Mais pistas sobre as organizações humanitárias picaretas, comentário de Ferd Hein

Por Ferd Hein

comentário do post “A inacreditável Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, do caso  Davati”.

Interessante notar que além dos padres, pastores e outros estelionatários de plantão tem um monte de militar da mesma estirpe envolvido nessas seitas malucas, atividades de fachada, picaretagens e lavagem de dinheiro através de ONGs.

A UNIMIR do advogado superman Aldebaran von Holleben que vende a promessa de passaportes diplomáticos é um exemplo como já citado aqui no GGN. Na ONG dele aparece o militar Flavio Borotti J. Borotti como diretor geral. Já na “ONG” ADMIR do “Roberto Cohen” aka Dr. Ziegler aparece o “Colonel Medical Doctor Dr. Flávio J. Borotti Special Operation BOPE” de novo. Ele aparece em outras destas, inclusive na Lazarus Union que é tipo uma maçonaria de militares conservadores da reserva na Europa mas que tem sede em outros países inclusive sede no Br. Essa Lazarus Union tem status de observador no ECOSOC das nações unidas e diz que foram apontados a nobel da paz, q horror.

Já a filial no Br, a tal “Corpo São Lázaro Internacional Brasil”, é tocada por um tal de “General” Roberto Ortiz (que este ano realmente ganhou uma ordem do mérito agrícola do governo francês e é vice-presidente da organização internacional) com um tal “Coronel” Daniel Guedes. Caras estranhos q nao quero perder tempo agora mas que são membros com direito a voto nessa org intl incluindo um Adílio Jorge Marques o já citado Coronel Flavio José Borotti. Essa se utiliza da terminologia militar e publica para dar ar de credibilidade à associação, sua estrutura e seus membros. 

Um parênteses se faz aqui pq há uma outra organização com direito a voto nessa Lazarus Union que se chama Uniter, do mesmo estilo, que por sinal está na mira do governo alemão sob suspeita de ser uma incipiente organização paramilitar.

O aparente modelo de financiamento é que os doadores recebem uma medalha de honra que parece uma medalha militar para financiar ações filantrópicas. Pelo que vi, eles condecoram vários agentes públicos com essas medalhas. A título de exemplo, essa associação já foi recebida por políticos e militares incluindo bombeiros e polícia. P.ex. Recebidos pela GMC-SP em fevereiro de 2019 e condecoraram funcionários de alta patente como o ex-comandante Carlos Alexandre Braga e o ex-comandante Adelson de Souza.

Na verdade como tipicamente observado nessas associações de fachada, as ações assistencialistas são muitas vezes feitas em parceria com outras instituições (ou seja aparecem com umas cestas básicas ou afins para tirar fotos e colocar no relatório) e o dinheiro das doações serve para financiar os luxos e acesso ao poder dos dirigentes. São tipo igrejas mas com fachada exclusiva de filantropia. Há uma rede imensa dessas organizações, tive que parar de seguir o fio para não perder o dia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome