Flávio Dino confirma filiação ao PSB

Governador do Maranhão trabalha para ajudar na união de partidos para derrotar Bolsonaro, e diz que mudanças na legislação vão afetar siglas menores

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O governador do Maranhão, Flávio Dino, disse que sua ida do PCdoB para o PSB se deu por conta da questão eleitoral, além da possibilidade de fazer um trabalho maior pela união da esquerda nas eleições de 2022.

Em entrevista ao jornal O Globo, Dino deixou claro que as mudanças na legislação foram um dos motivos para sua saída, uma vez que as alterações aprovadas dificultaram a vida dos partidos pequenos devido à redução de recursos e de exposição na mídia.

“Tivemos regime novo de organização dos partidos que conduz a enxugamento de legendas, sobretudo com a cláusula de barreira e fim das coligações. Considero esse enxugamento irreversível. E pode se dar de vários modos, inclusive com a chamada federação, que ainda depende de votação no Congresso”, explicou o governador, que cogita disputar uma vaga ao Senado Federal na próxima eleição.

Sobre a união das esquerdas, Dino afirmou que defende a questão há algum tempo, e acredita que a migração de partido vai nessa direção. “Considero que o PSB, neste momento, tem condição de ser polo aglutinador de outros partidos para ser frente política capaz de ajudar a derrotar Bolsonaro. Então, em primeiro lugar, tem o vetor legal; em segundo, o vetor político”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome