O voto antecipado dos democratas em Ohio

Por Marco Antonio L.

Do Terra

Democratas atendem Obama e votam antecipadamente em Ohio

Carla Ruas – Direto de Cincinnati

Nesta segunda-feira, às 14h, era a última chance para moradores de Ohio votarem antecipadamente nas eleições presidenciais. E em Cincinnati, pelo menos 500 pessoas fizeram fila para escolherem seu candidato. A maioria eram democratas respondendo a um apelo feito no domingo pelo presidente Barack Obama durante comício na cidade, pedindo para que votassem mais cedo.

Uma das pessoas que seguiu este conselho foi a estudante Tihana Wilbon, 23 anos. Ontem ela ficou três horas na fila para ver Obama na Universidade de Cincinnati e não conseguiu um lugar muito bom. Mesmo assim, se empolgou com o discurso. “Ele parecia uma formiga mas a mensagem foi bem clara. Se a gente não votar cedo, não vai ganhar esta eleição”, disse.

 Carla Ruas/Especial para Terra

Fila para votação no centro de Cincinnati: apelo de Obama ao “Early vote” em Ohio

Para o presidente, é importante garantir os votos da cidade antes do dia oficial da eleição, caso algum problema impeça as pessoas de irem ate as urnas na terça-feira. E Cincinnati é a cidade mais populosa de Ohio, um dos swing states que podem decidir a disputa. Além disso é igualmente dividida entre democratas no centro da cidade e republicanos nos subúrbios.

Por isso Tihana quis fazer a diferença e convenceu duas amigas a ficarem na fila por duas horas num frio de 9°C. Para passar o tempo, conversavam sobre moda e sapatos. Enquanto isso, voluntários do Partido Democrata distribuíam pizza, chocolate quente, água e salgadinhos. Além de adesivos e buttons que diziam. “Eu votei cedo”, com símbolo da campanha de Obama.

No fim da fila, Edward Moris, 54 anos, estava com esperança devido ao número de pessoas esperando na sua frente. “Se tem essa fila hoje, acho que o Obama ganha a eleição”, afirma. Ele, que é vendedor, chegou às duas da tarde, no horário limite para ter o direito de votar. E sua filha, a historiadora Grace Morris, 24, foi estacionar o carro e chegou um pouquinho depois. “Entrei de fininho”, admite.

Morris acredita que está fazendo a sua parte para reeleger o presidente, mas teme que amanhã os Republicanos saiam vitoriosos. “Quem está votando cedo são os democratas. Amanhã veremos se os republicanos vão comparecer”, disse. O assunto era discutido com um grupo de eleitores que se formou bem no fim da fila. Entre eles estava o republicano Robert Schneider, que apenas se limitou a dizer que a eleição ainda nem começou.

Americanos vão às urnas
Os americanos escolhem nesta terça-feira seu presidente. O atual mandatário, o democrata Barack Obama, disputa a preferência dos eleitores com o republicano Mitt Romney. Diferente do Brasil, as eleições americanas são indiretas. O candidato mais votado em cada Estado leva todos os seus delegados. No fim, o candidato com maior número de delegados – e não de votos – sai vencedor. O Terra, maior empresa latino-americana de mídia digital, faz a cobertura completa das eleições presidenciais nos EUA e acompanha a apuração de votos em tempo real.


Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome