Ordem de prisão de Roberto Jefferson lista mais de 10 crimes

Presidente nacional do PTB foi detido na manhã desta sexta-feira, em decisão tomada pelo ministro Alexandre de Moraes

Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB. Foto: Reprodução

Jornal GGN – A ordem de prisão do presidente nacional do PTB, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, lista indícios de mais de dez crimes cometidos. O político foi detido na manhã desta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

A decisão que estabeleceu a detenção, e outras medidas, contra o aliado do presidente Jair Bolsonaro partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por conta dos desdobramentos do inquérito em torno da atuação de uma quadrilha digital que comete crimes contra a democracia.

Com apenas R$ 10 você pode ajudar o jornalismo independente do GGN.

Clique aqui e saiba mais

Segundo o ministro do STF, essa quadrilha usaria uma rede virtual de apoiadores que trabalha sistematicamente pela criação ou compartilhamento de mensagens visando derrubar a estrutura democrática e o estado de direito vigente no Brasil. E Jefferson seria integrante do núcleo político dentro dessa estrutura.

Entre outros crimes, Moraes apontou injúria, calúnia e difamação, incitação e apologia ao crime, denunciação caluniosa ou atribuir a alguém a prática de ato infracional de que o sabe inocente com finalidade eleitoral. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Leia Também

Roberto Jefferson é preso por ameaça às instituições democráticas com dinheiro público

Moraes abre investigação contra Bolsonaro por divulgação de dados do TSE

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome