Acompanhe as principais manifestações do Dia Nacional de Luta em todo o Brasil

Jornal GGN – As manifestações convocadas pelas centrais sindicais causam reflexo em todo o Brasil. Algumas rodovias que dão acesso à capital paulista foram bloqueadas. A via Dutra, principal via de acesso que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, foi bloqueada nos dois sentidos, na região de São José dos Campos, onde os manifestantes atearam fogo em pneus.

De acordo com o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, a situação na capital paulista é de tranquilidade, embora haja ocorrência de protestos em pontos isolados. “O acordo vem sendo cumprido para que a manifestação aconteça de maneira ordeira. Muito se deve à conquista do governo para que o transporte funcionasse normalmente”, disse em entrevista à TV.

Na Avenida Paulista, que será palco, a partir do meio-dia, da concentração dos manifestantes, as agências bancárias permanecem com as portas fechadas, e, neste momento, a via está bloqueada nos dois sentidos. A maior parte do comércio da região da 25 de março também amanheceu com as portas fechadas.

Apenas uma das faixas da Ponte do Socorro não está interditada por cerca de 300 manifestantes. A ponte é a principal via de acesso à Avenida Washington Luis para chegar ao aeroporto de Congonhas.

Em Guarulhos, na Grande São Paulo, a pista local da Dutra está completamente interditada. Na região estão metalúrgicos, químicos, e outros trabalhadores que percorreram o centro de Guarulhos. Poucos estabelecimentos comerciais ficaram abertos. Já na ponte Estaiada começam os protestos da categoria de motoboys, que prometem paralisar as Marginais Pinheiros e Tietê.

A Rodovia Raposo Tavares chegou a ser bloqueada nos dois sentidos por meia hora na manhã de hoje. Entretanto a situação já voltou ao normal.

Os ônibus, trens e metrôs circulam normalmente pela capital paulista na manhã desta quinta-feira (11).

As manifestações, por enquanto, acontecem em pontos isolados por todo o Brasil e não causam, ainda, grandes problemas. Neste momento, a capital paulista registra dez quilômetros de congestionamento. Para o horário, a média é de 70 quilômetros de lentidão.

Acompanhe abaixo o que está acontecendo em várias cidades do Brasil:

São Paulo

Manifestações no ABC e manifestações e greves descentralizadas no interior;

Em São Bernardo do Campo, trabalhadores do turno da manhã das montadoras (Ford, Mercedes-Benz, Scania, Volkswagem, Toyota) e de fábricas de autopeças iniciam passeatas a partir das 7h30, saindo das portarias das empresas;

12h – concentração na Praça Mal. Cordeiro de Farias (conhecida como Praça dos Arcos, que fica no final da Avenida Angélica, entre a Paulista e a Dr Arnaldo).

13h – os militantes vão partir para o MASP, onde se somarão de forma organizada na marcha das centrais.

15h – a marcha parte em direção à Praça Ramos, segue pela Paulista e desce até a Consolação.

16h – os militantes se dirigirão de ônibus até a sede da Rede Globo, onde acontecerá um ato pela democratização dos meios de comunicação às 18h.

Em outras cidades – um ato em local central de cada Subsede da CUT: ABC, Araçatuba, Bauru, Baixada Santista, Campinas, Guarulhos, Itapeva, Jundiaí, Osasco, Ourinhos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, São Carlos, Vale do Paraíba, Vale do Ribeira.

Em Mogi das Cruzes, um grupo atacou uma metalúrgica da região.

São José dos Campos – manifestação dos servidores municipais desde às 7 horas, concentração no Paço Municipal

Brasília

Um Grupo do MST ocupou a sede do Incra pela manhã e um outro grupo caminha em direção à esplanada dos Ministérios. Haverá concentração a partir das 15h, no Museu da República. Na sequência, passeata segue até o Congresso Nacional.

Curitiba

Em Curitiba, uma passeata bloqueia a Avenida Vicente Machado em frente à Justiça do Trabalho. A manifestação ainda promete percorrer várias ruas e avenidas da cidade. Funcionários do Hospital das Clínicas da região também aderiram à greve, que culminou na falta de atendimento médico para as centenas de pacientes que dependem do Hospital. A categoria reivindica melhores condições de trabalho.

MG

A Praça Sete, em Minas Gerais está tomada por manifestantes e os Hospitais da região de minas estão funcionando com escalas mínimas. Os setores de educação, saúde e eletricitários paralisam atividades. Os manifestantes seguem em passeata pelas principais ruas da capital mineira

Porto Alegre

A capital gaúcha amanheceu sem ônibus hoje. Nenhuma das empresas operou, contrariando a ordem da Justiça que determinou que, pelo menos metade da frota funcionasse nos horários de pico. A região tem trânsito tranquilo e movimento bem abaixo do normal.

ACRE

Desde às 8h30, um grupo se concentra  em frente ao Palácio do Governo e segue em passeata até a Prefeitura de Rio Branco.

ALAGOAS

Ato público com concentração a partir das 14h, na Praça do Centenário, bairro do Farol, em Maceió.

AMAPÁ

Ato na Praça da Bandeira, a partir das 15h, seguido de passeata pela orla até o Centro de Macapá.

AMAZONAS

Desde às 6h há Mobilização e panfletagem: Bola da Suframa, Bola do Armando Mendes e Entrada da SEDUC, na Av. Buriti

ÀS 9h houve concentração e panfletagem: em frente ao INSS Centro e na Bola do Eldorado, com caminhada até a Assembleia Legislativa

Às 15h está prevista grande concentração no centro de Manaus: Av. Eduardo Ribeiro com Av. Sete de Setembro.

BAHIA

Desde às 4h houve paralisação dos ônibus (urbanos, intermunicipais, cargas, fretamento e locadoras).

ÀS 5h houve paralisação dos trabalhadores da indústria na BR 324, via parafuso, trevo da resistência, Candeias, Camaçari, Alagoinhas (trabalhadores de diversos ramos).

Às 5h teve paralisação de diversas BRs, saída e entrada de Feira de Santana, BRs 324, 101, 242 (MST, Trabalhadores Rurais, Via Campesina, Movimentos sociais).

Às 6h os protestos foram em frente à rede Bahia, no bairro da Federação. Pela “democratização da informação”

ÀS 7h, foram registrados atrasos na entrada do expediente em hospitais públicos e privados. Assembleia com trabalhadores. No mesmo horário aconteceram debates e atividades com os professores da UFBA na faculdade de Arquitetura.

Também às 7h, houveram paralisações e mobilizações em diversas cidades: Camaçari, Alagoinhas, Juazeiro, Feira de Santana, Candeias, Ilhéus, Itabuna, Vitória da Conquista, Barreiras e Teixeira de Freitas.

Às 10h, foi programado um Ato contra a Globo (Na porta da Rede Bahia): Assembléia Popular Pela Democratização da Comunicação.

Ao 12h está prevista a concentração com as outras centrais no Campo Grande, em Salvador

Às 14h, acontece reunião SOBRE MOBILIDADE URBANA E TARIFA ZERO, CUT, juventude, movimentos sociais, MPL, com vereadores no Centro Cultural da Prefeitura de Salvador

Às 15h – Marcha Unificada das centrais – do Campo Grande à Praça Municipal, em Salvador

CEARÁ

Foi programado um ato a partir das 9h na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza.

ESPÍRITO SANTO

Trinta e oito sindicatos vão parar a região central de Vitória e outras cidades do estado desde as primeiras horas da manhã, com atos, marchas, manifestações. Ônibus municipais param entre a zero hora do dia 11 até a zero hora do dia 12.

GOIÁS

Às 8h estava prevista a saída de trabalhadores/municipais e estaduais da Saúde que iniciaram concentração na Praça do Bandeirante; 10 horas – demais categorias chegam à concentração;

Às11 horas, tiveram caminhadas pelas avenidas Goiás, Praça Cívica (Palácio do Governo) av. Araguaia, Anhanguera e encerramento na Av. Tocantins em frente teatro Goiânia.

Atividades dos trabalhadores rurais, agricultores familiares, camponeses em 10 regiões do estado, onde fecharão rodovias, inclusive a BR 153.

MARANHÃO

Pela manhã houve paralisações das categorias

À tarde, às 15 horas, haverá concentração em frente à Biblioteca Pública (Praça Deodoro) e passeata ao Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado.

MATO GROSSO

A partir das 16h, concentração na Praça 8 de Abril, no Centro de Cuiabá. A partir das 17h, passeata seguir[a até a sede da prefeitura.

MATO GROSSO DO SUL

A partir das 9h, manifestação na Praça do Rádio, em Campo Grande.

PARÁ

Concentração às 7h30 em frente da prefeitura de Belém, seguindo em caminhada pela avenida Portugal, avenida Castilhos França, avenida. Presidente Vargas, avenida Nazaré. Encerramento com ato em frente ao Centro Integrado de Governo (CIG).

Altamira – Concentração às 17h no ginásio da Brasília. 

PARAÍBA

Greves setorizadas: urbanitários, construção civil, servidores da UFPB (Hospital Federal – HU)

João Pessoa: A partir das14h: mobilização Unificada com as Centrais, no parque Solón de Lucena

Campina Grande: A partir das 14h: mobilização na Praça da Bandeira.

Trabalhadores em Telecomunicações farão manifestação a partir das 7h em Campina Grande – na antiga Câmara dos Vereadores, na Floriano Peixoto, esquina com a Maciel Pinheiro – e em João Pessoa – atos públicos simultâneos nas empresas ARM no Bairro Jose Américo e na AeC no Bairro de Mangabeira. A partir das 12h, atos na AeC no Bairro José Américo.

PARANÁ

A partir das 16h, um grande ato será realizado na Praça Rui Barbosa, em Curitiba.

PERNAMBUCO

Passeata sairá da Praça do Derby em direção ao Pátio do Carmo, no Centro de Recife, onde, às 14h, tem início concentração para o ato público.

PIAUÍ

Concentração na Praça Liberdade a partir das 14h, seguida de passeata.

RIO DE JANEIRO

Concentração a partir das 15h na Candelária.

RIO GRANDE DO NORTE

9h – Concentração em Frente ao Shopping Minday, saindo em caminhada pela Av. Salgado Filho, seguido de ato político em frente à governadoria, encerrando a caminhada às 14h no Ponto Sete na Av. Eng. Roberto Freire.

RIO GRANDE DO SUL

Mobilização nos locais de trabalho das 5 às 16h.

Em Porto alegre, a partir das 14h, duas caminhadas saem em direção ao Largo Glênio Peres: uma da Rótula do Papa e outra do Laçador.

Às 16h, começa o ato público no Largo Glênio Peres.

RONDÔNIA

Mobilizações em Porto Velho, Vilhena e, em Jaru, fecham a BR 364.

RORAIMA

Ato em Boa Vista das 8h às 12h. Saída da Praça Zélia Coutinho até a Praça do Centro Cívico, em frente ao Palácio do Governador,Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa.

SANTA CATARINA

Florianópolis – Concentração na Praça Tancredo Neves, em frente à Assembleia Legislativa de Santa Catariana, e às 15h, ato unificado com passeata pelo centro da cidade

Concentração no Trevo entre Itajaí e Blumenau BR-101 e, às 15h, ato unificado com passeata em Itajaí e Blumenau

Chapecó – Concentração nas quatro principais entradas da cidade de Chapecó com passeata até o centro e, às 17h , ato unificado no centro de Chapecó

Laguna – Concentração na cabeceira da ponte de Laguna.

SERGIPE

Concentração a partir das 14h na Praça Fausto Cardoso , em Aracaju, seguida de ato público.

TOCANTINS

Pela manhã houve trancamento da BR 153, paralisação na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e no Instituto Federal do Tocantins. Bancários farão paralisações nos Bancos.

A tarde está prevista uma mobilização a partir das 15h, concentração em frente ao Centro Educacional São Francisco de Assis, em Palmas. Segue em passeata até a Prefeitura, onde será realizado Ato Público e, depois, em frente ao Palácio do Governo e demais órgãos públicos.

Os horários das manifestações foram divulgados pela Central única dos Trabalhadores (CUT).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome