Mourão afirma que Brasil terá eleições mesmo sem voto impresso

A jornalistas, vice-presidente disse que país não é ‘república de banana’ e questionou quem iria proibir a disputa

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Reprodução

Jornal GGN – O vice-presidente Hamilton Mourão declarou nesta quinta-feira que o Brasil terá eleições no ano que vem mesmo sem que o voto impresso (defendido pelo presidente Jair Bolsonaro) seja aprovado.

Ao chegar ao Palácio do Planalto, Mourão declarou a jornalistas que o Brasil não é uma “república de banana” e questionou “quem é que vai proibir eleição no Brasil? Por favor, gente”, e admitiu que também é favorável à proposta de voto impresso.

Segundo o jornal O Globo, o presidente Bolsonaro declarou há duas semanas que não haverá eleição caso a disputa não seja “limpa”, embora não tenha apontado o que define uma disputa “limpa” em sua visão. Além disso, ele insiste em mudar o sistema de votação vigente, mesmo que nunca tenha apresentado prova sobre fraudes ocorridas no modelo atual.

Nesta quinta-feira, inclusive, o ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, mandou um recado ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (DEM-AL), que as eleições de 2022 não iriam ocorrer caso o voto impresso não fosse aprovado. Tal declaração foi alvo de sucessivas críticas por parte de autoridades dos Três Poderes.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome