Mandetta passou de herói a ‘traidor’ da direita no Twitter

Bastou uma crítica de Bolsonaro para que grupo apoiador do presidente virasse as costas para o agora ex-ministro da Saúde

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A direita da rede social Twitter mudou sua visão sobre o então ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta de apoio irrestrito a críticas infindáveis. Tudo por conta da crítica feita pelo presidente Jair Bolsonaro.

Levantamento elaborado pelo jornal Folha de São Paulo a partir de perfis de usuários de direita mostra que, ao final de março, o nome de Mandetta era ligado aos termos “técnico” e “qualificado”, e até mesmo de “grande exemplo” – neste caso, por conta de uma mensagem do embaixador da China ao Brasil, criticado pelo deputado Eduardo Bolsonaro um dia antes.

Contudo, já se sabia nos bastidores que o clima entre Mandetta e Bolsonaro não era dos melhores: enquanto o presidente defendia isolamento branco e força extra para o uso da cloroquina, Mandetta defendia mais isolamento social, e ressaltava a falta de testes sobre o uso da cloroquina.

O primeiro embate ocorreu na metade de março, quando Bolsonaro se encontrou com apoiadores em Brasília, que integravam as manifestações a favor do governo e contra o Congresso e o STF (Supremo Tribunal Federal), e Mandetta desaprovou tal contato por ferir o princípio de isolamento social.

Nesta ocasião, a direita ainda apoiava Mandetta, jogando a culpa sempre na mídia. Contudo, tal estratégia naufragou após a entrevista de Bolsonaro à rádio Jovem Pan em 02 de abril, quando o presidente afirmou que faltava humildade ao subordinado. A partir daí, o apoio da direita a Mandetta ruiu – e piorou após a entrevista do então ministro ao Fantástico.

 

Leia Também
Bolsonaro evita críticas a Mandetta, enquadra Teich e ataca governadores
“Trabalhem para o novo ministro como trabalharam para mim”, diz Mandetta
Novo ministro, Teich avaliou como “perfeita” a gestão da pandemia até agora

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora