Setembro e jogou a culpa da recente alta da inflação nas medidas de restrição adotadas para reduzir a disseminação da covid-19.

Entre os apoiadores, a repercussão da nota de Bolsonaro não foi das melhores – tanto que termos como “covarde” e #BolsonaroAcabou ficaram entre os assuntos mais comentados. As informações são do jornal O Globo.

Leia Também

Nota de recuo de Bolsonaro não convence ministros do STF

Carta à Nação provoca reações que não ajudam Bolsonaro

Bolsonaro ameniza ameaças golpistas em carta à Nação escrita com ajuda de Temer

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome