Mandetta em compasso de espera por definição de substituto

Mandetta espera que o presidente dê ao próximo titular da pasta as condições de trabalhar baseado na ciência.

Jornal GGN – A saída de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde seria apenas uma questão de tempo, alerta jornal, o que falta é somente um substituto que seja do gosto de Jair Bolsonaro. E se as divergências entre Mandetta e Bolsonaro seriam sobre o enfrentamento da pandemia, o que nos espera na substituição não é um final feliz.

O alerta de que falta somente um nome para se concretizar a saída de Mandetta foi dado pelo Correio Braziliense. O jornal diz ainda que Mandetta espera que o presidente dê ao próximo titular da pasta as condições de trabalhar baseado na ciência.

Com Mandetta na mira da demissão, os técnicos da pasta ameaçam deixar o ministério, como Wanderson de Oliveira, secretário da Vigilância em Saúde, que pediu demissão, mas ainda está no compasso de espera junto com o ministro.

O que falta, segundo o jornal, é Bolsonaro escolher um substituto que tenha respaldo da classe médica e, principalmente, que o atenda no quesito flexibilização das medidas de isolamento social para que a atividade comercial retorne.

Mesmo Mandetta já se convenceu que não há mais clima para continuar, mas frisa que não pedirá demissão. O ministro relembrou que sairia do Ministério em três situações: se o presidente demití-lo, se pegar uma gripe ‘dessa’ ou se o trabalho dele não for mais necessário. Tal disposição de Mandetta foi colocada ontem na coletiva.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora