Governo Temer – está ruim e vai piorar, por Sergio Saraiva

Pesquisa CNI-IBOPE – a realidade se impõem e nem as lentes cor-de-rosa que a CNI – Confederação Nacional da Indústria utiliza para enxergar o governo Temer podem salvá-lo.

Governo Temer – está ruim e vai piorar

por Sergio Saraiva

O caderno da Pesquisa CNI-IBOPE para avaliação do governo Temer de março de 2017 traz a seguinte interpretação dos resultados:

“Avaliação do Governo – o custo político de colocar a economia nos trilhos: o forte ajuste fiscal – remédio necessário – e as propostas de reformas, utilizados pelo governo para levar a economia de volta aos trilhos, podem explicar a piora na avaliação”.

Conquanto a CNI apoie o governo Temer, possa mesmo ter batalhado para colocá-lo no poder e, portanto, no gráfico acima opte por destacar a “popularidade de Temer” e os índices dos que aprovam sua maneira de governar, confiam no presidente e o avaliaram como “ótimo e bom”, nem os eufemismos utilizados na apresentação da pesquisa são capazes de atenuar os resultados acachapantes em relação à sua desaprovação popular.

Não há o que salve o governo Temer.

Quando se analisa os dados brutos da pesquisa e se estratifica os melhores resultados de Temer (índice de ótimo) e os piores resultados (índice de péssimo), é possível notar-se que, independentemente da idade, classe social, grau de instrução ou região do país, localização ou tamanho do município pesquisado, Temer é uma unanimidade:

Ótimo = 1%

Péssimo = 38%

Diante de tal disparidade, os índices de bom (9%) e regular (31%) e ruim (17%) não têm relevância. Estabeleceu-se uma situação consolidada em relação à avaliação do governo Temer.

Tornando ainda mais dramática a situação, além da radicalização das posições em relação à aprovação e rejeição de Temer, não há bolsões de especial aprovação ou desaprovação. Temer é odiado por todos, velhos e moços, ricos e pobres, iletrados e doutores:

De norte a sul do país:

Além disso, quando se analisa a tendência do que aguarda o governo Temer, só há uma conclusão possível – está ruim e vai piorar.

É só uma questão de tempo para o momento da conclusão inescapável – estava ruim com Dilma, mas com Temer é pior.

O governo dos patrões.

Com tais perspectivas, quanto mais o tempo corre em direção às eleições de 2018, mais frágil fica a posição política de Temer. Deputados e senadores, mas principalmente esses últimos, que disputam eleições majoritárias, têm um encontro marcado com as urnas e com eleitores insatisfeitos com o governo de Temer.

Logo, a questão que se impõem é: poderá apenas o poder econômico manter Temer no poder?

 

PS1: Oficina de Concertos Gerais e Poesia – especializada em retífica de curvas normais.

PS2: os que acreditam que a terceirização trará aumento do número de empregos devem ser lembrados de que, durante o período escravagista no Brasil, por 350 anos, os escravos viveram em regime de pleno emprego desfrutando de um único direito trabalhista – o de morrer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 comentários

  1. A coisa tá tão feia, que

    A coisa tá tão feia, que agora estão noticiando avaliação do desempenho de ditadura! Tudo normalmente numa boa! Daqui a pouco vão começar e noticiar avaliações dos desempenhos de tudo que é bandido:  narcotraficantes, escravagistas, juízes do stf, juízes de Cúritiba, comandantes das forças armadas e das polícias militares, cabeças das polícias federais civis estaduais e municipais, tucanos, democratas, igrejas evangélicas lavanderias, estupradores, torturadores de Cúritiba!… vai ser o maior barato! O pessoal que divulga essas mérdas não querem que a maioria dos brasileiros perceba que numa ditadura pouco importa como vai a economia, os programas sociais, as relações externas e a diplomacia… é uma ditadura de bandidos assassinos pô!

  2. PF tem o dever de investigar

    PF tem o dever de investigar o Aécio. MP tem o devr de denunciar o Aécio. Moro tem o dever de Apurar os crimes do Aécio. Globo tem o dever de informar os crimes do Aécio. Isso seria uma Democracia.

  3. Ou seja, vem aí o golpe

    Ou seja, vem aí o golpe explicito em sua forma tradicional com a suspensão das eleições de 2018, vão empurrar goela abaxido da nossa sociedade que esta lobotomizada, sonambula, noiada pela droga da informação oligopolizada o adiamento das eleições, a desculpa que já foi ensaidas e unificar com a de prefeitos e vereadores, em seguida implantam o parlamentarismo. Se a boiada vai continuar passiva ou vai estourar é a grande pergunta, minha aposta é que vai continuar passiva com doses cavalares de Rede Globo, Veja, Época, Isto É, FSP, Estadão e outras drogas usadas com sucesso para entorpecer a insatisfação popular e convencer a classe média de que é rica, os pobres de que são classe média e de que defender o interesse do capital é defender seus interesses.

  4. Descarrilou!!

    Como botar a economia nos trilhos se o próprio desgoverno descarrilou!!KKKK!!! 

    Incompetência e crueldade com os mais necessitados tem sido a tônica desse governo, que trata resfriado com dosagens cavalares de quimioterápicos. Salvar a economia deserdando os mais carentes com medidas excessivamente duras, o transforma num Robin Hood das elites. Vamos tirar dos miseráveis para dar ao empresariado, primeiro nós que somos ricos e donos do capital, despois o resto. E se alguém reclama retrucam: “que comam brioches”. 

    • Diógenes, o trem não

      Diógenes, o trem não descarrilou não, meu caro! Os safados quando deram o golpe, roubaram trilhos, dormentes, grampos, tudo. Até a brita que recobre os dormentes e evita a poeira, os FDPuta levaram.

      Orlando

  5. Golpistas avaliando o golpe.

    Acabaram com o fundo soberano do pré-sal para depois dizerem que não há saúde para todo mundo e rifar o SUS (psicopatia é pouco); congelaram o Orçamento por 20 anos (o suficiente pra fazer estrago na economia e na memória coletiva, ou o pouco dela); queram tranformar até o intervalo de almoço em um sanduíche em cima de um guindaste (nota: se tiver carteira de clientes), acabaram com o conteúdo nacional em áreas econômicas (parabéns, tudo made in qualquer lugar menos aqui).

    E não é só Michel Temer.

    A Câmara dos Deputados e o Senado estão nessa.

    Mas o problema é que nossas zelites pensam mais ou menos assim: como frango, frango não é faisão, então, que o povo roa o osso (frango é melhor que osso).

    Esses desgraçados rifaram nosso futuro.

  6. Nós, bando de idiotas

    Ao permitirmos a destruição do estado brasileiro, as conquistas sociais as conquistas trabalhistas o mundo já pode nos considrerar um bando de filhos de cagões desmoralizados. Tinha que ser o Brasil.

  7. Anticristo

    Ainda não emplacou o primeiro ano de golpe, e o resultado é catastrófico.

    Não é possível apontar uma, ao menos uma ação de governo que faça sentido, o dream team da economia não passa de um filme de terror que está a levar o país para o breu.

    Até aqui, o safado arrebenta o presente e o futuro da sociedade de maneira extremamente covarde e desumana, tendo sido poupados apenas oo s bancos privados e as empresas estrangeiras, o que explica o palhaço golpista sendo orientado pelo presidente do Citibank, que só faz elogiá-lo – Não poderia ser diferente.

    O safado nada mais é que o Anticristo.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome