Juiz mantém prisão de Daniel Silveira e Câmara decide hoje

Em audiência, juiz manteve a prisão do deputado. Deputados estariam inclinados a confirmar a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ)

Foto: Reprodução Redes

Jornal GGN – O Plenário da Câmara dos Deputados está, neste momento, decidindo se mantém a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso desde ontem, em flagrante, após publicar um vídeo com ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais cedo, o juiz auxiliar do Supremo, Aírton Vieira, participou da audiência de custódia de Silveira, no Rio de Janeiro, e decidiu que o parlamentar permanecerá preso até a decisão da Câmara dos Deputados.

A deliberação dos deputados será enviada à Corte, que voltará a analisar a medida, podendo acatar a soltura, transformar em prisão preventiva, substituir por outras medidas cautelares ou conceder a liberdade provisória.

Pela manhã, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, relatou ao presidente Jair Bolsonaro que os deputados estavam inclinados a confirmar a prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), segundo a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Durante a audiência de custódia, o juiz que representa o ministro Alexandre de Moraes decidiu que o deputado será transferido a um batalhão da Polícia Militar (PM), sob a justificativa de ter mais condições de acolher o preso.

O representante do Ministério Público Federal (MPF), presente na audiência, também defendeu a permanência da prisão contra o deputado bolsonarista.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora