Netanyahu perto de deixar governo em Israel após 12 anos

Coalizão inclui de partidos de esquerda à sigla árabe; com menos força política, premier deve pressionar extrema direita contra decisão

Benjamin Netanyahu, agora ex-premiê de Israel. Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – As principais forças de oposição em Israel assinaram um acordo para a composição de um gabinete de coalizão que pode dar fim ao governo de 12 anos de Benjamin Netanyahu, o mais longevo primeiro-ministro da História do país.

Segundo o jornal O Globo, a coalizão vai do partido centrista Yesh Atid (Há um Futuro), de Yair Lapid, à extrema direita do Yamina, de Naftali Bennett, passando por siglas de esquerda e por uma legenda que representa os árabes-israelenses.

O governo tem de sete a 12 dias para ser aprovado pelo Parlamento israelense. Acredita-se que Netanyahu (que enfrenta processos judiciais sob a acusação de corrupção) vá pressionar os deputados do Yamina para que votem contra a aprovação da coalizão.

Pelas negociações, as pastas serão divididas conforme as cadeiras obtidas pelos partidos no Parlamento após as eleições de março — como nas outras três votações ocorridas desde 2019, não houve um vencedor claro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome