Interpol estaria analisando se Allan dos Santos é perseguido político no Brasil, diz jornal

O blogueiro bolsonarista responde a inquérito no STF por ataques à instituição e à democracia. Ele teve prisão e extradição decretada no dia 5 de outubro

O blogueiro Allan dos Santos, do Terça Livre, participa de audiência no Senado Federal vestindo uma camiseta com as cores da bandeira do Brasil e um terno
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Jornal GGN – Reportagem publicada pela Folha de S. Paulo nesta quinta (25) informa que a Interpol estaria analisando o caso Allan dos Santos antes de incluir o nome do blogueiro bolsonarista na lista de procuradores pela política internacional.

Segundo o jornal, é uma situação inédita, pois a Interpol costuma atender pedidos de inclusão de alvos em sua lista de maneira mais célebre.

Já com Allan dos Santos, o pedido enviado pelo Supremo Tribunal Federal, que decretou a prisão do blogueiro foragido, está suspendo há três semanas, sem explicações oficiais. A

Investigadores ouvidos em caráter reservado pelo diário indicaram que a Interpol provavelmente, e de maneira inusitada, passou a analisar o caso Allan dos Santos para averiguar se o processo do STF contra o bolsonarista radical não se trata de “perseguição política”.

O blogueiro bolsonarista Allan dos Santos responde a inquérito no STF por ataques à instituição e à democracia. Ele teve prisão e extradição decretada no dia 5 de outubro.

Na mira do ministro Alexandre de Moraes, e na iminência de ser preso preventivamente, ele foi morar nos Estados Unidos, de onde comanda o Terça Livre, blog e canal no Youtube alianhados à extrema-direita.

RECOMENDADO:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome