Grupo suprapartidário lista crimes cometidos por Bolsonaro

Para pressionar Arthur Lira e desgastar presidente, novo pedido de impeachment deve listar mais de 20 crimes cometidos até o momento

O deputado Federal Arthur Lira (PP-AL) em selfie com Bolsonaro - Foto: Reprodução/Redes

Jornal GGN – Partidos de esquerda e ex-aliados do presidente Jair Bolsonaro estão formulando um pedido de impeachment mais robusto, que deve apontar mais de 20 crimes contra a lei de responsabilidade que foram cometidos pelo presidente até o momento.

As discussões têm sido lideradas pelos presidentes de partidos como PSOL, PT, PC do B, PDT, PSB, Rede, UP, PV e Cidadania, mas desafetos declarados do ex-presidente, como os deputados federais Alexandre Frota (PSDB-SP) e Joice Hasselmann (que está de saída do PSL), também integram o projeto.

Reportagem publicada pelo jornal Folha de São Paulo lista todas as infrações que devem integrar o pedido suprapartidário, como as ameaças feitas pelo presidente contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), e o apoio e respectiva presença em manifestações antidemocráticas, além de resgatar pronunciamentos do ex-ministro da Justiça Sergio Moro e as acusações contra Bolsonaro por tentar interferir na Polícia Federal para favorecer sua família.

Atualmente, 121 pedidos de impeachment já estão nas mãos do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e acredita-se que a iniciativa suprapartidária deve dar força extra para que o deputado analise as acusações – porém, não se pode negar o ceticismo para que isso aconteça, já que Bolsonaro tem distribuído dinheiro e cargos para os deputados em troca de apoio no Congresso.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome