Moraes no STF faz parte do plano de emergência de Temer, por Bernardo Mello Franco

 
Jornal GGN – Em sua coluna na Folha de S. Paulo, o jornalista Bernardo Mello Franco analisa os movimentos do governo de Michel Temer que, após a homologação das delações de 77 executivos da Odebrecht, adotou um vale tudo para proteger seus aliados da Operação Lava Jato.
 
O primeiro movimento foi a criação de um ministério para Moreira Franco, que agora tem foro privilegiado, e, depois, a indicação de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal. 
 
O colunista pontua que, até a morte de Teori Zavascki, o tribunal se mostrava inflexível com os réus da Lava Jato. Entretanto, o ministro Gilmar Mendes já sinaliza mudanças.  “A fila de interessados numa guinada da corte seria suficiente para dar a volta na Praça dos Três Poderes”, afirma.

 
Leia mais abaixo: 
 
Da Folha
 
Plano de emergência
 
por Bernardo Mello Franco
 
Há nove dias, a ministra Cármen Lúcia validou as delações de 77 executivos da Odebrecht. A visão do tsunami levou o governo a acionar o plano de emergência. A partir de agora, vale tudo para reforçar os diques e proteger os aliados do avanço da Lava Jato.
 
A primeira medida foi tomada na sexta-feira (3), com a criação de um ministério para dar foro privilegiado a Moreira Franco. A segunda é a indicação de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal.
 
Ao escolher um subordinado para a corte, Michel Temer deixou claro que não está preocupado com cobranças éticas. Moraes não é técnico nem discreto, para citar duas qualidades que costumavam ser atribuídas ao ministro Teori Zavascki. Suas virtudes são outras, a começar pela lealdade canina aos superiores.
 
O futuro das investigações que ameaçam o novo regime está nas mãos do Supremo. Nos próximos meses, a corte vai se deparar com ao menos duas encruzilhadas: o que fazer com réus condenados em segunda instância e como lidar com os habeas corpus que chegam de Curitiba.
 
As respostas a essas questões vão determinar se a Lava Jato será mesmo diferente ou repetirá o enredo de operações como a Castelo de Areia e a Satiagraha, que ameaçaram poderosos até serem fulminadas nos tribunais superiores de Brasília.
 
Até a morte de Teori, o tribunal se mostrava inflexível com os réus do petrolão. O ministro Gilmar Mendes, sempre ele, acaba de sinalizar uma possível mudança de ventos. “Temos um encontro marcado com as alongadas prisões que se determinam em Curitiba”, disse, nesta terça (7).
 
A fila de interessados numa guinada da corte seria suficiente para dar a volta na Praça dos Três Poderes. O cordão de delatados atravessaria as duas Casas do Congresso e escalaria a rampa do Planalto até o gabinete presidencial. No Paraná, há outro réu ansioso. Ele se chama Eduardo Cunha e já pagou honorários ao novo ministro do Supremo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

13 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ze Guimarães

- 2017-02-11 05:10:43

Que acabem com a LJ

Jamais torceria por uma operação policial que destrói empresas. Que fechem logo esta operação.

Dilma não teria feito nada, apenas teria observado o país ser destruído, ela e seu "ministro " da justiça  inerte, José Eduardo Cardoso.

DanielP

- 2017-02-09 11:19:27

Se fizerem isso será muito

Se fizerem isso será muito bom para o País.

Ou vc está torcendo para a lava jato ?

Se o fizerem, farão nada mais do que Dilma não teve competência.

Maria Carvalho

- 2017-02-09 01:49:37

.

Na foto do post, a expressão do "indicado supremo" "parece" sujeitar o "vice-golpista presidente".

Ze Guimarães

- 2017-02-08 22:18:51

Exatamente

Caro Araújo

Fiz este comentário em um de seus artigos. O sucessor de Teori, provavelmente encerrará  com a Lava Jato, pois já cumpriu o seu papel de acabar com o PT e com Lula. Teori encerrará a Lava Jato, com a ajuda de Mendes, que há tempos vem clamando por isto.

romulus

- 2017-02-08 17:02:11

Moraes no STF?? Eu digo “ótimo”, ora!


Rui Ribeiro

- 2017-02-08 15:56:48

Esqueçam o que o idiota Alexandre Moraes disse e escreveu

O Alexandre de Moraes estava errado quando escreveu que:

"É vedado (para o cargo de ministro do $TF) o acesso daqueles que estiverem no exercício ou tiveram exercido cargo de confiança no Poder Executivo, mandatos eletivos, ou o cargo de procurador-geral da República, durante o mandato do presidente da República em exercício no momento da escolha, de maneira a evitar-se demonstração de gratidão política ou compromissos que comprometam a independência de nossa Corte Constitucional".

Agora, o idiota deve seguir os passos do seu guru idiota e, tal qual este, dizer:

"Esqueçam tudo o que eu disse. Eu estava errado. Eu tenho gratidão política à Camarilha que está no poder mas não vou demonstrá-la, só vou demonstrar gratidão política aos Tucanos, tal qual o Gilmar Dantas. Se depender de mim, a independência da Suprema Corte está garantida, exceto em relação aos Tucanos".

Miguel Arcanjo E. Corgosinho

- 2017-02-08 14:50:29

Querendo ou não, dos fatos que

Querendo ou não, dos fatos que não podem dizer do seu interior, avião caindo com juiz dentro tem conexão com a indicação do juiz, que sobreveio nos dois casos ocultos aos nossos olhos.

 

 

Clovis de Oliveira

- 2017-02-08 14:20:02

"a fila de interessados ...

... numa guinada da corte seria suficiente para dar a volta na Praça dos Três Poderes". Enfim, publicada a ocorrência do mais poderoso "trottoir" da república

SergioMedeirosR

- 2017-02-08 14:17:55

O espírito de Jim Jones... A

O espírito de Jim Jones... A escolha - as motivações de Temer

(advirto esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência)

A cúpula do PMDB,  instalada no Senado da República, é o principal alvo da Lava Jato seletiva de Moro/Deltan, e,  porque não, de outro de seus mentores e condutores, o atual Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes (tendo este, inclusive, em determinada oportunidade antecipado a prisão de um dos investigados, no caso, a de Palocci).

Deste modo, face a máxima que dispõe que “o diabo sabe mais por ser velho que por diabo”, tal situação mostra-se inexplicável, frente a constelação de raposas que hoje tomaram conta do poder.

Justamente estas raposas que, como forma de proteção se intrometeram no golpe do PSDB e DEM, e numa manobra, que a princípio seria de mestre, mas que tinha um defeito intransponível, ter como protagonista Michel Temer, tomaram o poder.

Pois bem, tal situação coloca-nos num paradoxo, como seria possível que as raposas votassem em seu verdugo.

Taí a perplexidade.

A seguir, livremente inspirado na série Xadrez do Luis Nassif...

Tecemos algumas hipóteses para explicar o fenômeno:

A primeira hipótese: devido a ascensão de um grande número de pastores, estes senadores estariam tomados pelo espírito de Jim Jones, e numa compulsão coletiva, praticariam o suicídio.

De plano afasto esta opção, por inverossímil, não pela impossibilidade, mais pelo caráter, seria necessário muito desprendimento, e não parece que este seja um dos predicados destes próceres. Dúvido.

A segunda hipótese: Alexandre de Moraes teria dito em tom de brincadeira para Michel Temer; “eu sei o que você Marcela Temer e o gato angorá fizeram no verão passado”, e ele, que, como é de conhecimento geral esta esquecido (esses dias, falou em milhões...de cruzeiros), e sabe disso, deve ter ficado com a pulga atrás da orelha. Parou e pensou,  algumas coisas ele lembrava mas, e as outras. Na dúvida, vá que ele saiba alguma coisa mais, afinal,  lembrando outras casos com outros angorás, seria bem possível, e tem ainda o celular da Marcela. Desse modo, sem saída, pelo sim pelo não, sem pestanejar (o que, mesmo que quisesse não daria, por causa do botox), olhou em direção ao seu Ministro da Justiça e disse, essa foi demais, agora tu vai brincar com os Ministros do Supremo. Aí, saiu a indicação.    

A terceira hipótese: A clássica de parachoque de caminhão, o PSDB teria dito, na cara dura, ou dá,  ou desce. Ele resolveu não descer e deu de presente a indicação “sugerida”.

A quarta hipótese: Que, em face de um dos inúmeros acordos para se manter no poder, este grupo já não sabe mais quem é quem, estaria tudo numa situação de ninguém é de ninguém, e ai quando Alexandre gritou organization... imediatamente foi escolhido.

Esta opção foi afastada por ter sido feita no calor do momento, e porque logo alguns descobriram que o referido estava numa situação de extrema vantagem... o que não daria esperanças para o grupo que já estava achando zero a zero uma grande coisa... melhor manter intacto o ...status quo...

A quinta hipótese: Michel Temer num acesso de lucidez teria feito que nem Salomão, teria dito aos seus pares que o filho era deles... com a certeza que, desta vez, não haveria desistência de nenhum lado e a repartição seria feita...

Outra hipótese:  Michel Temer,  revoltado com a população brasileira que lhe dá menos de 1% de aprovação, teria lacrado, o povo me paga por mais essa... e lascou Alexandre de Moraes pro STF...

Teria uma última, mas a prudência me impede de explicitá-la...  por isso, vou suprimir o enredo e chegar logo ao final... Alexandre foi escolhido porque, afinal, com os predicados acima, na atual composição do STF, é o lugar certo pra ele.

Acredito piamente que nenhuma das opções é a correta, mas, pode ser que ao final, na dúvida, todas sejam consideradas corretas... e, como virou senso comum no futebol... vão dizer ...foi pelo conjunto da obra...

peregrino

- 2017-02-08 14:03:31

agora temos 3 peças por demais reveladoras...

de características inalteráveis desde quando tudo começou.......................

me recuso a acreditar que possa existir uma corte que se transforme em uma central de espionagem

darcy sales

- 2017-02-08 13:35:30

Sobre assuntos estranhos.....

Por que pararam de investigar a morte de Teori?

Por que estão levantando questões acreca da "amizade de Teori e o dono do Emiliano?

Por que o STJ livrou o hotel Emiliano da penhora.....

Se o piloto tinha mais de vinte anos (vinte anos, meu Deus...) de experiência, como fez uma barbeiragem daquelas?

Por que demoraram tanto para chegar aos destroços e, ainda, não "quiseram" salvar a vida daquela moça que podia ser salva?

É, e hoje o Moraes vira ministro do STF no lugar de .........Teori.

569.198.230-39

- 2017-02-08 13:29:31

vdfgdfg

dfdsfsdfdsfdsf

Andre Araujo

- 2017-02-08 13:07:46

As péças se movimentam a

As péças se movimentam a partir da morte do Ministro Teori.

Na nova composição da 2ª Turma a liderança será claramente do Ministro Gilmar Mendes, o que não acontecia com a presença do Ministro Teori.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador