Governo pagou R$ 77,5 milhões a mais por lote de máscara KN95

Documentos mostram que o Ministério da Saúde poderia ter economizado US$ 14,8 milhões na aquisição de 40 milhões de máscaras

Foto: Agência Senado

Jornal GGN – O Ministério da Saúde de Jair Bolsonaro (sem partido) pagou 29% a mais, do que o mercado, pela compra de 40 milhões de máscaras de proteção contra a Covid-19, do tipo KN95, em abril de 2020. Isso significa, que foram gastos US$ 14,8 milhões, ou R$ 77,5 milhões na cotação da época, a mais.  

De acordo com a reportagem de Thiago Herdy, no portal Uol, no contrato firmado com a 356 Distribuidora, o governo brasileiro pagou US$ 66 milhões por 40 milhões de máscaras KN95, US$ 1,65 por unidade, ou R$ 8,65, pela cotação no momento da compra.

Na mesma época, um grupo privado adquiriu 200 mil máscaras KN95, com a mesma distribuidora, por US$ 1,28 cada, ou R$ 6,71. Se esse fosse o preço pago pelo governo, teriam sido gastos apenas US$ 51,2 milhões pelos equipamentos.

Procurado, o dono da 356 Distribuidora, Freddy Rabbat, não respondeu por quê não ofertou o mesmo preço ao governo federal. O Ministério da Saúde também não se pronunciou.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome